quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

MEC libera a consulta às notas das quatro provas do Enem 2016


As notas com os resultados individuais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 foram divulgadas nesta quarta-feira (18). Para ter acesso, o estudante precisa digitar CPF e senha no site http://enem.inep.gov.br/participante.
Os candidatos podem conferir as notas de cada uma das quatro provas – ciências humanas, ciências da natureza, linguagens e matemática – e da redação. Para fazer a consulta, o participante deve fazer login no site do Enem com dados pessoais e senha. Quem perdeu o código pode resgatá-lo no botão ‘esqueci minha senha.’
Usos das notas do Enem
As notas do Enem podem ser usadas para disputar vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificado (Sisu). As datas de inscrições para a edição do primeiro semestre de 2017 devem ser divulgadas nesta quarta. Estudantes que fizeram qualquer uma das três edições do Enem realizadas em 2016 poderão concorrer a vagas pelo sistema.
Em seguida ao Sisu, o MEC abre inscrições para o processo seletivo do Programa Universidade para Todos (Prouni), que oferece bolsas de estudo na rede privada, a partir do desempenho no Enem e da situação socioeconômica do candidato.
Com a nota do Enem, também é possível participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Ainda não há datas para abertura de inscrições em ambos os programas.
Candidatos com mais de 18 anos podem ainda usar o Enem para receber a certificação do ensino médio.

Reportagens exibem o ‘antes e depois’ da Penitenciária de Pedrinhas; Confira...

Uma série de reportagens da TV Difusora, filiada ao SBT no Maranhão, intitulada “Segurança – Estado de Direito” mostra o passado e o presente da Penitenciária de Pedrinhas e comprova os grandes avanços no local.
Além do passado de carnificina que já não existem mais, a matéria exibe os ganhos tecnológicos no Complexo que beneficiaram a revista e a segurança; Destaca, ainda, a diminuição no défice de vagas, e as ações no processo de ressocialização por meio de oficinas de trabalho. Acompanhe abaixo os três vídeos:
VÍDEO 01:  A primeira reportagem da série “Segurança- estado de direito”, mostrou um raio X do Complexo Penitenciário São Luís.  O repórter Olavo Sampaio, da TV Difusora, visitou a unidade prisional e relatou as mudanças com relação à segurança no local.
VÍDEO 02: Na segunda reportagem da série: “Segurança- Estado de Direito”, mostra a situação atual do sistema carcerário do Maranhão. O Complexo hoje, abriga seis unidades: antigas PP, CADET, CCPJ e CDP (TRIAGEM) deram lugar as UPSLs, além do Presídio feminino (PP – UPSL1). São quase 3.500 internos, instalados num local que tem capacidade para pouco mais da metade – um excedente de 55%.
VÍDEO 03: A terceira reportagem exibe o processo de ressocialização dos detentos, a gestão prisional criou mais de 70 oficinas de trabalho, e nelas inseriu mais de 1.500 internos em ações de trabalho e renda nas fábricas de blocos de concreto, padarias, malharias, fábricas de vassouras de garrafas pet, fábricas de chinelos, dentre várias outras.

PINHEIRO RESPIRA TRABALHO, PARA TODO LADO TEM EQUIPE DA PREFEITURA TRABALHANDO

Uma administração que avança a cada dia. Com apenas 17 dias no comando do município de pinheiro, o prefeito Luciano Genésio vem mostrando que quer realmente transformar a cidade de pinheiro na princesa da baixada.
Não será fácil, mas sua coragem de enfrentar os desafios é maior que qualquer obstáculo. O prefeito na sua trajetória politica, mostrou que a perseverança é uma das maiores virtudes do ser humano, e é com esse sentimento que ele quer construir uma nova história.
Nesses primeiros dias da sua administração Pinheiro vem se transformando no verdadeiro canteiro de obra, a recuperação da velha Rodoviária hoje já e uma realidade o meio fio da Rua Grande passa por uma transformação, a praça do centenário também está recebendo melhorias, tudo isso para que tenhamos dias melhores na nossa cidade.
Mas o prefeito Luciano Genésio não trabalha só, além de sua equipe de secretários, seu irmão Lúcio André é outra pessoa que está ajudando incansavelmente a fiscalizar as obras de melhorias e transformação na nossa esperada princesa da baixada.
Do: Welligton Sergio
llllll lllll

Governador Flávio Dino entrega 18 novos ônibus escolares para beneficiar estudantes maranhenses


Governador Flávio Dino entregou 18 novos ônibus nesta terça-feira (17). Foto: Karlos Geromy/Secap
Milhares de estudantes maranhenses serão beneficiados com a frota de ônibus novos distribuídos pelo Governo do Estado aos municípios. A medida integra a política de investimentos na área da Educação desenvolvida pelo Governo e que contempla, prioritariamente, regiões antes esquecidas por gestões anteriores. Os novos ônibus foram entregues em solenidade, no Palácio Henrique de La Roque, nesta terça-feira (17), pelo governador Flávio Dino com presenças de prefeitos contemplados, secretários de Estado e autoridades políticas. Foram 18 ônibus, totalizando 64 distribuídos pelo Governo às cidades do interior. O governador anunciou ainda mais 20 ônibus escolares para o interior do estado ainda neste semestre.
A melhoria do transporte escolar na zona rural dos municípios é uma prioridade da gestão, pontuou o governador Flávio Dino. “São medidas necessárias, pois o Maranhão é muito grande, são muitos povoados populosos e desassistidos, onde estudantes sofrem há décadas com a falta de transporte escolar adequado. É uma política continuada para que nossos alunos tenham acesso à educação, e, com isso, fortalecemos o apoio aos municípios”, disse Flávio Dino. O governador ressaltou, ainda, a parceria com o Governo Federal, por meio do Fundo Nacional Desenvolvimento da Educação (FNDE), que possibilitou a aquisição dos ônibus. Os demais ônibus anunciados pelo governador na ocasião são fruto de recursos próprios do Estado.
Nesta etapa o governo priorizou municípios de menor índice de desenvolvimento humano, com zona rural extensa, de grandes distâncias entre sede e povoados, e com maiores problemas no setor de transporte escolar. Somente neste mês de janeiro foram entregues 19 ônibus. Além dos 18 veículos doados às prefeituras nesta terça, no último dia 7 o governo entregou um ônibus escolar à prefeitura de Colinas. Antes disso, em outubro do ano passado, foram entregues 45 ônibus. Um deles em Brejo de Areia e os outros 44 entregues aos municípios durante evento em São Luís. Ao todo, até agora, foram 64 novos ônibus entregues. “Essa política do Governo, de apoio ao transporte escolar, que é de responsabilidade dos municípios, faz parte de um projeto macro pela melhoria da educação. Essa política da garantia da qualidade e segurança na educação dos maranhenses será permanente”, enfatizou o secretário de Estado de Educação (Seduc), Felipe Camarão.

Governador Flávio Dino entregou 18 novos ônibus nesta terça-feira (17). Foto: Karlos Geromy/Secap
Em alguns municípios, os veículos são os primeiros já recebidos para o transporte escolar. É o caso da cidade de Cajapió, que nunca havia sido beneficiada com ações deste tipo. O prefeito da região, Marconi Pinheiro, ressaltou o significado dessa doação. “Nosso município é muito carente e deficitário na área educacional. Na gestão anterior nunca fomos contemplados e essa entrega do governador Flávio Dino é a continuidade à nova era que se instaurou no município. Esse ônibus será de uma importância imensa e de grande utilidade para nossos alunos”, frisou.
“O veículo atenderá povoados nos quais os alunos precisam de acesso e não tinham. Os que já foram doados a nossa cidade estão sucateados pelo tempo e uso e este veículo novo será de muita utilidade. Nos ajuda bastante”, ressaltou a prefeita de Cururupu, Rosária de Fátima Chaves. O prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Silva, avaliou a entrega como a efetivação da parceria que o Governo do Estado vem estabelecendo com os municípios. “Simboliza o compromisso e a prática de parceria do Governo com os gestores municipais. É um fator de inclusão social por garantir o acesso de muitas crianças e jovens à escola e esse ônibus caracteriza o esforço de todos nós pelo desenvolvimento do Maranhão tendo como foco a educação”, enumerou.
Estiveram presentes à solenidade o vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro; o primeiro vice-presidente da Câmara Federal, Waldir Maranhão; chefe da Casa Civil do Governo, Marcelo Tavares; secretário de Estado de Comunicação e Assuntos Políticos (Secap), Márcio Jerry e demais secretários de Estado; o presidente da Fapema, Alex Oliveira; deputados estaduais e federais; e representantes de instituições.
Apoio à educação

Governador Flávio Dino entregou 18 novos ônibus nesta terça-feira (17). Foto: Karlos Geromy/Secap
O Governo do Estado prossegue as ações de apoio aos municípios na Educação. Recentemente, o Governo, por meio da Seduc autorizou a liberação dos recursos do FNDE para recebimento direto dos gestores. Na atual modalidade, o Governo Federal repassa aos estados que, por sua vez, repassam aos municípios. O valor do FNDE corresponde a R$ 148 por aluno. Paralelamente, a gestão estadual criou o Programa Estadual de Apoio ao Transporte Escolar (PEATE), no valor de R$ 200 por aluno e que complementa o recurso federal recebido pelas prefeituras.
Somado a estas medidas, o governo Flávio Dino executa um conjunto de programas e ações que fortalecem e tornam possível a educação para milhares de crianças, jovens e adultos. Nesta lista está o programa ‘Escola Digna’, que constrói escolas de alvenaria em lugar das unidades de taipa e palha. Nesta gestão, professores, pais e alunos tiveram garantido o direito de escolher seus gestores escolares por eleição direta, devido medida pioneira do governador Flávio Dino.
Professores tiveram incremento salarial, progressões e promoções que alcançaram mais de 11 mil profissionais. A criação de unidades de educação como a rede Iema – Instituto de Educação do Maranhão e a Uemasul – Universidade Estadual do Maranhão do Sul e uma série de ações parceiras com os municípios integram o pacote pela educação de mais qualidade no Estado.

Governador Flávio Dino entregou 18 novos ônibus nesta terça-feira (17). Foto: Karlos Geromy/Secap

Waldir Maranhão um dos fortes nomes ao senado em 2018

O deputado federal Waldir Maranhão (PP) anunciou sua pretensão de disputar uma das duas vagas ao Senado pelo Maranhão nas eleições de 2018. O nome de Maranhão é figura recorrente na lista dos cotados e com grandes possibilidades de vitória. Os deputado Zé Reinaldo (PSB), Eliziane Gama (PPS), Weverton Rocha (PDT) manifestaram os mesmos planos que Maranhão. O nome desgastado da ex-governadora Roseana Sarney também tem sido bafejado na disputa pelas duas vagas, bem como do suplente de senador Lobão Filho (PMDB) e o atual senador João Alberto (PMDB).
“A minha disposição é essa: disputar o Senado. Vou tentar mostrar que sou viável na base”, afirmou Maranhão em entrevista à Agência Estado. Ele disse que espera compor a chapa do governador Flávio Dino (PCdoB) na renovação do mandato por mais quatro anos.
“Dei minha contribuição ao Parlamento, ainda que tenha cometido equívocos”, reconheceu Maranhão. Para o deputado o tempo vai mostrar que o país saiu da crise a partir do impeachment manifestado pelos integrantes da Casa. “Sou produto do povo, sobretudo, do povo mais pobre”, se auto define o deputado.
Com a decepção do povo Maranhense com o Senador licenciado Roberto Rocha, que agora vive em namoro com o resto do clã Sarney, o Governador Flávio Dino vai buscar entre os pré-candidatos dois para declarar apoio. Como o mandato de Senador é de 8 anos, Rocha ainda dispõe tranquilamente de mais seis anos, nesse meio tempo, o que tudo indica, baseado nos seus movimentos políticos recentes, ele pretende se lançar como opção da família Sarney ao governo do Estado.

Enfraquecidos, deputados federais disputarão assento na Assembleia Legislativa em 2018

Do: Domingos Costa

Eliziana Gama, Alberto Filho, Victor Mendes e Zé Carlos: Da Câmara para a Assembléia…
Ontem, segunda-feira (16), o blog trouxe em primeira mão que “quatro deputados estaduais devem concorrer a Câmara Federal em 2018“, e hoje, o post aborda a situação de outros parlamentares no caminho inverso.
Dos 18 deputados federais do Maranhão, ao menos quatro deverão disputar cadeira na Assembleia Legislativa do Maranhão na próxima eleição estadual. Desses, três já passaram pelo Palácio Manuel Beckman.
Em todos os casos, a perda de bases eleitorais e o enfraquecimento político resultante da eleição municipal de 2016 são fatores preponderantes para a mudança de plano dos parlamentares.
A deputada federal Eliane Gama (PPS), por exemplo, saiu bem menor que entrou da disputa pela prefeitura de São Luis, ano passado. Incerta da reeleição na Câmara Federal, ela deverá disputar uma das 42 cadeiras do parlamento maranhense, onde possui maiores chances de tentar ressurgir politicamente.
Filho do ex-prefeito de Bacabal, Alberto Filho (PMDB) foi rebaixado a condição de primeiro suplente de federal por decisão da Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e diante da pouquíssima influência em Brasília, não tem alternativa senão aventurar uma vaga na Assembléia em 2018. Vale lembrar que o deputado ocupa vaga na Câmara somente porque o titular do assento, Sarney Filho (PV), está no Ministério do Meio Ambiente.
Victor Mendes, do PSD, é outro que terá de mudar os planos. Com a derrota do pai, Filuca Mendes, que perdeu a prefeitura de Pinheiro, a possibilidade de reeleição do jovem é quase nula. Enfraquecido não somente na baixada maranhense, como em todo o Estado, o deputado sarneysista tentará retornar ao plenário Nagib Haickel. E não será fácil!
E por fim, o petista Zé Carlos. Com o PT em decadência, Brasília tornou-se um projeto inviável para o ex-superientende da Caixa Econômica Federal. O deputado de atuação mediana na Câmara, tem chances reais em 2018 de retornar ao parlamento maranhense, e evitar assim, a aposentaria antecipada de cargos eletivos.

Alunos do Curso de Formação de Soldados do 10º BPM de Pinheiro participarão de Ação de Doação de Sangue

Alunos do Curso de Formação de Soldados e demais policiais e oficiais do 10º Batalhão de Policia Militar de Pinheiro participarão na primeira semana de fevereiro de uma ação coletiva de doação de sangue  com o objetivo de aumentar o estoque de sangue do Hemonúcleo de Pinheiro para o período carnavalesco. As coletas serão realizadas no próprio quartel, localizado no Bairro João Castelo. 
Para tratar dos detalhes da ação, a biomédica Camila Froes esteve reunida ontem (terça-feira 17) com o sub comandante do 10º BPM, Major Fábio - foto.
O sub comandante contou que a iniciativa de realizar a ação surgiu após saber sobre o volume de material armazenado no Hemonúcleo é baixo. 
"Nós soubemos que estoque de sangue é baixo e a procura do material neste período carnavalesco é grande e por isso vamos  convocar os nosso colegas  policiais para doar. Vamos convocar também a comunidade local para participar da ação", enfatiza o sub comandante. 
Esta será a primeira ação coletiva que será promovida pelos militares neste ano. No inicio de novembro de 2016 uma ação envolvendo policiais do batalhão de Pinheiro aconteceu na sede do Hemonucleo, onde foram coletadas mais de 60 bolsas. 
Para aqueles que pretendem doar sangue é necessário apresentar documento válido em todo o território nacional, com foto, ter peso acima de 50 kg, e idade entre 18 e 69 anos. Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos, com o consentimento formal do responsável legal.
Recomendações aos doadores: 
Nunca vá doar sangue em jejum.
Faça um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior à doação.
Não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores.
Evitar fumar por pelo menos 2 horas antes da doação.
Evitar alimentos gordurosos nas 3 horas antecedentes à doação.
Interromper as atividades por 12 horas as pessoas que fazem práticas como: pilotar avião ou helicóptero, conduzir ônibus ou caminhões de grande porte, subir em andaimes e praticar paraquedismo ou mergulho.

Vacinação contra raiva animal em cães e gatos será realizada neste final de semana


Será realizada em Pinheiro no próximo sábado 21 uma campanha de vacinação  para cumprimento de meta do governo federal, já o município não participou da Campanha Nacional que aconteceu no segundo sementes de 2016.  

Segundo a responsável do Serviço de Vigilância Epidemiológica de Pinheiro, enfermeira Ana Letícia Cordeiro,foto, a adesão da população às Campanhas de Vacinação contra Raiva tem mantido o município livre da raiva em humanos e em cães e gatos.

“Embora a raiva esteja controlada nessas espécies, isso não nos isenta da vacinação anual que, além de obrigatória por lei, é o fator de maior relevância para garantir a manutenção de controle da raiva nas populações de cães e gatos e por consequência para a população humana”, disse a enfermeira.


Veja os pontos de vacinação:

Praça de Pacas
Praça dos Moraes
Praça São José
Bairro Kiola Sarney – prédio da Sucam
Praça João castelo
Praça Cohab
Praça Pedro Lobato
Praça São Benedito
Quinta da Boa Vista
Praça da Liga
Praça Santa Luzia
Praça Santa Terezinha (antigo Matadouro)
Obelisco
Ilha de Leonor
Bairro do Campinho
Praça do Centenário
Bairro Dondona Soares
Bulabina

Informações úteis:  
·         A partir dos três (03) meses de idade, cães e gatos devem ser vacinados contra raiva todos os anos;
·          Cães e gatos não devem ter livre acesso à rua;
·          Ao sair com animal mantenha-o sob controle, utilizando coleira e guia;
·          Nunca provoque um animal;
·          Não toque em animais estranhos, feridos ou que estejam se alimentando;
·          Não aparte brigas entre animais, nem mexa com fêmeas e suas crias

Em caso de acidentes por mordedura ou arranhadura de cães e gatos:
1.    Lavar o ferimento com água e sabão e procure orientação médica;
2.    Identifique o animal agressor e seu proprietário;
3.    Caso o cão ou gato for conhecido, observar o animal por 10 dias;
4.    Caso o animal não tenha dono, desapareça, adoeça ou morra, procure imediatamente orientação com o Serviço de Vigilância Epidemiológica de Pinheiro, localizado no Bairro Kiola Sarney. 

sábado, 14 de janeiro de 2017

Apreensão do carro por IPVA atrasado em blitz é ilegal e pode gerar indenização


A irregularidade no pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), cobrado anualmente em todo o país, não pode ser motivo exclusivo para apreensão de veículos. E mais: advogados consideram que, dependendo da situação, a apreensão pode até gerar direito à indenização para o proprietário do carro. O especialista em Direito Público Luiz Fernando Prudente do Amaral explica que “a prática de confiscação dos veículos em blitz por causa do atraso do IPVA tem aumentado em todo o Brasil”. 

No entanto, o advogado considera que a apreensão exclusivamente devido ao tributo atrasado é inconstitucional. Para Amaral, é possível recorrer a outras formas de cobrança do imposto, sem precisar ofender o direito à propriedade, garantido pela Constituição Federal. “O Estado não pode executar de ofício, isto é, sem o Judiciário, o débito que o contribuinte tenha”, afirma o advogado. Ele explica que o Supremo Tribunal (STF) Federal já tomou decisões no sentido de que o Estado não pode fazer apreensão de bens para cobrar dívidas tributárias.

Contudo, as decisões se referem a questões comerciais, por isso o entendimento de que isso se aplicaria ao IPVA não é pacificado. Indenização. A possibilidade de indenização ocorreria pelo abuso de autoridade nos casos em que a apreensão do veículo ocorrer exclusivamente por falta de pagamento do IPVA. O artigo 37 da Constituição, parágrafo 6º, define que “as pessoas jurídicas de direito público e as de direito privado prestadoras de serviços públicos responderão pelos danos que seus agentes, nessa qualidade, causarem a terceiros”. Para o advogado Gustavo Perez Tavares, com base nesse trecho da Constituição, caberia ao Estado indenizar o particular afetado pelos atos de seus agentes. Segundo Tavares, seria necessária, ainda, a comprovação dos prejuízos que o proprietário do carro teve devido à sua apreensão, com a apresentação de recibos de táxi. Profissionais que utilizam o carro para trabalhar, como taxistas ou entregadores têm mais facilidade para fazer essa comprovação. O tributarista Carlos Eduardo Pereira Dutra explica que “existe uma relação de causa e efeito entre a falta de pagamento do IPVA e apreensão do veículo”.

O Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CLRLV), conhecido como licenciamento, é obrigatório para o livre tráfego ao veículo, e a liberação desse documento ocorre apenas após a quitação de todas as dívidas perante o departamento de trânsito, inclusive o IPVA. Conforme o Chefe da 1ª Ciretran, Valmir Moreschi, os agentes do Detran do Paraná não apreendem veículo por atraso de IPVA, mas sim pela falta de documento de licenciamento, que é o único de porte obrigatório para evitar a apreensão o veículo. Em caso de apreensão do carro, de acordo com as normas do Detran, é necessário que o motorista vá até o pátio onde o veículo está apreendido, portando o Certificado de Registro do Veículo (CRV) em branco e Certificado de Registro de Licenciamento Veicular atual. Para isso é preciso portar RG, CPF e estar com o IPVA, licenciamento e DPVAT em dia e outros débitos, caso haja. São cobrados o valor da estadia e da taxa de remoção. Após 60 dias, se não houver manifestação e quitação dos débitos do proprietário o veículo será conduzido para leilão. Conforme o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran), Curitiba tem atualmente 6 mil veículos apreendidos e a maioria é por atraso do licenciamento e alteração de caraterísticas do veículo. Fonte: Jornal Gazeta do Povo.
Fonte: Feira 24 horas

Os preços médios da gasolina, diesel e etanol subiram na semana encerrada nesta sexta-feira (13) e atingiram valores maiores do que os registrados pelos três combustíveis ao longo de todas as semanas do ano passado. Os dados são de levantamento divulgado nesta sexta-feira (6) pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que monitora semanalmente os preços dos combustíveis no país.
O preço médio da gasolina no Brasil subiu pela segunda semana consecutiva e atingiu R$ 3,773 nesta sexta-feira (13). Na semana, a alta foi de 0,29% e o aumento acumulado em 2017 é de 0,48%.
Nesta quarta-feira (11), durante a divulgação da inflação oficial no país em 2016, técnicos do IBGE disseram que a alta do combustível deve pressionar a inflação de janeiro.
O valor médio do diesel atingiu R$ 3,085 por litro no país, uma alta de 1,28% na semana. Já etanol subiu 1,75%, para R$ 2,913, de acordo com dados da ANP.
Os dados da ANP mostram que o reajuste da gasolina ganhou fôlego a partir de dezembro do ano passado, quando a Petrobras aumentou o preço da gasolina nas refinarias. Apenas em sete semanas, o valor do combustível subiu 2,95%. Em todo o ano de 2016, o preço da gasolina se apreciou 3,3%, abaixo da inflação.
Para chegar ao preço médio da gasolina, a ANP consultou 5.667 postos na semana. Para registrar o preço do etanol e do diesel, a agência procurou 5.092 e 3.535 postos de combustível, respectivamente.
Desde outubro a Petrobras pratica uma nova política de definição de preços dos combustíveis, com reuniões mensais para definir os valores da gasolina e do diesel cobrados nas refinarias. Na última reunião, realizada no dia 5, a Petrobras aumentou o preço do diesel e manteve o da gasolina.
Em dezembro, a Petrobras aumentou o preço do diesel e da gasolina. Nas reuniões anteriores, em outubro e novembro, a estatal reduziu os preços.
Os preços variam muito de um estado para o outro. Em 15 estados brasileiros o valor da gasolina subiu nesta semana. Em outras 11 unidades da federação o preço caiu e em uma ficou estável.
Veja o preço da gasolina por estado e sua variação semanal
Acre: R$ 4,232, alta de 0,02%
Alagoas: R$ 3,733, preço estável
Amapá: R$ 3,759, queda de 1,73%
Amazonas: R$ 3,991, queda de 0,05%
Bahia: R$ 3,725, queda de 0,75%
Ceará: R$ 3,978, queda de 0,05%
Distrito Federal: R$ 3,701, queda de 0,62%
Espírito Santo: R$ 3,772, alta de 0,86%
Goiás: R$ 3,906, alta de 0,08%
Maranhão: R$ 3,615, alta de 0,14%
Mato Grosso: R$ 3,783, alta de 0,03%
Mato Grosso do Sul: R$ 3,703, alta de 1,15%
Minas Gerais: R$ 3,847, alta de 0,52%
Pará: R$ 4,104, alta de 0,27%
Paraíba: R$ 3,589, queda de 0,66%
Paraná: R$ 3,679, queda de 0,41%
Pernambuco: R$ 3,487, queda de 1,83%
Piauí: R$ 3,658, alta de 0,44%
Rio de Janeiro: R$ 4,077, alta de 1,34%
Rio Grande do Norte: R$ 3,910, queda de 0,41%
Rio Grande do Sul: R$ 3,906, queda de 0,08%
Rondônia: R$ 4,002, alta de 0,78%
Roraima: R$ 3,888, alta de 0,10%
Santa Catarina: R$ 3,702, alta de 0,87%
São Paulo: R$ 3,630, alta de 0,69%
Sergipe: R$ 3,740, queda de 0,08%
Tocantins: R$ 3,843, alta de 0,13%
Fonte G1