terça-feira, 30 de setembro de 2014

Bomba!!! Livro de protocolos da PM, pode ter sido rasurado para beneficiar Victor Mendes...


Para beneficia o filho do prefeito de Pinheiro Filuca Mendes, (PMDB), o candidato Victor Mendes (PV), o Livro de protocolos da PM Policia Militar pode ter sido adulterado,, foi o que constatou a advogada do Candidato Luciano Genesio, depois de ser notificada.  De uma RECLAMAÇÃO ELEITORAL, feita pelo candidato Carlos Victor contra seu adversário histórico João Luciano.

No livro pode ser ver uma rasura groseira  nos documentos apresentados as datas "montadas" por eles não batem disse a Drª Daciane, em 2010 eles usaram a PM para intimidar, mas desta vez vai ser diferente, medidas legais ja estão sendo tomadas, e esses abusos terão que acabar afirmou a advogada...
Veja as fotos:::




Veja a lista dos candidatos a deputado mais citados na pesquisa Exata

A TV Guará e a Fiema divulgaram nesta segunda feira (29) uma nova pesquisa de intenção de voto para os cargos de deputado federal e estadual.
Realizada pelo Instituto Exata, a sondagem ouviu 1.400 pessoas entre os dias 22 e 25 de setembro nas seis regiões do estado, inclusive a Ilha de São Luís. A consulta para deputados estadual e federal foi registrada com o protocolo MA-00054/2014,no Tribunal Regional Eleitoral.
A pesquisa foi espontânea, ou seja, foi perguntado aos eleitores em quem eles votariam para deputado estadual e federal se as eleições fossem hoje. Abaixo a lista dos 60 (sessenta) candidatos a deputado estadual mais citados e a lista de deputado federal contempla os 40 (quarenta) candidatos mais lembrados.
Deputado Estadual:
Humberto Coutinho foi o mais citado entre os candidatos a deputado estadual
Humberto Coutinho (PDT) foi o mais citado entre os candidatos a deputado estadual, segundo a pesquisa Exata.
  • Humberto Coutinho
  • Antonio Pereira
  • Edilázio
  • Neto Evangelista
  • Glauberth Cutrim
  • Rafael Leitoa
  • Simone Limeira
  • Andrea Murad
  • Luciano Genésio
  • Roberto Costa
    Roberto Costa, candidato à reeleição, também foi bem lembrado pelo eleitorado.
    Lá vem ele: Roberto Costa (PMDB), candidato à reeleição, também foi bem lembrado pelo eleitorado.
  • Marco Aurélio
  • Ana do Gás
  • Jaimizinho
  • Rigo Teles
  • Roma
  • Alexandre Almeida
  • Patrícia Vieira
  • Professora Socorro
  • Josimar
  • Marcos Caldas
  • Eduardo Braide
  • Léo Cunha
  • Fábio Gentil
  • Paulo Neto
  • Camilo Figueiredo
  • Calvet Filho
  • César Pires
  • Carlinhos Florêncio
  • Valéria Macedo
  • Stenio Rezende
  • Adriano Sarney
  • Sérgio Frota
  • J Pinto
  • Enoque Mota
  • Carlinhos Amorim
  • Sousa Neto
  • Hemetério Weba
  • Wellington do Curso
  • Bira do Pindaré
  • Rose Vicentini
  • Juscelino Oliveira
  • Vinicius Louro
  • Aristides Milhomem
  • Gardenia Castelo
  • Pastor Cavalcante
  • Biné Soares
  • Amilcar
  • Toca Serra
  • Priscylla Sá
  • Rildo Amaral
  • Tiete do Banga
  • Fábio Câmara
  • Doutor Yglésio
  • Edivaldo Holanda
  • Othelino Neto
  • Max Barros
  • Graça Paz
  • Raimundo Cutrim
  • Sérgio Vieira
  • Francisca Primo
Deputado Federal
Zé Reinaldo entre os mais citados para Federal.
Navalhada: Zé Reinaldo (PSB) entre os mais citados para a Câmara Federal.
  • Hildo Rocha
  • Rubens Pereira
  • Rosângela Curado
  • Junior Merreca
  • Ricardo Archer
  • Chico Coelho
  • Victor Mendes
  • Zé Reinaldo
  • Eliziane Gama
  • Davi Alves
  • Alberto Filho
  • João Castelo
  • Weverton Maragatuno
    Sou Eliziane: Pré-candidata a prefeita de São Luís é forte candidata ao cargo de deputada federal.
    Sou Eliziane: Pré-candidata a prefeita de São Luís é forte candidata ao cargo de deputada federal.
  • Paulo Marinho Junior
  • João Marcelo
  • Zé Carlos
  • Sarney Filho
  • Ildon Marques
  • André Fufuca
  • Chiquinho Escórcio
  • Sétimo Waquim
  • Luana Alves
  • Pedro Fernandes
  • Doutor Orlando
  • Juscelino Filho
  • Cléber Verde
  • Pereirinha
  • Raimundo Carvalho
  • Ilton Viana
  • Bispo Paulo
  • Dutra
  • Doutor Talvane
  • Pedro Belo
  • Trinchão
  • Aluísio Mendes
  • Julião Amin
  • Deoclides Macedo
  • Simplício
  • Jeová Alves
  • Gardênia Saboia

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Saiba como fazer a fiscalização no dia da votação

OS INDÍCIOS DE FRAUDES NAS ELEIÇÕES DE 2010 NO MARANHÃO

A disputa de 2010 mostra que há três grandes potenciais formas de fraude nas eleições no Maranhão:
  1. Urnas Biométricas
Em 2010, as cidades de Paço do Lumiar e Raposa usaram o sistema de votação biométrica, no qual os eleitores são identificados pela impressão digital. O resultado da votação destoou das médias verificadas no Estado.
A abstenção nessas cidades foi de 6,79%, enquanto a média das urnas biométricas dos Estados vizinhos foi de 11,22%, quase o dobro.
Outro resultado completamente atípico diz respeito à liberação da urna pelo mesário. Isso ocorre quando a digital do eleitor não é reconhecida pela urna. O mesário é autorizado a liberar a urna nesses casos. Em todas as experiências realizadas com urnas biométricas, essa liberação correspondia a menos de 1% do total. Mas no Maranhão ficou em 5,8%, seis vezes a média considerada normal.
Do total de 51.652 votos colhidos em urnas biométricas no Maranhão, 2991 votos (5,8%) foram dados por pessoas que não tiveram a sua impressão digital reconhecida pela máquina.
Esses dois resultados anormais compõem um forte indicativo de fraude por parte de mesários.

  1. Seções eleitores com baixa abstenção
Além das cidades com urnas biométricas, outros municípios apresentaram índices de abstenção abaixo de 10%, contrastando com a taxa de 23,97% no Estado. Entre eles estão Araioses e Cururupu.
Os especialistas dizem que isso é um sinal de que alguém inseriu votos indevidamente nas urnas.

  1. Votos rápidos
Chama atenção ainda o número de votos rápidos, de menos de um minuto, depositados nas urnas após as 17h20, quando o horário de votação se encerrou. Só quem estava na fila poderia votar após esse horário.
Em 8,41% das seções eleitorais houve esse tipo de voto rápido após as 17h20. Nessas seções, houve 18.719 votos rápidos e tardios. Ou seja, sob suspeita.
É normal que algumas seções tenham o horário de votação estendido onde há baixa abstenção, já que a grande presença de eleitores forma filas. No entanto, a média de abstenção nessas seções eleitorais (23,26%) ficou muito próxima à do Estado (23,97%), afastando essa hipótese considerada normal.

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Vídeo: Ministra do TSE confirma que coligação ‘Pra Frente Maranhão 2′ pode ‘cair’



É de total desespero a situação de todos os candidatos a deputado estadual pela coligação lobina ‘Pra Frente Maranhão 2′, composta por oito partidos – PMDB, DEM, PTB, PV, PTdoB, PSC, PRTB, PR -, e com a possibilidade de fazer o maior número de parlamentares nesta eleição.
Desde a noite dessa terça-feira (23), após o ATUAL7 revelar o motivo que levou o segundo suplente de Gastão Vieira ao Senado Federal, Remi Ribeiro, a passar mal e sofrer um infarto no último fim de semana, dezenas de deputados e candidatos favoritos ao pleito de outubro próximo começaram a disparar ligações para suas bases e advogados. Motivo: uma irregularidade em três candidaturas femininas para cumprir a cota por sexo, estabelecida pela Lei nº 9.5054/97, a Lei das Eleições, colocou em risco real a candidatura desses caciques e filhotes do poder, que aguardavam apenas a abertura das urnas por ‘já estarem eleitos’.
Inicialmente, houve uma confusão quanto ao número de partidos – e por conseguinte o número de candidatos favoritos – que estão na guilhotina, porém uma reportagem da TV Senado, em que a ministra o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luciana Lóssio, explica como a inobservância dos percentuais femininos de candidaturas poderá ter, como punição ao seu descumprimento, a ‘queda da chapa’, ou seja, a exclusão da corrida eleitoral de todos os componentes do grupo, trouxe luz ao debate.
Reportagem da TV Senado mostra ministra relatando posicionamento do TSE para casos como o ocorrido na coligação 'Pra Frente Maranhão'. Foto: Youtube
AGORA SÓ EM 2018 Reportagem da TV Senado mostra ministra relatando posicionamento do TSE para casos como o ocorrido na coligação ‘Pra Frente Maranhão’. Foto: Youtube
Relatora de um caso semelhante ao ocorrido do Maranhão, Lóssio foi quem tirou a chance de 51 raposas do Estado de Goiás se candidatarem nas eleições deste ano. Formada por seis partidos — PEN, PSL, PTC, PHS, PMN e PV — a coligação Unidos por Goiás acabou sendo ‘derrubada’ pela Justiça Eleitoral por não obedecer à imposição legal de ter pelo menos 30% de candidatos do sexo feminino. Para que se tenha uma ideia do rigor no cumprimento da Lei, antes de ser negado pela ministra Luciana Lóssio, a coligação já havia perdido o processo na primeira instância, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Goiás.
Segundo um especialista maranhense em Direito Eleitoral consultado pelo ATUAL7, qualquer coligação, candidato ou o Ministério Público Eleitoral (MPE) do Maranhão poderá entrar no TSE com um Recurso Contra Expedição de Diploma (RCED) ou uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME) contra os candidatos da coligação ‘Pra Frente Maranhão 2′. Ainda de acordo com o especialista, como o ‘chapão’ perdeu o prazo para resolver o problema criado por Remi Ribeiro, a probabilidade de vitória no plenário da Corte é, praticamente, abaixo de zero.
O ATUAL7 tentou contato, por telefone, com o presidente Estadual do PMDB, para comentar sobre a irregularidade na coligação, e com o telefone indicado na página do PMDB/MA, mas não obteve retorno.
Abaixo a lista de 22 candidatos favoritos à eleição e reeleição – dos 101 candidatos da coligação ‘Pra Frente Maranhão 2′ – que devem começar a pensar na Assembleia Legislativa do Maranhão só nas eleições de 2018, e o vídeo em que que a ministra do TSE se posiciona de forma contundente sobre o não cumprimento da cota de candidatos do sexo feminino:
  1. Afonso Manoel (PMDB)
  2. Andréa Murad (PMDB)
  3. Hélio Soares (PMDB)
  4. Max Barros (PMDB)
  5. Nina Melo (PMDB)
  6. Roberto Costa (PMDB)
  7. Socorro Waquim (PMDB)
  8. Adriano Sarney (PV)
  9. Hemetério Weba (PV)
  10. Edilázio Júnior (PV)
  11. Rigo Teles (PV)
  12. Antônio Pereira (DEM)
  13. César Pires (DEM)
  14. Manoel Ribeiro (PTB)
  15. Léo Cunha (PSC)
  16. Rogério Cafeteira (PSC)
  17. Fábio Braga (PTdoB)
  18. Carlos Filho (PRTB)
  19. Stênio Rezende (PRTB)
  20. Camilo Figueiredo (PR)
  21. Josimar da BR (PR)
  22. Vinícius Louro (PR)

DO CONGRESSO EM FOCO

Preso que acusou Flávio Dino de participar de assalto a carro-forte admite à polícia ter recebido promessa de dinheiro e de liberdade para gravar vídeo. Acusações contra candidato a governador foram divulgadas por emissoras de seu principal adversário, Lobão Filho
Agência Brasil
Vídeo gravado em complexo penitenciário foi divulgado por emissoras de rádio e TV do senador Lobão Filho
Palco de rebeliões, assassinatos e denúncias de violações aos direitos humanos, as dependências do Complexo Penitenciário de Pedrinhas foram utilizadas para montar uma farsa contra o líder nas pesquisas ao governo do Maranhão, o ex-deputado Flávio Dino (PCdoB), adversário do senador Lobão Filho (PMDB-MA), candidato apoiado pela família Sarney.

Em depoimento prestado ontem (24) à Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), o presidiário André Escócio de Caldas admitiu ter recebido promessa de dinheiro, proteção e um alvará de soltura para gravar um vídeo em que acusa Flávio Dino, o deputado e candidato à reeleição Weverton Rocha (PDT-MA) e uma mulher chamada Patrícia de serem os mandantes do assalto a um carro-forte que resultou no roubo de R$ 900 mil. André está preso por participação no crime, praticado na Universidade Estadual do Maranhão (Uema) em 11 de fevereiro.
O vídeo, gravado há cerca de dez dias, foi veiculado em primeira mão pela TV Difusora (retransmissora do SBT), de propriedade da família Lobão. O áudio também foi reproduzido pela rádio da família. A pedido de Flávio Dino, as gravações foram retiradas do ar por determinação judicial. No novo depoimento, o preso contou que as imagens foram gravadas por um agente penitenciário dentro da sala do diretor da Central de Custódia de Presos da Justiça, de Pedrinhas, Carlos Aguiar. A polícia já ouviu os três envolvidos.
Polícia Federal
O depoimento de André Escócio sobre o uso de agentes e da estrutura do Estado na fraude foi encaminhado à delegada geral da Polícia Civil, Maria Cristina Resende. A pedido do candidato, o caso foi encaminhado à  Polícia Federal por envolver disputa eleitoral. A Polícia Civil faz parte da estrutura do governo de Roseana Sarney (PMDB), aliada de Lobão Filho. O presidente do PCdoB no Maranhão, Márcio Jerry, defende que as investigações sejam conduzidas pela PF.
“Temos todo o interesse que a Polícia Federal se aprofunde no caso para mostrar a armadilha eleitoral criada pelo nosso adversário. O Flávio nunca esteve envolvido em qualquer ilícito”, disse Márcio ao Congresso em Foco.
A reportagem procurou Lobão Filho, mas não houve retorno até o momento. A assessoria de imprensa do governo do Maranhão informou que se posicionaria sobre o assunto ainda nesta tarde.
Esta não é a única suspeita de natureza eleitoral que recai sobre o candidato do PMDB. Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo mostra que a campanha de Lobão Filho usou ônibus escolar com identificação do programa Caminho da Escola, do governo, para espalhar propaganda do peemedebista em São Luís. Um vídeo ao qual o jornal teve acesso flagra o veículo sendo abastecido com cartazes de Lobão Filho no pátio de seu comitê eleitoral. O Ministério da Educação abriu uma investigação para apurar o uso eleitoral do ônibus.
Cerca de 150 homens da Força Nacional de Segurança reforçam a segurança em São Luís em meio a uma onda de atentados atribuídos a presidiários de Pedrinhas. A governadora Roseana Sarney já pediu o envio de novo reforço para as eleições. Desde o início do ano, 17 presos morreram no complexo penitenciário maranhense, segundo levantamento da Agência Brasil. Só no ano passado, de acordo com o Conselho Nacional de Justiça, 60 presos forma mortos. Só este mês, 46 detentos fugiram do complexo penitenciário.
VEJA AQUI:

Profissionais deixam a campanha de Edinho Lobão


edinho-lobao6
O pau cantou na produtora da campanha de Edinho Lobão (PMDB), a Clara Comunicação, na tarde desta quinta-feira, por causa da farsa montada nos porões da TV Difusora para incriminar o candidato a governador da oposição, Flávio Dino (PCdoB).
Após uma série de reuniões para avaliar o impacto negativo da armação e atribuir responsabilidades pelo fiasco do vídeo em que um presidiário acusa Dino de ser o chefe de uma quadrilha de assaltantes de bancos, cerca de dez profissionais decidiram pedir demissão da campanha do candidato da oligarquia.
Vários deles correram imediatamente para o aeroporto, buscando retornar a seus respectivos estados.

Baculejo não foi intimidação; PF investiga Edinho Lobão

Edinho Lobão, filho do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, apontado como um dos beneficiados pelo propinoduto da Petrobras.
Claudio Humberto
A Polícia Federal não tentava “intimidar” o senador Lobão Filho (PMDB), candidato do clã Sarney ao governo do Maranhão, quando realizou buscas no seu avião, em São Luís.
A PF apenas cumpria seu papel legal de averiguar grave denúncia. Há informações de que se tratava de suspeita de transporte de grande quantia de dinheiro.
O Maranhão está no centro das atenções da PF desde que prendeu em São Luís o megadoleiro Alberto Youssef, na Operação Lava Jato.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Membros do governo Roseana ofereceram dinheiro e proteção a preso que gravou falso vídeo

Trecho do depoimento de André Escócio confessando ter recebido oferta de dinheiro e proteção por integrantes do Governo Roseana
Trecho do depoimento de André Escócio confessando ter recebido oferta de dinheiro e proteção por integrantes do Governo Roseana
André Escócio de Caldas, o preso que aparece no vídeo falso armado pelo grupo Sarney/Lobão  para tentar fraudar a opinião pública e ganhar a eleição, prestou depoimento na noite de ontem (23) e confessou que  recebeu  oferta de Carlos Aguiar, diretor da Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ) de Pedrinhas, portanto, integrante do  Governo Roseana, com a promessa de  receber um  alvará de soltura , uma boa quantia em dinheiro e ser  protegido pelo Sistema de Segurança do Governo estadual para não sofrer represálias, caso apontasse Flávio Dino como chefe de uma quadrilha de  assalto ao banco na  UEMA.
No termo de declaração emitido pela Superintendência Estadual de Investigação Criminal  (Seic), o  prisioneiro diz que as conversas para combinar a armação contra Flávio, ocorreram no interior do presídio com o diretor da CCPJ de Pedrinhas, Carlos Aguiar e com  o chefe da Segurança, identificado como Nilson. O vídeo foi gravado na sala do diretor da penitenciária.
Escócio declarou que após a divulgação do vídeo na Difusora de Edinho Lobão, foi procurado novamente por Carlos Aguiar e Nilson e pressionado a manter a mesma versão contada no vídeo, caso fosse interrogado por autoridades.
Conforme eu havia antecipado pela manhã aqui no blog, ocorreu mesmo o que nós já desconfiávamos: O governo do Maranhão cedeu um preso e usou o aparato do Estado para forjar um falso vídeo contra Flávio Dino.
Pois é.
Do que mais serão capazes?

Professores de Presidente Sarney em manifestação em frente ao Ministério Público do estado do Maranhão em Pinheiro!!!


Cansados com o descaso do prefeito de Presidente Sarney um numeroso grupo de professores estiveram em Pinheiro fazendo um Manifesto em frente ao Prédio do Ministério Publico, acreditando que o "omisso publico" possa intervir e intermediar uma solução, Em seguida seguiram para a capital do estado onde estiveram também na Assembléia Legislativa pedindo ajuda aos senhores deputados ja que na Baixada não temos representantes, um fato curioso me foi revelado por uma professora, a de que o deputado Victor Mendes que passou esses quatros anos ausentes da Assembléia disse " apesar de não ter mais contato com o Edson Chagas vou falar com ele para resolver essa situação", Foi uma gargalhada só, logo ele que estava ao lado de Edson pedindo votos, E já que baixou um "anjo" de Luz por que não pedir para o senhor Filuca Mendes, prefeito de Pinheiro e seu pai, para que o mesmo devolva o dinheiro "roubado" dos professores desabafou uma professora que atua nos dois municípios e se diz vitima da incompetência desses prefeitos para com a educação.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Já deu... Já era!! Deputados Marcos Caldas e Lima Neto anunciam apoio a Flávio Dino

Marcos_Flavio_Lima
Os deputados estaduais Marcos Caldas (PRP), candidato à reeleição, e Lima Neto (PMN) declararam apoio a Flávio Dino, candidato da Coligação Todos pelo Maranhão ao governo do Estado, nesta segunda-feira (22).
“Hoje, 80% das pessoas que votam comigo também votam em Flávio Dino. Os eleitores já vinham me pedindo há muito tempo, e eu vinha amadurecendo essa ideia. E então tomei essa decisão de marcharmos juntos”, afirmou Marcos Caldas (de camisa polo na foto).
Já o deputado Lima Neto (de gravata na foto) disse que, por onde anda, o desejo de eleger Flávio Dino é muito grande. “Esse apoio apenas reflete a vontade popular”, afirmou.
Lideranças de Timon
Lideranças da cidade de Timon também estiveram reunidos nesta segunda-feira com Flávio Dino. Edivar Ribeiro (de camisa vermelha na foto), candidato a deputado estadual, afirmou que “Flávio é o caminho certo para fazer as grandes transformações e cuidar principalmente da segurança e da saúde”.

BATEU O DESESPERO!!! Difusora de Edinho Lobão divulga vídeo falso contra Flávio Dino

Site da Difusora divulga falso vídeo em sua página inicial
Site da Difusora divulga falso vídeo em sua página inicial
O site do Sistema Difusora de comunicação está exibindo na página inicial  vídeo com falsas acusações contra Flávio Dino.
O vídeo  com  depoimento de suposto criminoso, acusando Flávio Dino e outros integrantes da oposição de pertencerem a uma quadrilha que teria participado de  roubo a banco no interior do Estado, foi divulgado inicialmente no site do Jornal O Estado do Maranhão, da família Sarney e retirado do ar após a péssima repercussão da falsa denúncia.
Agora, o site da Difusora, que pertence a Edinho Lobão, está divulgando o vídeo, mesmo após a constatação de que é falso.
Edinho Lobão virou notícia nacional quando recebeu a maior multa do país por publicar propaganda irregular na TV Difusora. O TRE aplicou a ele multa de R$  200 mil . Agora, com a divulgação do vídeo falso,  Edinho dá mais uma vez a demonstração de que  é capaz de tudo para tentar ganhar a eleição.
Com a palavra, a Justiça Eleitoral.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Nada me impede de pedir votos para Flávio Dino, afirma Penaldon Jorge.

O ex-deputado estadual, Penaldon Jorge (PT do B), da coligação “Por um Maranhão mais forte” (PEN – PT do B – PSC – PMN e PHS),das bases de Lobão Filho.  Afirmou na noite de ontem, domingo 21, em comício no bairro de pacas a 6 km do centro da cidade de Pinheiro, que “nada o impede de pedir votos a Flávio Dino (PC do B) candidato ao governo do estado”.
Penaldon Jorge que participou de atividades ao lado de Dino no ultimo dia 18, nas cidades de Centro Novo e Maracaçumé.  Pediu apoio ao projeto de mudança política no Estado. “Precisamos eleger Flávio governador desse Estado. Não podemos mais admitir, já ajudamos o que pudemos o outro grupo. É hora do Maranhão se redescobrir, descobrir que faz parte de uma política ultrapassada”, disse Penaldon.
Disse a inda o ex-deputado que não tem nenhum vinculo empregatício com os Sarneys e de agora em diante pedirá votos abertamente ao seu amigo do curso de Direito.
Ele definiu Flávio como “agente transformador para esse povo que quer ver o Maranhão em uma outra posição”. “Precisamos que o Estado seja levado a nível nacional por motivos mais dignos, e não nas páginas policiais”, ressaltou.
Do: Vandorval com edições

‘NÃO É FUNÇÃO DA IMPRENSA INVESTIGAR’, DIZ DILMA

PADILHA FAZ CAMPANHA EM SANTO AMARO COM A PRESEN«A DE DILMA E HADDAD.
Presidente Dilma Rousseff “não reconhece” investigações da imprensa. Foto: Luiz Claudio Barbosa/Estadão Conteúdo
Brasília - A presidente Dilma Rousseff criticou ontem em Brasília os novos vazamentos de trechos dos depoimentos à Justiça do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, delator de esquema suspeito de pagamento de propinas na estatal. Após ver a Procuradoria-Geral da República lhe negar acesso ao conteúdo das declarações de Costa, a presidente disse que vai pedir ao ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, o compartilhamento das informações.
“Quero ser informada se no governo tem alguém envolvido”, disse Dilma, que reclamou do fato de detalhes dos depoimentos – inclusive nomes de envolvidos – terem “vazado” para os meios de comunicação.
Anteontem, o Jornal Nacional, da TV Globo, revelou que Costa teria admitido à Justiça o recebimento de R$ 1,5 milhão em propina na compra da refinaria de Pasadena, no Texas, nos Estados Unidos. Segundo o Tribunal de Contas da União (TCU), a operação resultou em um prejuízo de US$ 792,3 milhões para a Petrobras.
Questionada sobre o tema, Dilma argumentou que só pode confiar em informações oficiais: “Disse pra quem? Se você me disser para quem ele disse, quem disse e como é que disse, eu te respondo. Caso contrário…”, respondeu a presidente. “Eu não reconheço na imprensa o status que tem a Polícia Federal, o Ministério Público e o Supremo (Tribunal Federal). Não é função da imprensa fazer a investigação; a função é divulgar”, afirmou Dilma.
Desde o dia 29 de agosto, Paulo Roberto Costa está prestando uma série de depoimentos em um acordo de delação premiada no qual tem revelado suspeitas de crimes de pagamento de propina a dezenas de políticos, inclusive do PMDB e do PT, os dois principais integrantes da base aliada.
O caso corre em segredo de Justiça, mas alguns nomes começaram a ser veiculados em reportagens como tendo sido citados pelo delator. Dentre eles, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB); os presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL); os senadores do PP Ciro Nogueira (PI) e Francisco Dornelles (RJ); o líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ); os governadores do Ceará, Cid Gomes (PROS), e do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB); e os ex-governadores Sérgio Cabral (PMDB), do Rio de Janeiro, e Eduardo Campos (PSB), de Pernambuco, que morreu em um acidente aéreo no mês passado; além do tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto. Todos os supracitados negam as acusações e envolvimento com o ex-diretor da estatal.
“Quando sai uma denúncia na (revista) Veja, ou em qualquer outro jornal, eu não tomo nenhuma medida porque sou presidente da República. Não tomo medida baseada no ‘diz que disse’”, afirmou Dilma. “Não é possível que a Veja saiba de uma coisa e o governo não saiba quem está envolvido”, disse a presidente. De acordo com a petista, a veiculação de informações sigilosas compromete as provas das investigações. “Aí você investiga, o Ministério Público denuncia e não pode ser condenado porque a prova ficou comprometida”, disse Dilma. (Ricardo Della Coletta e Tânia Monteiro/AE)

Madrugada de terror: bandidos tocam fogos em veículos em São Luís

10715828_708446092567906_328065296_n (1)

Madrugada de terror em São Luís. Há pouco, diversos veículos foram incendiados por criminosos na garagem da Secretaria de Segurança Pública, localizado no bairro da Radional. No momento, o Corpo de Bombeiros tenta controlar o incêndio.
Internautas fazem relatos de tiroteios, sirenes ligadas e ataques nos quatro cantos da capital. Segundo as primeiras informações, bandidos armados atearam fogo na garagem da empresa de ônibus Gonçalves.
1492273_888133557865295_2789588965863087386_o
Por volta das cinco da manhã, uma concessionária de veículos usados também foi atacada pelos incendiários na Avenida dos Africanos.
Nas mensagens divulgadas pelas redes sociais, detentos da Penitenciária de Pedrinhas prometem atacar lojas e shoppings, caso os ônibus sejam tirados novamente de circulação.
10348456_602504813205402_6030600317114330855_n

domingo, 21 de setembro de 2014

Até pesquisa dos Sarney mostra vitória de Flávio Dino no 1º turno

ibope
G1 Maranhão
Pesquisa Ibope divulgada neste sábado (20) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para o governo do Maranhão:
Flávio Dino (PC do B) – 48% das intenções de voto
Lobão Filho (PMDB) – 27%
Outros – 1%
Branco/nulo – 8%
Não sabe/não respondeu – 16%
No levantamento anterior, no dia 6 de setembro, Flávio Dino tinha 42% e Lobão Filho, 30%.
A pesquisa foi encomendada pela TV Mirante.
Rejeição
A pesquisa aferiu a taxa de rejeição de cada um dos candidatos, isto é, aquele em quem o eleitor diz que não votará de jeito nenhum. Confira abaixo:
- Lobão Filho: 31%
– Flávio Dino: 13%
– Os demais candidatos apresentam índices que variam entre 6% e 10%.
Poderia votar em todos: 9%
Não sabe ou não respondeu: 38%
A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levada em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.
A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) sob o número MA-00052/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob protocolo No BR-00696/2014.

sábado, 20 de setembro de 2014

Momento de Reflexão do Eleitor


Caro amigo eleitor, teremos a partir de agora um momento de reflexão. Primeiramente nos perguntamos. Qual a força do nosso voto? Quais os requisitos que o candidato deve preencher para conquistá-lo? Temos mesmo como mudar o Brasil, só com o sufrágio? Ainda podemos confiar em nossos candidatos? Porque, ainda o dinheiro fala mais alto em uma campanha eleitoral, se a eleição tem de ser democrática? Podemos dizer que o povo, uma boa parte, não sabe votar? O voto de cabresto existe, ou se não, influência em uma eleição?
Perguntas estas, que serão respondidas a partir de agora:
O poder do voto é impressionante e inexplicável. Seu poder é tão valioso que atinge a sociedade de maneira tão confusa e tão desequilibrada, que chegamos ao ponto, nos cidadãos, de discutirmos sobre ele. Levamos essa discussão pra casa com a família, para as escolas, para com os amigos, entrando em assuntos que podem ser construtivos ou não para o Brasil. Será que é porque ele tem sua forma democrática que devemos amá-lo, ou odiá-lo!
Sabemos que existem vários tipos de candidatos, os que dão uma de bom moço, cuidando de você, de sua saúde, mas por trás do seu comportamento aparentemente correto, observamos outra roupagem outro ultraje em seu rostinho carismático e ao mesmo tempo maquiavélico, estampado em carros e outdoors. “Esses são os verdadeiros lobos vestidos em pele de cordeiro”.
Outros são os pára-quedistas ou forasteiros, caem do céu, em cima de você, com sacos e sacos de dinheiro para tentar manipular, enganar o povo em seu momento de fraqueza, desânimo, para com o descaso com nossa política. Chegam logo, com a maior cara de pau em nossa cidade sem nem ter um serviço prestado e vão logo chamando uns loucos por dinheiro para apoiá-los, oferecendo mil e fundos. Esses cabos eleitorais ou lideres, eram pelos para ter a consciência de dar um mínimo de satisfação ao eleitor; Qual a árvore genealógica do seu candidato? De onde veio? Quais suas propostas para a nossa cidade? Já tem algum serviço prestado a ela? Perguntas estas, que seu cabo eleitoral ou líder, acho que nem sabe responder.
Ou será que após eleição, eleito, evapora-se!
Desta forma, criamos ou simulamos nosso candidato, não ideal claro, mas perto de um cidadão com visão direcionada ao povo brasileiro.
Nós eleitores sabemos e temos a consciência que o sufrágio, o poder do voto supera qualquer coisa. Por isso, devemos sabê-lo usá-lo, com muita autoridade e cautela.
Nosso País passa por um total bombardeio de corrupção, noticias e noticias sendo diariamente mostradas nas mídias. Por tais fatos, corruptivos, que nos leva ainda a desacreditar em uns ou outros candidatos. Mas não devemos desanimar, temos um grande poder em nossas mãos, juntos somos invencíveis, e sim, podemos mudar a história do Brasil. Ocorre que ainda boa parte do eleitorado, ainda não sabe o poder que eles tem em mãos. Pessoas que só votam por algum retorno indireto ou direto. Um exemplo é de um caro amigo, que precisava de uma ajuda em uma eleição. Perguntaram-lhe: Queres 200 reais para adesiva seu carro e no dia da nossa carreata ainda ajudamos com o combustível. E se ganharmos seu emprego está garantido. E ele responde: Sim, mas tá certo mesmo! >>> Compadre é certo, pode confiar, seu emprego é certo. E ainda vou efetivá-lo. Após eleição, nem mel, nem cabaça. É a realidade de boa parte dos nossos políticos brasileiros.
E ainda tem o voto de cabresto! Que o eleitor é domado e humilhado, sem poder até mesmo dizer assim: Meu prefeito tem um candidato da minha família, posso votar nele? Se contestar já sabe!
cabresto pode ser usado de várias formas. Citarei algumas: Um empresário de nossa cidade foi proibido de estacionar seus carros de pequeno e grande porte em frente a sua empresa, este sendo questionado por tais autoridades de trânsito, disse-lhes que não tinha como não pará-los lá, por que tinha de carregar e descarregar seu material. Conversa vai e conversa vem e a autoridade, interroga-lhe: Você tem um murro enorme ai, gostaria de mandar pintar com o nome do nosso candidato? Posso sim, o empresário responde. E depois pergunta-lhe: Como fica os meus carros estacionados na avenida? A autoridade responde: Que carros!!!!!!  É meu povo, isso é a nossa política brasileira;;;
Ainda tem o cabresto do santinho, que o prefeito da cidade distribui para seus funcionários. Ele já vem tudo certinho, Dep. Estadual n°00000, Dep. Federal n° 0000, Senador n° 000, Governador n° 00, Presidente n° 00. É a maneira de manipular e casar o voto dos candidatos. Por isso, que se elege candidatos que você numa imaginava que tinha voto em sua Cidade.
Essas são algumas formas deste voto arcaico e desumano, que ainda faz parte da politicagem do nosso País.

É essa a política que devemos combater, não desistindo do Brasil, com nossa ideologia de mudança e esperança de um Brasil melhor.
Por: Marco Aurélio Soares

Thaiza Hortegal se mobiliza para viabilizar a instalação de uma unidade do Iema em Pinheiro A deputada Thaiza Hortegal busca viabilizar uma unidade do Iema para o município de Pinheiro, com ensino médio em tempo integral e cursos profissionalizantes. “A cidade está sendo referência para estudantes na região por causa da diversidade de instituições de ensino superior que têm surgido, tanto públicas quanto privadas, além do crescimento econômico que vem apresentando, com a chegada de grandes empreendimentos, como foi o Mix Mateus e outros que estão por vir, e que demandarão pessoal qualificado”, explicou a parlamentar. A deputada progressista ressaltou o papel importante do Iema em outras regiões, agregando cursos profissionalizantes que viabilizam a inserção de jovens no mercado de trabalho após a conclusão do ensino médio, e a necessidade da abertura de novas vagas para alunos. “Vamos precisar de mão-de-obra qualificada diante do crescimento que temos percebido em Pinheiro. Além disso, precisamos abrir mais vagas para o ensino médio, porque temos identificado um crescimento de ingressantes neste nível escolar ao longo dos anos. Portanto, precisamos nos preparar, e com uma unidade plena do Iema, nossos estudantes terão, além de uma excelente estrutura, uma instituição de referência”, destacou Dra. Thaiza.

Thaiza Hortegal se mobiliza para viabilizar a instalação de uma unidade do Iema em Pinheiro A deputada Thaiza Hortegal busca viabilizar...