quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

ESTAMOS DE OLHO

Uma das instituições de maior credibilidade em nosso país, quiçá a única em que o povo ainda acredita, a Policia Federal; recebeu em dezembro de 2010 denuncias contra o ex-prefeito de Pinheiro Filadelfo Mendes Neto, mais conhecido como “Filuca”, ele foi denunciado na Polícia Federal como autor de graves irregularidades, entre elas a de ter montado um esquema de desvio de dinheiro público, através do pagamento de uma ‘folha fantasma’ para profissionais do magistério.
De acordo com a denúncia, a ‘folha fantasma’ – com o nome de cerca de 1.000 pessoas – teria ocasionado um rombo estimado em cerca de R$ 6 milhões nas contas do Município. A denúncia, municiada com farta documentação, foi protocolada na PF, no Ministério Público do Estado, na Procuradoria da República, no Tribunal de Contas do Estado (TCE), no Tribunal de Contas da União (TCU).
Passados mais de dois meses, a população de Pinheiro espera a resposta por parte desses órgãos de controle externo e principalmente da policia Federal que não se sujeita a certos “pedidos” externos ou esconde sob penas de pavão seus processos investigatório. Se deve, tem que ser denunciado, se a Justiça absolver esse já é um novo problema comum aos crimes de colarinho branco.

PINHEIRO É MAIS CARNAVAL

Pinheiro vai oferecer melhor ‘Carnaval’ do interior do estado


Carnaval em Pinheiro: versão do grande evento popular e cultural é certeza de sucesso, com foliões se divertindo durante dias e dias, na Praça da Matriz, com o bloco Pinição e na Praça São Benedito, com o Babado da Folia. São muitas cidades brasileiras que exportam turistas para Pinheiro no Carnaval

Em 2011, o “Pinheiro é Mais Carnaval” está com pinta de que vai superar as edições 2009 e 2010, batendo recorde dentro da administração do prefeito José Arlindo. De acordo com a coordenação do “Pinheiro é Mais Carnaval”, a cidade deverá receber mais de 30 mil pessoas, entre pinheireses que residem fora e turistas de várias partes do País, com destaque para São Lis e Belém do Pará, e cidades da Baixada Maranhense.

Agendado para iniciar oficialmente na sexta feira, 4, o “Pinheiro é Mais Carnaval” vem sendo preparado, com boa divulgação, dentro dos princípios sérios e responsáveis da administração municipal. Toda a equipe de governo foi mobilizada e está empenhada para o sucesso dessa grande festa.

Na Praça Sarney, no centro da cidade, onde uma grande estrutura de palcos, camarotes, arquibancadas e banheiros está sendo montada, dez distintas atrações ao vivo e gratuitas serão ofertadas em cinco noites de alegria. Nodia 04, as bandas Miragem e Swing na Veia, no dia 05, Collo de Menina e Os Manos. No dia 06, Ravelly e Dendê Baiano, no dia 07, Mastruz Com e Tribalaê e no dia 08, fechado a programação com chave de ouro, Capim Cubano e Sacode Elétrico.

Na programação ainda tem:
Praça São Benedito (O Babado da Folia - Datas: 05, 06, 07 e 08 de Março de 2011. Horário: Das 14 às 17h, atração: Banda Astral.
Praça da Matriz - Datas: 05, 06, 07 e 08 de Março de 2011 - Horário: Das 17 às 20h.
Atração: Banda do Pinicão
Praça do Obelisco - Datas: 05, 06, 07 e 08 de Março de 2011 - Horário: A partir das 20 h - Atrações: Tenda Eletrônica Alvorada Mix & Som Automotivo
Arrastão Trio Elétricos
Bloco do Arrocha: 05, 06, 07 e 08 de março de 2011, Saindo da Praça São Benedito às 18h.
Bloco das Patifas: 08 de março (Terça-feira) às 16h concentração na Boite Imperial
Desfiles Blocos Organizados e tradicionais: Domingo, Praça Sarney às 16h

O prefeito e as demais pessoas envolvidas na organização do evento não abrem mão de atender bem todas as pessoas que se dirigem a cidade.
Segundo José Arlindo, desde os procedimentos iniciais, passando pelos dias do evento e se estendendo até o pós, a orientação é para que todo o funcionalismo e parceiros prestadores de serviço se comportem com máxima qualidade, educação, respeito, agilidade, simplicidade perante a população e os visitantes. Trata-se de orientação que vale para o cotidiano da gestão, mas reforçada no período carnavalesco.

DO HERASMO LEITE

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

DIZEM POR AI


CONCESSÃO PUBLICA
Ignorando que a autorização para o funcionamento de um canal de televisão é uma  concessão publica algumas políticos que tem essas concessões as usam de forma indevida. Usam de forma a denegrir os adversários, se auto-promoverem e ameaçar quem não reza nas suas cartilhas sem a devida fiscalização por parte das autoridades competentes.
DEMAGÔGOS
Essa turma chega a usar “palhaços” para tentar desvirtuar suas pretensões maléficas, de constantes  ataques  ao prefeito Ze Arlindo, verdadeiros caras-de-pau, eles escamoteiam a realidade dos últimos oito anos que foram marcados de verdadeiros caos  em vários seguimentos da nossa cidade.
FALTA DE ÉTICA
Uma emissora de televisão da cidade de Pinheiro deixou vazar as reportagens e imagens “brutas” da sangrenta rebelião na cidade de Pinheiro que esta sendo comercializadas em formas de DVD por alguns picaretas, cadê o Ministério Publico ? Essa pergunta até os presos fizeram!.
REBELIÃO
Já é de conhecimento das autoridades que a rebelião e o desfecho sangrento partiram de “ordens” da Penitenciaria de Pedrinhas, e de que o que foi presenciado causa arrepios nos mais experientes diretores de filme de terror.
RESPOSTAS
Seis mortos, opa! Sete, mas população pinheirense não sabe como foram aparecer celulares e maconha nas celas e principalmente quem foram os algozes dos desafortunados que pereceram nas mãos dos verdadeiros monstros de Pinheiro (sem colarinho), queremos respostas.
OAB
A Ordem dos Advogados do Brasil, Subseção Pinheiro; pecou! Porque em nenhum momento procurou a família de qualquer um desses apenados, ou simplesmente detidos para oferecer auxilio jurídico já que em Pinheiro não existe Defensoria Publica.
OAB II
Na   contra mão do que defende o presidente Mario Macieira, Antonio Carlos presidente da sub-seção Pinheiro é defensor do presídio e atribui a culpa aos vereadores, será que essa culpa não é dos governos estaduais e federais
COLEGIO PINHEIRENSE
Padre Risso, vitima de revanche; ou perseguição política, em ato desrespeitoso, vergonhoso, por parte dos gestores do estado que tentaram acabar com o colégio pinheirense o mais tradicional colégio da nossa cidade demitindo dez professores, ato repudiado pelo prefeito Zé Arlindo que também é professor “enquanto eu for o prefeito, o município de pinheiro estará sim, contribuindo com a educação em nossa cidade e estará também disponibilizando dez professores da rede municipal para suprirem as deficiências no colégio pinheirense”   
ESTELIONATO SOCIAL                                                                                          
Um medico recém formado esta usando as comunidades carente para supostamente realizar as chamadas “Ação social” na periferia de Pinheiro, com consultas e distribuição de remédios o que muitos não sabem é que em 2012 ele vai cobrar as consultas e os medicamentos através dos votos das pessoas incautas. Estelionato Social! Nem a pau Nicolau.




sábado, 19 de fevereiro de 2011

ESCOLAS DO CRIME



Mais uma vez, paira sobre as cabeças da população pinheirense a sombra da construção de um presídio em Ponta de Santana. Impulsionada pela barbárie ocorrida na segunda-feira (7) que culminou com a maior e mais sangrenta rebelião da historia de Pinheiro, quando seis detentos foram mortos pelos “companheiros” de cela, quatro tendo suas cabeças decepadas e exibidas como troféu pelos demais presos.
As alas pró e contra já começaram os embates mostrando suas justificativas e razões em defesa de suas teses; quem tem como debater, debate, quem não tem alega o lado político ou busca culpados, alegando ser o presídio a solução! O curioso é que essas mesmas pessoas eram ferrenhas defensoras da não construção do presídio em Pinheiro, há exatos três anos atrás, o que, sim, poderia ter evitado essa carnificina.
Outro fato que vejo e serve para mostrar o posicionamento contrário da comunidade de Pinheiro com relação ao presídio é que ninguém apresenta um estudo mostrando que a construção de presídios resolve, pelo contrario, eles mostram exatamente o oposto e se apresentam como verdadeiras “Universidade do Crime”.
Prova disso é o principal líder da rebelião, José Ramiro, ele que era um conhecido assaltante dos bairros de Pacas e Maranhão Novo, hoje depois de passar pela “escola do crime” figura como um meliante frio, perigoso capaz de cantar enquanto exibe a cabeça de uma das suas possíveis vitimas.
A solução do falido Sistema Penitenciário estaria numa idéia errônea do Secretário da Saúde, que quis descentralizar a saúde no estado com a construção de 64 hospitais o que não vai funcionar, é só vê que recentemente foi inaugurado um hospital em Santa Helena, mas a ambulância não sai da porta do hospital de Pinheiro, trazendo pacientes. Ora, mais o que isso tem a ver com a construção dos presídios?
Simples; porque eles não constroem dezenas de pequenos presídios municipais e pelo menos cinco grandes presídios de segurança media a máxima e de preferência em ilhas. Como sugestão iniciando o primeiro na ilha de Curupu. A cidade de Pinheiro só aceita passivamente a construção de um presídio se for exclusivo para criminosos de colarinho branco, graças a nossa Justiça com certeza não haverá superlotação e quiçá presos.

Ordem para decapitação de presos em Pinheiro teria saído de Pedrinhas


Blog do Wellington Rabello
A ordem para execução e degola de quatro dos seis presos mortos em rebelião na delegacia de Pinheiro (região da Baixada), no início do mês, partiu de um detento da Penitenciária de Pedrinhas, e chegou por celular. A superlotação da delegacia seria o pretexto para esconder rixa de dois líderes do motim com um terceiro colega de cela.
As afirmações são de um preso e constam em termo de audiência, com depoimento tomado em 11 de fevereiro, e que teve como testemunhas um juiz que responde por comarca da Baixada e uma advogada.
O termo chegou ao corregedor-geral da Justiça, Antonio Guerreiro Júnior, e foi mostrado ao presidente da OAB-MA, Mário Macieira, nesta sexta-feira, 18. Ambos se disseram estarrecidos com a narrativa em detalhes da rebelião.
Sabe-se pelo depoimento que a chegada de presos de Cururupu teria alterado radicalmente o dia-a-dia da cadeia em Pinheiro. O clima calmo se transformou em estopim e pólvora pela imposição das lideranças “de fora”, alguns com temperamento violento ao extremo.
Durante a revolta na delegacia, um dos líderes teria morto um taxista, arrancado um dos olhos e o jogado na entrada do corredor das celas. Um segundo chefe da revolta teria assassinado e bebido o sangue de um “idoso baixinho e moreno”. Uma família teria sido obrigada a pagar resgate para que um preso comum não morresse.
O corregedor informou ao presidente da OAB-MA que vai encaminhar o documento à presidência do Tribunal de Justiça, órgãos estaduais da Justiça e ao Conselho Nacional da Justiça (CNJ).
(Com informações da assessoria de comunicação da CGJ)

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

PENITENCIARIA EM PINHEIRO? PORQUE?


Em 2009 foi realizada uma Audiência Pública em Pinheiro, onde foram convidados os demais prefeitos da Região para discutirem com relação à construção de um  presídio na Região da Baixada, sabendo da temática muitos prefeitos não compareceram deixando o abacaxi para cidade de Pinheiro, apesar da resistência das pessoas que participaram da Audiência Pública a Secretária de Segurança Pública decidiu construir o presídio na cidade Pinheiro.
Num passe de mágica apareceu um terreno a cerca de seis quilometros da sede aonde chegaram a fazer a terraplanagem mesmo contra a vontade da população, pra piorar em uma solenidade de troca de comando do 10º Batalhão, o então Secretário  de Segurança Raimundo Cutrim chegou a dizer que “o presídio seria construído de qualquer jeito, e não seria um grupinho de vereadores que iria impedir”, causando a revolta dos edis que prontamente cassaram  o título de cidadão pinheirense dado a Raimundo Cutrim.
Diante do movimento popular a prefeitura entrou na Briga e não aceitou a construção do presídio alegando que a construção feria um artigo do plano Diretor de Município que diz: “Fica proibida a construção de presídio num raio de dez quilômetros” .
Apesar de ter ganhado na Justiça a autorização para a construção do presídio, porque segundo o relatório do juiz a documentação do presídio foi dada antes da promulgação do PDM, o governo do estado mandou fazer uma pesquisa e diante do resultado e das proximidades das eleições decidiu parar com a obra.
Por falta de definição, o Ministério da Justiça cancelou o convênio e o dinheiro retornou para os cofres da União. Bem que a governadora Roseana Sarney tentou junto ao ministro pedir a reabertura do acordo e aditamento da verba. Aconselhado pelo TCU e AGU, que consideraram a reabertura do convênio “crime de responsabilidade fiscal”, o Ministério da Justiça não atendeu aos apelos de Roseana Sarney.
Agora depois de um motim na cidade Pinheiro, um novo convênio de cerca de vinte milhões estaria sendo feito inclusive com a presença do ministro no  Maranhão, para a construção de dois novos presídios no Maranhão, sendo um em Bacabal e outro em Pinheiro.

O que vemos em todo país é um amontoado de homens e mulheres ociosos, atravessando dias e noites de forma improdutiva, com seus custos (despesas) pagos pelos cidadãos brasileiros honestos, trabalhadores, que tem por obrigação sustentar os marginais que estão nos presídios e aqueles que estão soltos em seus gabinetes, pregando a moralidade de forma hipócrita e corrupta.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

COM ACHEGADA DO CARNAVAL

Como Detectar o Whisky Johnnie Walker Verdadeiro de um Falso!
1º Passo - Olhe dentro da garrafa, pela parte traseira, atras do rótulo principal há um numero de série do produto.
2º Passo - Dentro da caixinha individual do Whisky, há um numero de série impresso nela.
3º Passo - Verifique o Selo do IPI se esta intacto, e o mesmo tem que ser envolvido por um lacre de Segurança da DIAGEO. Se não estiver assim, o produto é falso ou contrabandeado.
4º Passo - Verifique se o produto tem dosador, pois pela Legislação Brasileira em vigor, todos os produtos destilados deverão vir com dosador.
5º Passo - Espere descansar o Whisky, pegue uma caneta e de um leve toque na garrafa com ela, balance o Whisky muitas vezes, e de novamente um toque com a caneta nele. Se o Barulho do primeiro toque (Agudo) for diferente do segundo (Grave) o Whisky é original, pois o Malte se misturou ao produto.
6º Passo - Balance a garrafa bem, se as bolhas e espumar sumirem rapido, o produto é original.

Tem algumas outras dicas para saber se o produto é Original. Evite comprar produtos muito baratos, pois ele é falso, contrabandeado ou roubado, como o velho ditado diz "Quando algo é muito barato, o Santo desconfia!". Não compre gato por lebre.

ATENÇÃO
UMA OUTRA DICA, QUE NOS FOI REPASSADA PELOS COMPANHEIROS ZÉ REINALDO E MOACY DA ACESSPOINT, É DE QUE HOJE AS MARCAS USAM UM ESPECIE DE TRAVA QUE DEPOIS DE ABERTO O LITRO FICA COM UMA LISTRA VERMELHA LOGO ABAIXO DA ROLHA, SINAL DE QUE JÁ FOI ABERTO.
VEJA OS DETALHES NAS FOTOS A SEGUIR:






 Espero ter ajudado a todos a não ser mais enganados por vigaristas. Qualquer.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Filuca "era" contra a construção do presído e a culpa é de Zé Arlindo?


Quem realmente está enteressado em contribuir para melhoria do sistema prisional no município de Pinheiro?

Victor Mendes responsabiliza Zé Arlindo por falta de Presidio
Matérias do blogueiro Décio Sá dão conta de que a culpa pela não construção do presídio, a ser instalado no município de Pinheiro, seja em grande parte do prefeito Zé Arlindo, mas seria isso realmente verdade? Veja o que diz o post do blogueiro  aqui.

No entanto estive passeando pela web e percebi fatos no mínimo diferentes(interessantes). Em março de 2009 a secretaria Eurídice Vidigal (Isso no governo Jackson Lago) encaminhou assessor para discutir a implantação da unidade prisional na cidade, momento em que a população discordou e a câmara reprovou. Veja 



Quando o secretario de Segurança Pública do Estado Raimundo Cutrim (No governo Roseana Sarney) esteve no município de Pinheiro para anunciar a construção do Presídio nas intermediações da MA 106, no Povoado Ponta de Santana e que na ocasião, diga-se de passagem, foi convidado para participar de audiência pública organizada pela câmara municipal de Pinheiro para tratar da sua instalação, onde não foi possível (pelo menos essa foi a alegação da Secretaria), não foi só o prefeito que foi contra a instalação do presídio, mas segundo mostra o vídeo abaixo, todos (sem exceção) os vereadores do município de Pinheiro e a maior parte da população pinheirense, tanto que este ocorrido ocasionou a retirada do título de cidadão pinheirense do secretario de estado pela sua posição irredutível de discutir o assunto.Veja



Mas não para por ai, assistindo a TV Pericumã de hoje que muito tem culpabilisado o gestor municipal dos prejuízos pela não construção do presídio e responsabilizado pelo motim dos rebelados, comparo às matérias de ontem (setembro de 2009), que encontrei no sitio da TV Pericumã no blog do apresentador de programa Paulinho Castro que fala inclusive da posição contraria do ex-prefeito Filuca Mendes e do deputado Victor Mendes (o mesmo da matéria acima do Blog Décio Sá) à construção do Presídio. " O executivo, o legislativo, o deputado  Victor, o ex-prefeito Filuca e a maioria da população, todos são contra a contrução do presidio em Pinheiro"(Blog do Paulinho Castro).

Vejo que não é a toa que este município não tem Esgoto, Escola Pública de  Qualidade, Hospital e muito menos UNIVERSSIDADES (Não é mesmo Paulinho?).
Triste dizer, mas aqui em Pinheiro os nossos “políticos” julgam-se os fatos por ocasiões meramente políticas. 

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

CNJ e TJ-MA vistoriam delegacia em Pinheiro

 Uma comissão do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário, do Conselho Nacional de Justiça (DMF/CNJ) já está no Maranhão para apurar as circunstâncias e responsabilidades pela rebelião na Delegacia Regional de Pinheiro, que aconteceu no início da semana e resultou na morte de seis detentos.
A comissão do CNJ e representantes do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) farão uma vistoria, nesta manhã, na delegacia de Pinheiro.
O resultado da investigação, com pedidos de providências, será encaminhado para o governo do Maranhão, TJMA, Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
*Com informações do CNJ.

PENITENCIARIA NÃO RESOLVE, TALVEZ SEJA O PROBLEMA


Segundo o próprio Ministro da Justiça de cada dez detentos colocados em liberdade, sete voltam à prisão por cometer novos delitos!

Vem a pergunta: Por que isso acontece??

A resposta: As péssimas condições dos presídios, superlotação, não existem mecanismos que levam os detentos a ressocialização.

Nós últimos 18 anos o crescimento populacional penitenciário foi de 500%, com estimativa de fechar este ano com cerca de 500 mil presos, sendo o país o quarto posto mundial em número de presos, só perdendo para os Estados Unidos (cerca de 2,2 milhões), China (1,6 milhões) e Rússia (cerca de 0,8 milhão).
Apesar do governo investir na construção de novos presídios, ainda existe um grande déficit, levando a superpopulação carcerária.
Nos presídios os detentos têm a oportunidade de trocar experiências com os demais, ou seja, tornar-se uma "escola do crime".
Cada dia, mais e mais a população carcerária cresce, detentos entram, cumprem suas penas e saem, mas muitos acabam voltando....a prisão brasileira, em vez de ressocializar, apenas degrada mais os detentos.

Fonte: Última Instância

A TRISTE REALIDADE DOS PRESIDIOS BRASILEIROS


A dura realidade do sistema penitenciário brasileiro pode ser conferida no filme Carandiru, dirigido por Hector Babenco, que está em cartaz em vários cinemas da cidade. Baseado no livro "Estação Carandiru", do médico Drauzio Varella, o longa-metragem foca o cotidiano de alguns personagens que habitaram aquele que foi, durante muitos anos, o maior presídio da América Latina.
A Casa de Detenção de São Paulo, conhecida como Carandiru, tinha nove pavilhões e cerca de 7.200 internos quando foi desativada. Por ali passaram alguns dos bandidos mais perigosos do País. A sequência final mostra a rebelião dos detentos e a invasão da PM em outubro de 1992, que terminou com 111 presidiários mortos.
Assistir ao filme ajuda a compreender a lógica interna de uma gigantesca penitenciária e, ainda, conhecer as "leis próprias" que regem o convívio entre criminosos encarcerados. Entre eles há alguns tipos bem definidos: os líderes, os mais temidos, os "laranjas", os traficantes, os viciados. Há regras muito claras de convivência, que se desrespeitadas são punidas com surras violentas ou a morte.
Mesma coisa
Essa estrutura se repete na maioria dos grandes presídios brasileiros. Na Penitenciária Central do Estado, a PCE, em Piraquara, não é diferente. Guardadas as proporções (a PCE abriga hoje cerca de 1.400 internos), há muitas semelhanças entre as histórias mostradas no filme e outras que ocorrem aqui mesmo no Paraná. Para confrontar essas realidades, a Tribuna convidou um ex-detento da PCE e um agente penitenciário que trabalhou por muitos anos no mesmo presídio para assistir Carandiru e fazer comentários.
O ex-detento, que vamos chamar de Sandro (ele pediu para não ser identificado), cumpriu pena por homicídio em um dos períodos mais explosivos da PCE. Ele estava lá quando ocorreram as duas últimas rebeliões (em 2000 e 2001) e conviveu com líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC) que haviam sido transferidos para o Paraná. Testemunhou mortes, tráfico de drogas e o surgimento do Primeiro Comando do Paraná (PCP).
Já o agente penitenciário, que também não quer ser identificado, trabalhou na PCE há mais tempo. Ele relembrou a época em que o crack não havia chegado ao Paraná e ainda "havia mais respeito" às leis próprias do presídio. Na opinião do agente, o crack acabou com um certo grau de dignidade que havia na convivência entre os criminosos apenados, e trouxe muito mais violência para dentro da penitenciária e para a sociedade em geral. (BM)
É ISSO QUE NÃO QUEREMOS PARA PINHEIRO!!!!!!

DO PINHEIRO EM FOCO

Algumas verdades sobre a construção do Presídio de Pinheiro


Na Assembleia o Deputado e Secretario de Meio Ambiente Victor Mendes atribuiu culpa ao Prefeito Zé Arlindo como um dos respónsaveis da rebelião de Pinheiro, dizendo que a não construção da penitênciaria tinha se dado porque o prefeito teria mobilizado uma manifestação com o apoio da câmara dos vereadores e assim embargado a obra, e o blogeiro Décio Sá ainda postou em seu blog que as maquinas ja tinham "até" limpado o local da construção, mas o que ninguem sabe ou não quer admitir é que esse terreno destinado a obra é particular e documentado em nome de um advogado aqui de Pinheiro, e que todos os vereadores de Pinheiro não apoiaram a construção, logo, até mesmos os edis que são do lado da governadora se rejeitaram a apoiar essa obra, por que ainda estavam pasmos pelo fato da Governadora ter impedido que fizessem o hospital de alta complexidade que ela mesma tinha prometido mas não teve a competência de cumprir, obra que só foi viabilizada pelo então governador Jackson Lago, mas mesmo assim, por ciumes, a governadora mandou que o prefeito Zé Arlindo devolvesse o dinheiro que seu antecessor pedetista tinha depositado, sem falar na localização, uma vez que o plano diretor da cidade determina que a construção de presidios deveria ser ha 10 km da sede do municipio e a 05km como Filuca e Rosena queriam.

O que a população de Pinheiro deseja é que primeiro seja construido o hospital, essa obra é realmente necessaria pra Pinheiro, a rebelião foi uma tragédia, não ha duvidas, nós temos nesta delegacia algo em torno de 150 presos, mas doentes ultrapassa 300 consultas diarias mais cirurgias, exames, emergência e urgência, isto é uma necessidade.

Essa preocupação toda do Deputado é porque ele e sua familia estão mais propensos a precisarem de um presidio do que de um hospital público, quem tem dinheiro pode escolher o hospital, mas a cadeia não.

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

VITIMA DA IGNORÂNCIA (ANALFABETISMO) DA MISÉRIA E DO FALIDO SISTEMA PENITENCIÁRIO


Vitima  da sua ignorância, "inocência", analfabeto de corpo e alma. O lavrador Agostinho Pereira foi vitima da sociedade, da mídia que o condenou antecipada-mente, execrado publicamente por ter praticado o crime de pedofilia, de suposto crime de cárcere privado, ele foi absorvido  pela principal prejudicada a sua vitima que era também sua filha. “eu me ditava com ele, mas não sabia que era errado”.
Um individuo que em momento algum esboçou qualquer reação a sua má sorte, acatou tudo o que jogaram nas suas costas, condenado pela Justiça a 64 anos de prisão e a pena de morte dentro da delegacia.
Onde estavam seus algozes? “Onde estava o vereador Beto de Ribão seu delator que em momento algum apareceu para tentar negociar com o rebelados”,cobrou um morador do Refugio parente do Agostinho. Eu sinceramente acho que ele talvez estivesse queimando  neurônios, distribuindo leite estragado ou quem sabe pensando em alguma outra maldade contra a população de Pinheiro, ocupação que se tornou  contumaz por sua mente doentia.
Que Deus tenha misericórdia das vitimas dessa barbárie ocorrida  em Pinheiro, tanto dos que morreram como dos que praticaram e principalmente dos seus familiares. É o que deseja o Blog!

Galeria da Barbárie em Pinheiro










Se possivel postaremos os videos também, mas lembrando que são chocantes

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

PENITENCIARIA EM PINHEIRO?

Só que vive em Pinheiro sabe da realidade, eu mesmo a cerca de quinze dias denunciei que não havia Promotor na cidade. Tomei conhecimento desse fato quando um pedreiro mandou um recado para minha pessoa pedindo ajuda, já que o mesmo se encontrava preso depois de ter se envolvido em um briga em casa com a esposa e ter sido enquadrado na Lei Maria da Penha no art. 147 (ameaça), três dias depois da  denuncia foi concedida a Liberdade Provisória a ele que me confidenciou sobre a rebelião que estava sendo planejada para o dia cinco. Sou testemunha de que as condições na delegacia são pecarias, o tratamento desumano não apenas com os presos mas também com seus familiares. eu sou testemunha que ouvir de um dos agentes da delegacia que pra ele preso não tem familia, não tem pai, mãe, irmãos, esposa, filhos etc. e que não deveriam nem comer. Vale apena lembrar que o preso só perde o direito a liberdade, e que é inaceitável que presos dos mais variados crime fique enjaulados junto, estuprador com traficante, traficante com assassinos, assassinos com ladrões de galinha celular etc.  
Diante desse quadro macabro ocorrido na Delegacia Regional, vai vim a tona novamente a construção de um Presídio em Pinheiro  alegação vai ser  a que morreram seis pessoas, ora quantas pessoas morrem por dia,  por mês em Pinheiro por falta de um Hospital de alta-complexcidade?- esse  o governador Jackson Lago trouxe para Pinheiro e a governadora Roseana Levou deixando claro que para ela a terra do seu pai não precisa de Hospital, não precisa de Universidade, mas precisa de um Presídio.
 EU SOU CONTRA! A BAIXADA  TEM OUTROS MUNICIPIOS E PINHEIRO PRECISA MAIS DO HOSPITAL USURPADO.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

CARNIFICINA EM PINHEIRO





A cidade de Pinheiro é palco de mais uma triste rebelião que acontece desde ontem (07), as noticias ainda desencontradas dão conta que pelo menos seis presos foram mortos e pelo menos quatro decapitados, entre  eles o senhor Agostinho que ficou nacionalmente conhecido como o “monstro” de Pinheiro.
Os detentos rebelados já fizeram  um lista de reivindicações, entre ela eles exigem a presença de um Juiz Corregedor, garantia de que não serão espancados, que presos seja transferidos para perto de casa etc.
Agora a pouco eles autorizaram a retirada dos corpos dos presos que foram mortos durante a noite, segundo revelaram a delegada os mortos seriam todos da “sela dos Jack”, ou seja, sela onde ficam presos os envolvidos em estupros e casos de pedofilia.
A qualquer momento voltaremos com mais informações.

CARNIFICINA EM PINHEIRO





A cidade de Pinheiro é palco de mais uma triste rebelião que acontece desde ontem (07), as noticias ainda desencontradas dão conta que pelo menos seis presos foram mortos e pelo menos quatro decapitados, entre  eles o senhor Agostinho que ficou nacionalmente conhecido como o “monstro” de Pinheiro.
Os detentos rebelados já fizeram  um lista de reivindicações, entre ela eles exigem a presença de um Juiz Corregedor, garantia de que não serão espancados, que presos seja transferidos para perto de casa etc.
Agora a pouco eles autorizaram a retirada dos corpos dos presos que foram mortos durante a noite, segundo revelaram a delegada os mortos seriam todos da “sela dos Jack”, ou seja, sela onde ficam presos os envolvidos em estupros e casos de pedofilia.
A qualquer momento voltaremos com mais informações.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Fantástico em Pinheiro!!

Repercute ainda a visita do JN no AR em Pinheiro, quando Ernesto Paglia esteve na cidade ano passado e visitou o Pe. Risso conhecendo a realidade das suas creches. O que com certeza influenciou a visita da Rede Globo mais uma vez a terra do ex-presidente Sarney. O eterno presidente do Senado e mostrando o estado de abandono em que vive os conterrâneos  do oligarca, em mais de 40 anos.
“O caminho da equipe do Fantástico também é longo. Cruzamos o Brasil do Sul até o Maranhão. Pegamos a balsa que liga São Luís, a capital do Maranhão, ao interior do estado. O nosso destino é Pinheiro, a cidade com o maior número de habitantes entre as que não têm creche no Maranhão.
Pinheiro tem quase 80 mil moradores - a maioria na área urbana. A única instituição que atende crianças de dois e três anos na cidade é uma filantrópica, mantida pelo padre italiano Luigi Risso, que não tem qualquer ajuda oficial. “Até agora, nossos benfeitores da Itália mandam o dinheiro para mim. Mas não dá nunca para cobrir as despesas”, diz.
As sete escolas criadas por ele só atendem crianças as partir de dois anos de idade. “Sei que ele está em boas mãos, bem cuidado”, diz uma mãe.
Mas, para as mais novas, não há opção. A prefeitura de Pinheiro confirma que não tem creches e prometeu a construção de uma unidade para os próximos meses. Alega que o projeto já está aprovado pelo MEC.”Veja a reportagem completa aqui:

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Depois do Fantástico...

DO EDVALDO OLIVEIRA
O Séc. de Segurança, Aluizio Mendes, não teria ficado nada satisfeito com a forma que "o caos nas delegacias do Maranhão" foi mostrado pelo Fantástico.

A cúpula da secretaria entende que a matéria se preocupou apenas com os aspectos negativos da problemática, não demonstrando nenhum interesse com algumas mudanças já ocorridas no setor e as que estão porvir.

Numa tentativa de minimizar os impactos causados pela reportagem do Fantástico, a Secretária de Segurança, está anunciando através do site oficial do governo investimentos no setor.

Em uma espécie de meia-culpa o governo faz um relato das melhorias que já foram alcançadas e os investimentos que estão em fase de execução.

Thaiza Hortegal se mobiliza para viabilizar a instalação de uma unidade do Iema em Pinheiro A deputada Thaiza Hortegal busca viabilizar uma unidade do Iema para o município de Pinheiro, com ensino médio em tempo integral e cursos profissionalizantes. “A cidade está sendo referência para estudantes na região por causa da diversidade de instituições de ensino superior que têm surgido, tanto públicas quanto privadas, além do crescimento econômico que vem apresentando, com a chegada de grandes empreendimentos, como foi o Mix Mateus e outros que estão por vir, e que demandarão pessoal qualificado”, explicou a parlamentar. A deputada progressista ressaltou o papel importante do Iema em outras regiões, agregando cursos profissionalizantes que viabilizam a inserção de jovens no mercado de trabalho após a conclusão do ensino médio, e a necessidade da abertura de novas vagas para alunos. “Vamos precisar de mão-de-obra qualificada diante do crescimento que temos percebido em Pinheiro. Além disso, precisamos abrir mais vagas para o ensino médio, porque temos identificado um crescimento de ingressantes neste nível escolar ao longo dos anos. Portanto, precisamos nos preparar, e com uma unidade plena do Iema, nossos estudantes terão, além de uma excelente estrutura, uma instituição de referência”, destacou Dra. Thaiza.

Thaiza Hortegal se mobiliza para viabilizar a instalação de uma unidade do Iema em Pinheiro A deputada Thaiza Hortegal busca viabilizar...