MARANHÃO EM OBRAS

MARANHÃO EM OBRAS

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Governo realiza primeira cirurgia bariátrica no Hospital Regional de Caxias

“Essa cirurgia será o primeiro passo para uma mudança completa na minha vida. Quero ser mais saudável e me amar mais”, disse Antonia Anniella dos Santos Lima, de 32 anos, paciente da primeira cirurgia bariátrica que será realizada no Hospital Regional Dr. Everaldo Aragão, em Caxias. O procedimento, marcado para a próxima sexta-feira (30), é mais uma proposta de serviço a ser oferecido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), na unidade de saúde de média e alta complexidade.
O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, ressaltou que os investimentos em serviços dessa natureza favorecem o acesso da população a tratamentos especializados. “Há um tempo, a população nem cogitava fazer esse procedimento na rede pública. Desde o início da gestão, trabalhamos com a premissa de que nosso papel é oferecer o melhor aos cidadãos. Hoje, os maranhenses têm a oportunidade de realizar essa cirurgia, antes inacessível, de forma gratuita e em uma unidade de saúde com estrutura adequada e equipe médica especializada”, disse.
Antonia Anniella é administradora e mora no município de Tuntum. Admirada com a estrutura e o atendimento no Hospital Regional de Caxias, a paciente revelou que deseja realizar o procedimento para mudar de vida. “Hoje eu peso 100 kg. Já tentei incontáveis vezes fazer dietas, exercício físico e nunca deu certo. Não tenho ânimo nem para sair de casa e estou com a minha autoestima muito baixa. Estou confiante com a cirurgia também porque fui muito bem atendida no hospital. Uma cirurgia como essa é muito cara e eu não teria condições de pagar. Não tenho palavras para expressar a minha felicidade”, contou.
A cirurgia será realizada por meio de videolaparoscopia, procedimento minimamente invasivo e aplicável em todas as técnicas cirúrgicas. A operação se diferencia da laparotomia, modo convencional, com abertura na parede abdominal. Na videolaparoscopia são feitas de quatro a sete mini-incisões de 0,5 a 1,2 centímetros cada uma, por onde passam as cânulas e a câmera de vídeo. O procedimento por vídeo possibilita menor tempo de internação, menor índice de infecção de ferida cirúrgica e retorno mais rápido às atividades rotineiras.
O cirurgião bariátrico que irá executar a cirurgia, José Rodrigues dos Santos, explicou que o procedimento beneficiará pacientes que se encontram em estágio de obesidade mórbida e apresentam diversos problemas de saúde em decorrência da situação. “A cirurgia é um projeto piloto para que possamos verificar a viabilidade de oferecer regularmente o procedimento no hospital de Caxias. A operação é a primeira a ser realizada no interior do estado e, na rede pública, pela primeira vez por vídeo”, completou.
Atendimento
Desde quando foi inaugurado, em janeiro de 2016, o Hospital Regional de Caxias já realizou mais de um milhão de atendimentos. A unidade, que conta com 116 leitos de internação, alcança mais de 783 mil maranhenses de 26 cidades da região leste do estado e oferece atendimento médico-hospitalar em cirurgia geral, clínica médica, neurologia, ortopedia, oftalmologia, cardiologia, pediatria e gastroenterologia. Até maio de 2017, a unidade de saúde contabilizou 5.898 cirurgias, 110.638 exames, 5.195 consultas e 7.282 internações. Durante esse período, também foram executados 887.417 procedimentos de enfermagem.

HISTÓRIA DE SÃO PEDRO

São Pedro
São Pedro nasceu em Betsaida, um pequeno vilarejo às margens do lago de Genesaré, ou Mar da Galiléia, no norte de Israel. Seu nome de nascimento era Simão. Quando conheceu Jesus, Simão era casado (os Evangelhos falam da cura da sogra de Pedro) e morava em Cafarnaum, importante cidade às margens do lago de Genesaré. Era filho de Jonas e tinha um irmão, André. Este foi quem o apresentou a Jesus. Os dois se tornaram discípulos de Jesus e mais tarde apóstolos. São Pedro era pescador e possuía um barco, em sociedade com seu irmão. Ambos trabalhavam no Mar da Galiléia, um lago de água doce formado pelo Rio Jordão, na região da Galiléia em Israel.

O chamado de Jesus a São Pedro

Quando Jesus conheceu Simão, disse a ele uma frase que mudaria sua vida: Você será pescador de homens. A partir daí, Simão começou seguir Jesus. Num determinado momento, Simão confessou a Jesus: Tu és o Messias, o Filho de Deus. Por isso, Jesus disse que, daquele momento em diante, seu nome seria Pedro, Cefas, Kephas em aramaico, palavra que significa Pedra.  Mais tarde o significado disso ficou claro: Pedro foi o primeiro Papa da Igreja, tornou-se a Pedra onde a Igreja encontra sua unidade.

Negações de São Pedro e perdão de Jesus

Quando Jesus foi preso no Horto das Oliveiras, pediu que seus discípulos fossem liberados. São Pedro foi liberado, mas seguiu Jesus de longe, às escondidas. Levaram Jesus preso ao Palácio de Caifás. Pedro e João entraram no pátio palácio e ficaram ali esperando o desfecho de tudo.
No pátio, alguns reconheceram São Pedro e perguntaram se ele era um dos discípulos de Jesus. Por três vezes, porém, Pedro negou e o galo cantou, como Jesus havia profetizado: Antes que o galo cante, tu me negarás três vezes. Pedro chorou amargamente, arrependido. Quando Jesus ressuscitou e apareceu aos discípulos às margens do Mar da Galiléia, ele se dirigiu a Pedro e perguntou se Pedro o amava.
Jesus perguntou isso por três vezes. Pedro respondeu que sim as três vezes. Foi uma forma de Jesus curar o remorso no coração de Pedro por causa das três negações que tinha feito de seu Mestre. Jesus o perdoou e, em seguida disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas.

As chaves do Céu

Quando Jesus deu a São Pedro a missão de ser líder da Igreja, disse a ele: tu és pedra, e sobre essa pedra edificarei a minha igreja. Pedro era um homem simples, extrovertido, falava sem pensar. Por outro lado, era acostumado às dificuldades da vida de pescador. Mas depois de três anos seguindo Jesus, e depois da receber o poder do Espírito Santo em Pentecostes, Pedro se tornou um grande líder, um apóstolo, palavra que quer dizer enviado.
Depois de Pentecostes, São Pedro reunia multidões em suas pregações. Ele tinha o dom da cura de tal forma que as pessoas queriam tocar em seu manto, ou passar sob sua sombra para que fossem curados e libertados, como nos atesta o livro dos Atos dos Apóstolos. Ele escreveu duas cartas que estão no novo testamento, animando e exortando a Igreja nascente.

São Pedro, o primeiro papa

Depois de Pentecostes, Pedro passou a ser um evangelizador por todos os lugares onde passava. Sua autoridade como o líder da Igreja nascente sempre foi respeitada e atestada por vários documentos da Igreja. Nunca foi questionada. De fato, São Pedro assumiu as chaves da Igreja e seus sucessores, os Papas, são continuadores de sua autoridade e de sua missão dada pelo próprio Jesus cristo.

Devoção e morte de São Pedro

Por pregar o Evangelho destemidamente, São Pedro foi preso várias vezes. Uma vez, em Jerusalém, um anjo de Deus o libertou da prisão passando por vários guardas. Depois de evangelizar e animar a Igreja em vários lugares, Pedro foi para Roma. Lá, liderou a Igreja que sempre crescia, apesar das perseguições.
Assim, os romanos descobriram seu paradeiro, prenderam-no e condenaram-no à morte de cruz por ser o líder da Igreja de Jesus Cristo. No derradeiro momento,São  Pedro pediu para ser crucificado de cabeça para baixo, por não se julgar digno de morrer como seu Mestre.
Seu pedido foi atendido e ele foi morto na região onde hoje é o Vaticano. Seus restos mortais estão no altar da Igreja de São Pedro em Roma. A festa de São Pedro é celebrada no dia 29 de junho.

Oração a São Pedro

Glorioso São Pedro, creio que vós sois o fundamento da Igreja, o pastor universal de todos os fiéis, o depositário das chaves do Céu, o verdadeiro vigário de Jesus Cristo; eu me glorio de ser vossa ovelha, vosso súdito e filho. Uma graça vos peço com toda a minha alma; guardai-me sempre unido a vós e fazei que antes me seja arrancado do peito meu coração do que o amor e a plena submissão que vos devo nos vossos sucessores, os Pontífices romanos.
Viva e morra como filho vosso e filho da Santa Igreja Católica Apostólica Romana. Assim seja.
Ó glorioso São Pedro, rogai por nós que recorremos a vós. Amém. 

quarta-feira, 28 de junho de 2017

MPF denuncia presidente e diretores do Idac por desvio de recursos da saúde


O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) denunciou Antônio Augusto Silva Aragão, presidente do Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (Idac); Bruno Balby Monteiro e Mauro Serra Santos, diretores responsáveis pela gestão financeira do Instituto, por desvio de R$ 87 mil de recursos públicos federais destinados à saúde. Valterleno Silva Reis também está entre os denunciados por ter participado ativamente do esquema.
Conforme contextualiza o MPF na denúncia, o Idac, organização social sem fins lucrativos, celebrou diversos contratos de gestão com o Estado do Maranhão para administrar unidades hospitalares.
Os contratos totalizaram mais de R$ 240 milhões, sendo que, desse montante, no período entre 1º de janeiro de 2014 e 28 de junho de 2016, mais de R$ 130 milhões eram oriundos de repasses federais.
Segundo apontam as investigações, cerca de 10% dos recursos foram desviados pela entidade, que é legalmente impedida de utilizar a atividade decorrente dos referidos contratos para obtenção de lucro.
Prisão em flagrante – No dia 2 de junho de 2017, por volta das 16h, os denunciados foram presos em flagrante no edifício onde funciona o Idac, localizado no bairro São Francisco, em São Luís (MA), mais especificamente no 2º andar, onde funciona a sede do diretório do Partido Social Democrata Cristão (PSDC) no Maranhão.
As ações dos denunciados já estavam sendo monitoradas com autorização da Justiça Federal. Na ocasião, foi confirmado o desvio de R$ 87 mil em recursos repassados ao Idac para aplicação nos serviços de saúde.
Na denúncia, o MPF/MA pede que Antônio Augusto Silva Aragão, Bruno Balby Monteiro, Mauro Serra Santos e Valterleno Silva Reis sejam condenados pela Justiça por crime de peculato e organização criminosa. Atualmente, os denunciados estão em liberdade.

STF autoriza novo inquérito para investigar senador Edison Lobão


O ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso autorizou nesta terça-feira (27) a abertura de inquérito para investigar o suposto envolvimento do senador Edison Lobão (PMDB-MA) em irregularidades envolvendo a Diamond Mountain, nas Ilhas Cayman.

Barroso também autorizou a quebra do sigilo bancário de Lobão entre 1º de janeiro de 2011 e 31 de dezembro de 2012.

Procurada pelo G1, a defesa do senador declarou que as suspeitas contra o peemedebista são "desfundamentadas" e "não há nada que preocupe". O advogado, Antonio Carlos de Almeida Castro, afirmou, também, avaliar que a defesa deveria ter sido ouvida antes de o inquérito ser aberto.

Lobão é alvo de outros cinco inquéritos no STF, dos quais três relacionados à Lava Jato; um sobre fraudes na usina de Belo Monte; e agora essa nova apuração.

Ao autorizar a abertura das investigações, o ministro Barroso atendeu a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

A suspeita é de crime contra o sistema financeiro e de utilização da holding Diamond Mountain para tentar obter benefícios junto aos fundos de investimentos controlados pelo governo federal, como o Postalis, dos Correios.

Investigações
A apuração sobre a Diamond Mountain começou em julho de 2014 na Justiça Federal de São Paulo mas, após uma testemunha citar o possível envolvimento de Lobão, a juíza Fabiana Alves Rodrigues remeteu o caso para o Supremo.

Nessa decisão, a juíza destacou que o Ministério Público Federal não via indícios para investigar Lobão, mas que, pelo entendimento do Supremo, caberia ao STF decidir o que fazer depois de ouvir a Procuradoria Geral da República.

O procurador-geral, Rodrigo Janot, pediu, em setembro de 2015, coleta de mais informações antes de definir se pediria ou não a abertura do inquérito.

Entre as diligências pedidas, Janot requereu compartilhamento de provas produzidas em investigação sobre Lobão na Operação Lava Jato, como a agenda do peemedebista à época em que ocupou o Ministério de Minas e Energia, para saber se ele se reuniu com pessoas ligadas à holding.

No pedido do novo inquérito, o procurador disse que a agenda de Lobão confirmou diversas reuniões com representantes da empresa, e que a suspeita é de que ele seria sócio-oculto da Diamond.

Segundo Janot, os dados coletados exigem o aprofundamento das investigações. "Diante de tais constatações, faz-se mister o aprofundamento e a continuidade das apurações aqui iniciadas, de modo a confirmar ou não o possível envolvimento do congressista nos supostos ilícitos."

O advogado de Lobão diz ser uma "ilação completamente desfundamentada" a acusação de que o senador seria o dono da Diamont.

Informações do G1

Preso acusado de estuprar enteadas de 15, 13 e 10 anos no interior do Maranhão

Foi preso na manhã de ontem o elemento conhecido por Jovelino acusado de ter estuprado três enteadas, sendo uma de 15 anos, outra de 13 anos e até uma de 10 anos. Elas ficavam com receio de contar o ato criminoso em razão das ameaças que o padastro fazia.


A prisão foi efetuada pela guarnição formada prlo 1º Tenente J. Junior, Sgt Carlos, Sgt Sobrinho, Cb Medeiros, Sd Ramos, Sd Mychael e Sd na cidade de Paulino Neves.

Com: Neto Weba

Raul Jungmann explicará acordo sobre Base de Alcântara nesta quinta-feira no Senado

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, participará de audiência pública na quinta-feira (29) na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE)
O ministro da Defesa, Raul Jungmann, explicará, na quinta-feira (29), as ações, programas, projetos e desafios da sua pasta para os integrantes da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE). Os senadores devem abordar nos debates temas como o acordo bilateral entre o Brasil e os Estados Unidos sobre a utilização da Base de Alcântara, no Maranhão; e o emprego das Forças Armadas para reprimir atos violentos durante manifestações ocorridas em Brasília, de 24 a 31 de maio.
Jungmann também será questionado pelos senadores sobre a atuação da indústria vinculada à defesa nacional e os projetos em curso na área. Será solicitado a dar explicações sobre  as possíveis consequências se concretizar a pretensão do governo federal de liberar a venda de terras a estrangeiros sem regras marcadas pela prudência.
Os requerimentos para a audiência pública são de Glesi Hoffmann (PT-PR), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Roberto Requião (PMDB-PR), Lindbergh Farias (PT-RJ) e Romero Jucá (PMDB-RR).
A audiência está prevista para as 9h, na sala 7 da Ala Senador Alexandre Costa.
Acordos
Na segunda parte da reunião, os senadores vão analisar projetos como o PDS 104/2017, que aprova o texto do Acordo entre o Brasil e o governo do Reino do Camboja no Campo da Educação, assinado em Brasília, em 2 de maio de 2011.
O ato internacional, que tem relatório do senador Cristovam Buarque (PPS-DF) pela aprovação, visa estimular o desenvolvimento educacional e científico, a partir da cooperação educacional e universitária; a formação e o aperfeiçoamento de docentes e pesquisadores; o intercâmbio de informações e experiências; e o fortalecimento da cooperação entre equipes de pesquisadores.
Também em pauta o PDS 20/2017, que aprova o Acordo de Cooperação Técnica entre o Brasil e Myanmar, assinado em Nay Pyi Taw, em 29 de julho de 2013. O ato promove a cooperação técnica nas áreas consideradas prioritárias pelos países, inclusive com a possibilidade de adoção de mecanismos de cooperação trilateral, por meio de parcerias com outros países, organizações internacionais e agências regionais. O relator é o senador Lasier Martins (PSD-RS), que recomenda a aprovação.
Situação do Catar
Outro item na pauta é o requerimento de audiência pública para ouvir o embaixador do Catar, Mohammed Al-Hayki, sobre a crise diplomática que o país atravessa.
De acordo com o senador Acir Gurgacz (PDT-RO), autor do requerimento, seis países da região já cortaram relações diplomáticas com o Catar, como os Emirados Árabes Unidos e o Egito. O senador observa que notícias divulgadas pela imprensa informam que essas nações consideraram que o país tem atitude tolerante em relação ao Irã e grupos islâmicos, como a Irmandade Muçulmana. O rompimento de relações diplomáticas, explica ele, inclui o fechamento do espaço aéreo e das fronteiras terrestres e marítimas, o que já está levando os qataris a precipitar-se para os supermercados com receio de que os bens de primeira necessidade comecem a escassear.
“O Embaixador vem mostrar a realidade que seu país está enfrentando, mostrando as dificuldades e os problemas que um possível boicote está causando para milhões de pessoas. Assim irá demonstrar o grau dos danos e como podem reabilitar a confiança mundial e fortalecer os laços já conquistados”, justificou Acir Gurgacz.
O requerimento também sugere a presença da embaixadora Lígia Maria Scherer, diretora do Departamento do Oriente Médio, do Ministério das Relações Exteriores.

PF para de emitir passaportes por falta de dinheiro



Foto: Reprodução
A Polícia Federal decidiu suspender hoje à noite, por tempo indeterminado, a emissão de novos passaportes.
Segundo a PF, a verba destinada ao serviço chegou ao teto orçamentário. Não há mais como destinar mais dinheiro para a fabricação de documentos, a não ser com a edição de uma Medida Provisória ou a aprovação de um projeto de lei pelo Congresso.
Ainda de acordo com a PF, todas as pessoas que já requisitaram o documento vão recebê-lo. Os novos pedidos, no entanto, não têm previsão de entrega.

terça-feira, 27 de junho de 2017

Símbolos da mudança

Robson Paes*
Nos últimos dias o depoimento da professora Narcisa, da comunidade Bacuri I, no município de Peritoró, viralizou nas redes sociais.
“Olha que mudança! Esta é a escola onde vou trabalhar. Estou muito feliz por isso. Por receber essa escola para trabalhar com mais dignidade”. Testemunho que emociona e mostra a dimensão do atraso, em que estava mergulhado o nosso Estado.
Realidade ainda mais impactante se pensarmos que as crianças estudavam em condições subumanas, tendo entre outras privações fazer suas necessidades fisiológicas no mato ou num quadrado cercado de palha. Carteiras quebradas, escolas sem bebedouros. Desumano!
Cenário que está mudando com a entrega de 200 escolas dignas pelo governador Flávio Dino, este ano, e mais 100, no ano que vem. Outras 600 escolas, que ameaçavam desabar sobre as cabeças dos estudantes devido ao abandono de décadas, foram reconstruídas ou reformadas.
Mudança que vai muito além da construção e melhoria estrutural das escolas. A concepção do modelo educacional do estado passa por profunda transformação. O Maranhão que jamais teve escola de tempo integral agora tem 18. Destas, sete são Institutos de Educação, Ciência e Tecnologia (IEMAs). Nelas, estudantes aprendem uma profissão, com direito a três refeições diárias. Professores são valorizados e capacitados. Há democracia nas escolas com a participação de alunos, profissionais e pais na escolha dos gestores.
Tudo isto ganha mais relevo no Brasil atual com mais de 14 milhões de desempregados e aguda crise econômica e política. Nunca antes no país, a população menos favorecida precisou tanto da atenção do Estado. Nacionalmente, ocorre o oposto.
A lógica inversa no Maranhão alcança a garantia de direitos, cidadania, dignidade e serviços públicos para os desvalidos. Gente que agora tem acesso a almoço e jantar com valores simbólicos. Restaurantes populares e cozinhas comunitárias em todas as regiões; parte dos produtos adquiridos dos agricultores familiares.
A oferta de serviços de saúde avança com cinco novos hospitais regionais (Pinheiro, Caxias, Santa Inês, Imperatriz e Bacabal), a Força Estadual de Saúde, que atende a população dos municípios mais pobres e mais de 100 ambulâncias entregues pelo governo em apoio aos municípios.
O Maranhão que tinha a menor média policial por habitante no país conta hoje com mais de 12 mil policiais. Maior contingente da história do estado. Mais de 500 novas viaturas, armamentos e laboratórios reforçam o combate ao crime.
O programa Mais Asfalto melhora a qualidade de vida e mobilidade em mais de 150 cidades. A infraestrutura rodoviária é parte das mais de 800 obras em curso no estado, para melhorar entre outros o escoamento da produção, que tem recebido atenção do governo com apoio e assistência técnica aos pequenos produtores.
Jovens oriundos de escolas públicas fazem intercâmbio em outros países, pessoas com deficiência com acesso a transporte gratuito. A casa de veraneio do governo vai abrigar famílias de crianças em tratamento de microcefalia. Antes, local para poucos privilegiados se refestelarem com dinheiro público. Agora, símbolo de um Maranhão, onde reina o povo.
Radialista, jornalista. Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Nova 1290 Timbira AM

Se a moda pega: Vereadores são presos durante sessão plenária


A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (SECCOR/MA), prendeu hoje (27) o presidente da Câmara de Centro Novo, Sinomar Vieira (PMDB), e a vereadora Robevânia da Silva (PSC). Eles foram presos no meio da sessão plenária e, de acordo com as primeiras informações, ambos são suspeitos de compra de votos na eleição para a Mesa Diretora da Casa.
O caso chegou a ser denunciado na Assembleia Legislativa pelo deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB). Em pronunciamento no dia 24 de maio, o comunista afirmou ter recebido um áudio dando conta de que Robevânia teria recebido R$ 40 mil para comprar votos de colegas parlamentares.
“Eu vejo ali a vereadora Robervânia dizendo ali, ela confessando, vários tipos de crimes, que tinha recebido do presidente da Câmara 40 mil reais para votar. Ali se vê crimes de corrupção ativa, passiva, se vê também atos de improbidade administrativa. Fatos dessa natureza não se pode deixar continuar em nosso Estado. O Ministério Público tem a obrigação e o dever legal de tomar providências. Eu, logo que recebi, passei através do WhatsApp para o Procurador-Geral de Justiça, para que ele tome conhecimento e mande apurar a veracidade dos fatos”, denunciou.

Lúcio André prestigia Arraias da Região

Lúcio André esteve nesta segunda-feira (26) prestigiando o circuito do São João da Baixada maranhense. Visitou o "Arraiá de Todos" no município de Mirinzal juntamente com o ex-deputado Zé Genésio e o deputado federal Waldir Maranhão. A grande atração da noite foi o show da banda Forró Sacode entre diversos grupos culturais que se apresentaram para milhares de pessoas. Além de declarar seu apoio e incentivo às expressões culturais da região, Lúcio André também recebeu o carinho da população, do cantor e amigo Tony Guerra e do prefeito de Mirinzal Jadilson Coelho. Lúcio André também visitou o arraial de Cururupu e foi recebido pela prefeita Rosinha. "O prefeito Jadilson e a prefeita Rosinha estão de parabéns pelo belíssimo trabalho de incentivo à cultura do nosso São João trazendo grandes grupos folclóricos e bandas de peso para o arraiais, está tudo lindo, muito organizado e a população está de parabéns por essa belíssima festa." Lúcio André