IPVA + MOTO LEGAL

IPVA + MOTO LEGAL

sábado, 18 de novembro de 2017

Achado macabro em Pinheiro

Foi encontrado ontem um corpo no Povoado Montes Claros, em avançado estado de decomposição e pode ser do jovem Matheus, conhecido como Matheuzinho, pinheirense que estava desaparecido, resgatado pelos bombeiros o corpo foi trazido para o hospital Antenor Abreu de onde ja foi enviado para o IML em São Luis, para identificação, mas segundo noticias que que correm nas redes sociais teris sido morto com um tiro na cabeça e a familia ja teria reconhecido pelas roupas, mais informações assim que forem confirmadas.




Pegadores ou pegadinha?

Muitas coincidências e dúvidas colocam em xeque Operação da PF no Maranhão
Sobram esquisitices na Operação “Pegadores”, deflagrada ontem pela Polícia Federal. Vamos a algumas:
Se a contratação da empresa ORC Gestão e Serviços Médicos, que antes chegou a ser uma sorveteria, ocorreu no âmbito da empresa terceirizada, prestador de serviço, por qual motivo no trecho da página 27 da decisão judicial, que desencadeou a 5ª fase da Operação Sermão aos Peixes consta que a Secretaria de Estado da Saúde contratou a empresa?
Veio à tona hoje que em outubro de 2013, a empresa alterou a denominação para Ágora Empreendimentos Educacionais Ltda. Mas, durante a coletiva, na quinta-feira, 16, o delegado da PF, Wedson Cajé Lopes, diz que “uma empresa que era sorveteria até fevereiro de 2015, foi transformada da noite para o dia – se tornou ORC Empresa de Gestão e Serviços Médicos”.
Com tantas contradições é inevitável perguntar. A operação é “Pegadores” ou “Pegadinha”…

Waldir Maranhão visita Povoado Cutia

Waldir Maranhão é recebido com festa pelos moradores do Povoado Cutia em Penalva

O deputado federal Waldir Maranhão foi recebido com festa no Povoado Cutia no município de Penalva nesta sexta-feira (17). O parlamentar esteve no povoado para o início das obras dos Diques da Produção acompanhado do secretário de Estado do Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, prefeito Ronildo Campos, vereadores, lideranças políticas e toda a comunidade.

"Parabenizo mais uma vez o governador Flávio Dino por este trabalho social que está alcançando toda a baixada maranhense, além da contenção de água dos campos, os diques representam uma alternativa para os produtores dentro da agricultura familiar, contribuindo assim, para o crescimento econômico e a justiça social", declarou o deputado federal Waldir Maranhão.

Chico Pinheiro, no Bom Dia Brasil: “Não é fácil desmontar esquemas depois de anos e anos de corrupção”



Após a divulgação da reportagem sobre a “Operação Pegadores” no Bom Dia Brasil, o jornalista Chico Pinheiro desmontou os vocíferos do Clã Sarney com uma única frase. “Não é fácil desmontar esses esquemas depois de anos e anos de corrupção”.


Chico deixou claro que os problemas da estrutura viciada das OSCIPs foram deixados pelos governos oligarcas. E claro que não se desmonta esquemas estruturados como estes de uma hora para outra. E não se limpa uma secretaria de saúde, que não pode parar, de uma vez só.

Lógico que ainda existiam pessoas e pode ser que ainda existam os que tentam burlar o sistema para se dar bem.

Importante acabar, de imediato, com todas as terceirizações na saúde, fazendo com que a EMSERH assuma a gestão de todas as unidades hospitalares.

Essas terceirizações dão margem para que políticos terminem fazendo algum tipo de ingerência e indicando cabos eleitorais e apadrinhados, por exemplo, para receberem sem trabalhar (os chamados fantasmas), sem que o secretário tenha conhecimento desse tipo de esquema.

Temos visto que a cada revelação desses ilícitos, o governo tem agido no sentido de encerrar contratos com terceirizadas denunciadas pela PF, fazendo as devidas correções no sistema e expurgando corruptos da estrutura de governo.



formações da PF sobre sorveteria são falsas

A saúde do Maranhão não teve sorveteria como prestadora de serviços hospitalares, pelo menos, a partir de janeiro de 2015. A razão é simples: desde 4 de outubro de 2013 a empresa CCO Indústria de Sorvetes Ltda., criada em 2010, deixou de existir.
Documentos do contrato social de constituição da empresa registrados na Junta Comercial do Maranhão (Jucema), aos quais o portal Página 2 teve acesso, desmentem a versão dada pelo delegado da Polícia Federal, Wedson Cajé Lopes, que comanda a operação “Pegadores”.
Segundo a investigação da PF, a empresa CCO Indústria de Sorvetes Ltda., teria prestado serviços à Secretaria de Estado da Saúde até fevereiro de 2015.
A cláusula 4ª do contrato social, registrada em outubro de 2013 na Jucema, altera a denominação social para Ágora Empreendimentos Educacionais Ltda. O objeto social, segundo a cláusula 5ª alterou-se para treinamento em desenvolvimento profissional e gerencia; educação profissional de nível técnico (consultoria).
A empresa voltou a alterar o contrato social em 2015, quando passou a ser denominada ORC Gestão e Serviços Médicos Hospitalares Ltda-ME. A cláusula 3ª do contrato define como objeto social para atividades de atendimento hospitalar exceto pronto socorro e unidades de atendimento de urgências.
Os documentos registrados na Jucema mostram que a Polícia Federal errou ao afirmar que uma sorveteria prestou serviços hospitalares para a Secretaria de Saúde do Maranhão.

‘Estamos esperando a lista dos 400 fantasmas’, diz Flávio Dino

O governador Flávio Dino afirmou que o governo já requereu formalmente os nomes da suposta lista de 400 fantasmas, que, segundo a Polícia Federal, receberiam sem trabalhar em organizações sociais contratadas pela Secretaria de Saúde do Maranhão.

O governador Flávio Dino afirmou que o governo já requereu formalmente os nomes da suposta lista de 400 fantasmas, que, segundo a Polícia Federal, receberiam sem trabalhar em organizações sociais contratadas pela Secretaria de Saúde do Maranhão.
“Estamos esperando a lista dos alegados 400 fantasmas, para verificar se isso procede, quem foi o responsável, em qual época e por qual motivo”, escreveu Dino em suas redes sociais.
Flávio Dino afirmou que a origem das operações da Polícia Federal é resultado do modelo herdado de governos passados. “Não se desmonta isso em semanas ou meses, sobretudo em um serviço que não pode parar, como a saúde”, explicou.
O governador disse que jamais compactua com má aplicação de recursos públicos. “Sempre tomamos todas as providências administrativas quando erros foram detectados”.
Ele ressaltou que o atual governo criou quadro efetivo para concurso público na Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) e melhora o quadro de auditores na saúde, com seletivo específico. “Desde 2015 estamos corrigindo problemas graves que herdamos na saúde. Implantamos processos seletivos para contratação de pessoal, o que jamais havia sido feito antes”, enfatizou.
Dino disse ainda que orientou toda equipe de governo para colaborar sempre com “investigações sérias e isentas”.
O governador criticou a tentativa do grupo Sarney de desgastar sua imagem junto à população. “Desde 2015, é esse desespero de me nivelar a eles, para dizer que “nada mudou”. Mas o fato objetivo é que não tenho nenhum problema pessoal na Polícia ou na Justiça. E assim continuarei”.
Ele concluiu afirmando que falta à oligarquia Sarney/Murad condições mínimas para falar em moralidade. “Que cuidem dos seus problemas na Polícia e na Justiça. São muitos”.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Mutirão do Glaucoma chega às regionais de Viana, Caxias e Pedreiras


Dezoito municípios das regionais de saúde de Viana, Caxias e Pedreiras recebem nesta semana o Mutirão do Glaucoma, promovido pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Principal estratégia de combate à doença, responsável por 10% dos casos de cegueira, a ação oferece consulta, exames, distribuição de medicação gratuita, caso necessário, e encaminhamento para tratamento.

Nesta sexta (17), o atendimento tem início, no período da manhã, nas cidades de Igarapé Grande, Coelho Neto e Cajari. No início da tarde, o atendimento do Mutirão do Glaucoma será em Trizidela do Vale, Aldeias Altas e Matinha.

Em Caxias, o atendimento do Mutirão do Glaucoma será realizado, neste sábado (18), no Hospital Macrorregional de Caxias, equipamento da rede de atendimento da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Na região, os pacientes dos municípios de Lago dos Rodrigues, Olinda Nova do Maranhão, Pedreiras e Cajapió serão avaliados durante ação do mutirão.  

O objetivo é realizar o diagnóstico precoce do glaucoma, ocasionado pelo dano no nervo óptico devido ao aumento da pressão nos olhos e cujo grupo de risco são pessoas acima de 40 anos. Se não tratado, a doença leva ao dano permanente do disco óptico da retina, que pode progredir para cegueira.

“Os mutirões têm se mostrado uma estratégia importante dentro das ações de combate à doença. Democratizamos o acesso ao diagnóstico e tratamento levando os médicos até as pessoas, que muitas vezes têm problema para chegar às unidades de saúde”, reforça o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Os primeiros atendimentos aconteceram nesta quinta-feira em Buriti, Duque Bacelar e Afonso Cunha. Para ser atendido, o paciente precisa apresentar cópia de documento de identidade, cartão do SUS e comprovante de endereço. 

Além da avaliação médica e realização de exames para detecção do glaucoma ou outra patologia ocular, os pacientes tem acesso gratuito a palestras explicativas, colírios e orientação sobre o uso correto da medicação.


Mutirão do Glaucoma 
Sexta (17) - Manhã 
Igarapé Grande – Escola Chagas Costa;
Coelho Neto - Centro de Imagem e Diagnóstico; 
Cajari - Escola José Anchieta;

Sexta (17) – Tarde 
Trizidela do Vale - Auditório Municipal Dr. Kleber Carvalho Branco; 
Aldeias Altas - Hospital Municipal de Aldeias Altas; 
Matinha - Hospital PSF;

Sábado (18) - Manhã
Lago dos Rodrigues - Centro de saúde Pedro Paulo Cortez;
Caxias     - manhã e tarde - Hospital Macrorregional; 
Olinda Nova do Maranhão - CAPS; 

Sábado (18) – Tarde 
Pedreiras - Centro de saúde do Goiabal;
Cajapió - Unidade Básica de Saúde da Sede;

Domingo (19) - Manhã
Bernardo do Mearim - Hospital Bernardo do Mearim); 
São João do Sóter – Hospital Municipal Clodomir Rocha
São João Batista - Posto de Saúde da Sede; 

Domingo (19) - Tarde
Palmeirândia - Secretaria Municipal de Saúde – UBS São Carlos.

Secretaria de Saúde não tem contrato com sorveteria, diz Carlos Lula

O secretário de Saúde, Carlos Lula, afirmou que não há contrato da Secretaria de Estado da Saúde com empresa, que supostamente foi sorveteria, para prestação de serviços hospitalares. O suposto contrato é uma das irregularidades apontadas pela Polícia Federal, após desdobramento da operação Sermão aos Peixes, deflagrada nesta quinta-feira,16.
“Esse contrato não existe. Por isso, já requeremos junto à Justiça Federal e Policia Federal, tanto o contrato com a suposta sorveteria como da relação dos servidores supostamente fantasmas, para adotarmos as providências em relação a cada um deles, se constatado de fato que não laboravam, não tinham trabalhado e mesmo assim receberam remuneração”,  disse o secretário.
De acordo com investigações da Polícia Federal, a empresa que atuava como sorveteria até fevereiro de 2015 prestaria serviços em hospital da rede estadual.
“Se assim foi feito foi pelo Instituto ICN (Instituto Cidadania e Natureza) e não pela Secretaria de Saúde do Estado do Maranhão”, afirmou Lula.
O secretário elogiou a ação da Polícia Federal e disse que a Secretaria de Saúde colabora com as investigações a adota medidas moralizadoras, desde 2015, para que eventuais condutas indevidas sejam extirpadas da saúde estadual. “Infelizmente, estruturas oligárquicas demoram a ser removidas da estrutura de poder de qualquer governo”, disse o secretário de Saúde.

PF descarta envolvimento de secretário da Saúde em esquema de corrupção

Relatório divulgado pela Polícia Federal sobre a “Operação Pegadores”, que investiga esquema de desvio de dinheiro público na pasta de Saúde do Maranhão, destaca que o atual secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, não tem participação nos desvios.
Segundo a PF, os desvios de verbas cessaram exatamente quando Lula assumiu o cargo de subsecretário de Saúde, em setembro de 2015. Posteriormente ele assumiu a direção da pasta.
No mesmo documento, a Polícia Federal aponta que Carlos Lula questionou as irregularidades que havia encontrado, desconfiando dos elevados valores de salários de alguns servidores.

Temer recebe novo diretor da PF fora da agenda oficial

    O diretor-geral da PF, Fernando Segóvia, após assinar acordo com o TSE – Givaldo                                                             Barbosa/Agência O Globo
POR EDUARDO BARRETTO  (O GLOBO)
BRASÍLIA — O novo diretor da Polícia Federal, Fernando Segóvia, foi recebido pelo presidente Michel Temer nesta quinta-feira. O encontro, por volta das 13h30, não estava registrado na agenda oficial e teria durado menos de 15 minutos. A Presidência atualizou a agenda às 18h15 e incluiu o encontro. Segundo assessores, Segóvia foi convidar Temer para a posse, na manha da próxima segunda-feira.
O subchefe de assuntos jurídicos da Casa Civil, Gustavo Rocha, despachava com Temer no gabinete e participou da rápida reunião, de acordo com assessores do Planalto. O encontro teria durado menos de 15 minutos. Assim como o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, Rocha apoiou o nome de Segóvia para comandar a PF. Nesta quinta-feira, Padilha está em Porto Alegre.
A posse de Fernando Segóvia à frente da Polícia Federal está marcada para a próxima segunda-feira, às 10h30, no Ministério da Justiça. Temer o nomeou para a diretoria da instituição no último dia 8. Ele substitui Leandro Daiello, que estava no posto desde 2011, início do primeiro mandato da ex-presidente Dilma Rousseff.