quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Estão pagando o que compraram fiado? ou Agradecendo?

O pai do deputado estadual reeleito, Victor Mendes, o secretário de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Filuca Mendes, aplicou dinheiro público, logo após as eleições, no município de Trizidela do Vale, onde Victor, o filho, foi o mais votado com 2.210 votos, disparado na frente do segundo melhor votado, Mauro Jorge com 840 votos e o terceiro, Afonso Manoel, com 742 votos.
Diante de tal exuberância, o secretário contratou a empresa – através de tomada de preço, para não deixar brechas ou acusações de favorecimentos – a Construvale Estradas e Serviços Ltda. por R$ 1.077.919,50 para fazer a recuperação asfáltica no município.
O que interessava aí não era beneficiar uma empresa com um contrato desse monte, mas retribuir os votos arrebatados pelo filho, que se reelegeu com 52.842 votos.
Na homologação da tomada de preços não é especificada em que vias serão feitas as “obras” de agradecimento.
Mas fica claro que o secretário optou por fazer diretamente os serviços sem a interveniência da prefeitura, para carimbar a obra com o seu nome, deixando de lado o prefeito James de Souza Freitas.
Mas em Pinheiro o deputado Victor também foi o mais votado, porque o deputado não agradeceu aos seus eleitores , será que eles não merecem?
DO PINHEIRO EM FOCO

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Vereador denuncia armação contra prefeito

Em Pinheiro
O vereador Enésio Vitorino Ribeiro mostrou, na última sessão da Câmara Municipal, sua preocupação com boatos, principalmente por partes de ‘lideranças’, de que a partir de 1º de janeiro o secretário de Estado Filuca vai tirar o prefeito Zé Arlindo do cargo. Dizendo acreditar que são fatos inverídicos, porque, segundo Enésio, não há nada que leve a Justiça a afastar o prefeito Zé Arlindo, “que vem fazendo um trabalho sério e digno”, a preocupação é porque, conforme o vereador, “esta boataria é intencional, tentando passar para a população que o ex-prefeito Filuca é dono da Justiça”.
Enésio disse, também, que sua preocupação maior é com as instituições, porque, segundo ele, o ex-prefeito chega a dizer que manda na Justiça e principalmente na Câmara.

O vereador fez um apelo à Mesa Diretora para que, junto com os técnicos do legislativo, possa melhorar o Regimento Interno da Casa, hoje com muitas falhas e causando confusão. Falou que a Câmara vem passando por um momento delicado, com a Mesa querendo decidir à revelia do plenário, que é soberano.

O edil corroborou com o requerimento do colega Carlos Alberto, que solicitou um contato urgente convidando representantes das empresas que fazem a linha Pinheiro/São Luis, via ferry boat.

“É muito importante que esta Casa envie requerimentos aos representantes dessas empresas, para que venham aqui prestar informações sobre as dificuldades nos transportes. O que não pode acontecer é sermos tolhidos no nosso direito de ir e vir amparado pela Constituição Federal. Esse sistema de ferry boat é um verdadeiro garimpo. Cobra as passagens mais caras do país. Esta Casa fez um levantamento e detectou que o mesmo percurso feito aqui também é feito na Bahia. Lá, as empresas cobram a metade da passagem cobrada aqui, e a passagem do ferry só não está mais cara porque o promotor de Santa Helena acionou a Justiça que deu o parecer favorável ao Ministério Público”, denunciou Enésio.

Vitorino afirmou, ainda, que essas manobras querendo desestabilizar a atual administração são puro desespero de quem queria estar mandando na prefeitura sem ter mandato para isso. E que o prefeito Zé Arlindo e seu grupo não vão se intimidar com esses boatos. “Quem deve se preocupar com a justiça é quem esteve na prefeitura por oito anos todos cheios de muitas irregularidades. Estamos preparados para todas as armações, que sei que irão montar, mas nosso grupo está pronto para defender a democracia e principalmente os interesses do povo”, finalizou o vereador Enésio.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Enquanto eles criticam o prefeito trabalha...

Posto de Saúde de Paraíso será entregue à população na próxima quarta, 27. Comunidade receberá também uma ambulância.
Por Herasmo Leite

PINHEIRO - A reforma, ampliação e adaptação do Posto de Saúde de Paraíso foi uma das grandes reivindicações da comunidade local. Esse pedido foi assumido pela administração municipal, e o prefeito José Arlindo não mediu esforços para viabilização de recursos e parcerias para que essa obra se tornasse realidade.
Após a elaboração do projeto de reforma da unidade de saúde, o mesmo foi encaminhado ao setor competente para que fosse iniciada as obras com recursos da Secretaria Municipal de Saúde.
O prefeito Zé Arlindo destaca que o posto de saúde está concluído, e será entregue oficialmente para uso da comunidade, através do ato inaugural programado para a próxima quarta -feira (27). A unidade conta com mais de 10 salas, atendendo todas as normais exigidas pelos órgãos estaduais e federais de saúde. No ato da inauguração Zé Arlindo vai fazer entrega de uma ambulância a Comunidade do Pólo Paraíso. A ambulância ficará sob a responsabilidade do diretor do posto.
O prefeito Zé Arlindo destacou: ``Foi um compromisso assumido por nós ainda no período da campanha reformar essa unidade de saúde e fazer aquisição de uma ambulância para a comunidade, para que as mulheres em trabalho de parto e pacientes mais graves sejam transportados para os hospitais de Pinheiro sem terem que correr atrás de políticos e de quem quer que seja. Foi importante a participação da comunidade local, que nos fez essas reivindicações. As parcerias são fundamentais para realização de qualquer obra. Agradecemos a parceria com as comunidades do Polo Paraíso na realização desta obra e esperamos todos na inauguração.

SUPOSTOS CRIMES ELEITORAIS ESTÃO SENDO INVESTIGADOS PELA PF E MPE

O delegado federal Rodrigo Correia – que investiga o caso das contas de luz, água e telefone pagas em troca de votos nas últimas eleições – recebeu na quinta-feira (21) as imagens da câmera instalada no escritório da lotérica do centro de São Luís em que os pagamentos foram feitos. Nas imagens, aparece com nitidez uma pessoa identificada como Bruno, que pagou, em dois dias – 16 e 28 de setembro –, mais de R$ 28 mil em contas pertencentes a moradores do Centro e de bairros próximos da capital maranhense, como Lira, Belira, Coreia de Baixo, Coreia de Cima e Codozinho. O Jornal Pequeno apurou que o caso envolve um deputado estadual reeleito da coligação “O Maranhão não pode parar”, encabeçada pela governadora eleita Roseana Sarney Murad (PMDB).
A PF também investiga a possibilidade de terem sido realizados pagamentos de grandes volumes de contas, em troca de votos, em outras lotéricas de São Luís. Embora a investigação não corra em segredo, o delegado Rodrigo Correia afirmou ao JP que só vai dar informações oficiais sobre o caso quando as apurações estiverem concluídas.
As imagens – aproximadamente duas horas de gravação – foram entregues à Polícia Federal pelo dono da lotérica em que as contas foram pagas, que também prestou depoimento na quinta.
Em entrevista ao JP na sexta-feira (22), o proprietário da lotérica – que não será identificado para não atrapalhar as investigações – esclareceu alguns detalhes do caso. Ele revelou que dias depois de fazer o primeiro pagamento de contas (perto de 100, no valor de mais de R$ 8 mil), Bruno esteve na lotérica e o chamou para uma conversa, que aconteceu provavelmente no dia 26 de setembro, diante no estabelecimento, no interior de uma caminhonete de cor prata.
No diálogo, que foi presenciado por um outro rapaz, sentado no banco ao lado do motorista, Bruno teria dito que em alguns dias iria ter em mãos outro grande volume de contas de luz, água, e telefone, e queria saber da possibilidade de pagar todas na lotérica em questão.
O dono da lotérica disse que não havia problema, e Bruno ficou de voltar nos dias seguintes, fato que efetivamente ocorreu em 28 de setembro. Nesta data, foram pagas na lotérica em torno de 300 contas, que perfizeram o valor de R$ 20 mil.
No dia 30 de setembro, Bruno regressou à lotérica com outra pilha de contas. No escritório, o rapaz se pôs a separar só as contas dos bairros próximos ao centro de São Luís, enquanto um funcionário do estabelecimento as somava.
Quando o cálculo já chegava a mais de R$ 11 mil, uma repórter da Folha de S. Paulo (Elvira Lobato) entrou inesperadamente no escritório e se identificou.
Desconfiado, Bruno saiu, dizendo que ia beber água. Ao voltar, aparentando nervosismo, recolheu as contas – que somadas dariam “uns R$ 30 mil”, segundo o funcionário da lotérica que as calculava. Afirmou que iria buscar mais dinheiro e que voltaria depois, mas não retornou.
No espaço de tempo em que Bruno esteve ausente, as contas foram fotografadas pela repórter da Folha, que, antes de retornar a São Paulo, fez as imagens chegarem até a procuradora eleitoral Carolina da Hora Mesquita Höhn, autora do pedido à PF para abertura de inquérito.

Esquema criminoso se estendeu a mais de 30 bairros
Acredita-se que o esquema criminoso do pagamento de contas em troca de votos nas últimas eleições tenha se estendido a mais de 30 bairros de São Luís. A maioria deles é próxima ao centro da capital maranhense, mas há uns poucos casos de bairros mais distantes, como Rio dos Cachorros, onde uma entidade assistencial teve sua conta paga pelo esquema suspeito. Trata-se da Associação Assistencial ao Menor Carente Livramento, que tem sede no Rio dos Cachorros (Rua Principal, 113).
A entidade é presidida por Arnaliz Pires Fonseca, que também coordena o grupo folclórico Dança do Boiadeiro Encanto do Rio dos Cachorros. Arnaliz informou ao JP não ter repassado “nenhuma conta para ninguém pagar”.
De acordo com Arnaliz, a pessoa responsável, este ano, pelo pagamento das contas da entidade (de cerca de R$ 200 mensais) é sua sobrinha Lucilene Pires de Moraes, que promoveu alguns cursos na associação, de fevereiro a agosto.
Lucilene, segundo Arnaliz, é ligada a Roseana Sarney e Ricardo Murad e fez campanha para eles nas recentes eleições. Ambos foram eleitos. Roseana escapou de disputar o segundo turno com Flávio Dino (PC do B) por uma diferença de apenas 4.877 votos.
(Oswaldo Viviani)

Ao menos cinco denúncias envolvem os roseanistas

Além do caso do pagamento de contas em troca de votos, a ex-coligação “O Maranhão não pode parar”, encabeçada pela governadora Roseana Sarney Murad (PMDB), eleita no último dia 3 com 50,08% dos votos válidos, está envolvida em pelo menos outras quatro denúncias de crime eleitoral na recente eleição. Três têm a ver com abuso de poder político e/ou econômico: oferecimento de consultas médicas, fornecimento de combustível e facilitação para retirada de carteiras de trabalho – tudo em troca de votos. Uma refere-se a suspeita de fraude (em votação nas urnas biométricas).
Consultas médicas em troca de votos
Na manhã de 21 de setembro, a médica Silvana Teixeira foi presa pela Polícia Federal por suspeita de crime eleitoral. Segundo a PF, Silvana – mulher do ex-vereador ludovicense Deco Soares e prima de Roseana Sarney – estaria realizando consultas médicas gratuitas em troca de votos para os então candidatos Roseana Sarney (PMDB), Ricardo Murad (PMDB), Manoel Ribeiro (PTB) e Luciano Moreira (PMDB). Roseana concorria ao governo do estado. Murad e Ribeiro a deputado estadual. Moreira tentava vaga na Câmara Federal. Todos foram eleitos.
A médica foi presa no local em que estaria sendo cometido o ilícito, uma casa simples localizada na Rua Tadeu Palácio, s/n, Conjunto Residencial Vitória (área do Recanto dos Vinhais). Outras duas mulheres também foram detidas pela PF: Maria de Jesus Monteiro Macedo, a “dona Dijé” (proprietária da casa), e Kátia Regina Alves Mota (paciente que estava sendo atendida no momento da incursão policial). Silvana e as duas mulheres foram soltas na noite do mesmo dia em que foram presas. Roseana e Luciano Moreira negaram envolvimento com Silvana.
Distribuição de combustível em Codó

Também em 21 de setembro, o jornal carioca O Globo publicou matéria de autoria do repórter especial Evandro Éboli, informando que Roseana Sarney deu combustível a participantes de sua “carreata da vitória” em Codó, ocorrida no dia 19 do mesmo mês. “Motoqueiros recebiam 3 litros de gasolina, cada um, no Auto Posto Alencar, para engrossar a carreata de Roseana”, descreveu o jornalista. A assessoria de Roseana Sarney negou ter financiado a gasolina dos motociclistas, e informou não autorizar qualquer aliado a adotar o procedimento.

Distribuição de combustível em Ribamar

Distribuição de combustível em troca de votos também teria acontecido em São José de Ribamar, no dia 1º de outubro. Um flagrante fotográfico mostra uma fila com dezenas de veículos, “plotados” com adesivos de Roseana, esperando para abastecer no Posto Araçagy, localizado na Rua Nova Orleans, 2. A ex-coligação “O povo é maior”, que tinha à frente Jackson Lago, candidato pedetista ao governo, denunciou o fato à Procuradoria Eleitoral.
Transporte para tirar documento com foto

Ainda em 1º de outubro, o jornal Folha de S. Paulo publicou reportagem assinada pela repórter especial Elvira Lobato, informando que, em troca de votos, cabos eleitorais da ex-coligação roseanista estavam pagando transporte para jovens pobres com mais de 16 anos tirarem a carteira profissional.
A Justiça Eleitoral acabara de decidir que o eleitor poderia votar apenas com um documento com foto – a carteira profissional, entre outros. “No Maranhão, cabos eleitorais pagam o transporte para jovens de famílias de baixa renda tirarem a carteira de trabalho e ficarem aptos para a votação. A oferta pressupõe o compromisso de voto nos candidatos que bancam a viagem. A reportagem ouviu relatos dessa compra indireta de votos nos municípios de Cachoeira Grande e Morros”, informou a Folha.

Indícios de fraudes nas urnas biométricas
Alguns dias após a eleição, o ex-candidato ao governo, Flávio Dino (PC do B), segundo colocado no pleito, com 856.402 votos (29,49%), comunicou ao MPE “possível irregularidade” em Paço do Lumiar e Raposa, onde foram usadas urnas biométricas. O MPE apura o caso. Usadas em 60 cidades, as urnas biométricas identificam eleitores por impressão digital. Um estudo da área jurídica da ex-coligação de Dino (“Muda Maranhão”) apontou que as urnas de Raposa e Paço do Lumiar, mesmo sob sistema biométrico, foram provavelmente “emprenhadas”.
O índice de abstenções baixíssimo (6,56% e 7,48%) destoa não só da taxa maranhense (23,9%) como da de outros municípios onde o sistema foi testado (entre 10% e 12% de abstenção). E ainda: nos dois municípios, autorizaram que 2.991 eleitores (6,3% do total) depositassem seu voto mesmo sem terem suas digitais reconhecidas. Roseana Sarney venceu em Paço, com 52,38% dos votos válidos, e em Raposa, com 51,71%.

FONTE: JP
O BLOG:
A Justiça eleitoral, a mesma que cassou covardemente o governador eleito no Maranhão em 2006, homem serio honrado. Não teve a mesma celeridade para pelo menos julgar um  processo que pedia a cassação da governadora biônica empossada no purões em Brasilia. Um processo bem mais robusto do que o montado para satisfazer os caprichos da filha mimada do oligarga Sarney.
Diante de tantos indicios de fraude, compra de votos robustamente comprovadas com videos, fotos e depoimentos estaremos diante de mais uma grandiosa pizza, talvez para não ficar muito na vista eles aplicam uma multa e tudo volta como antes na "fazenda" sem lei comandada por SAINEY.
VIVA NO BRASIL! VIVA A INJUSTIÇA! MORRA O MARANHÃO.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Instituto contratado pela Seduc deixa professores no abandono em Pinheiro

Os professores selecionados para treinamento estão comendo o pão que o diabo amassou. Na maioria das cidades interioranas, a situação é vexatória. A Secretária de Estado da Educação - Seduc contratou a oscip IADESMA para realizar o treinamento de professores em todo o estado, inclusive em Pinheiro, mas não vem honrando seus compromissos.
Os professores em Pinheiro para capacitação estão reclamando que vieram de longe para sofrer humilhação. Eles vieram a nossa cidade para se capacitarem para ajudar a revolucionar a educação segundo afirmou a governadora Roseana Sarney, estão passando fome, sede e frio porque nem alojamentos definidos tiveram.
Tudo por irresponsabilidade da Seduc e Iadesma, contratada para realizar o treinamento aos professores da região, Em governos anteriores uma bolsa era depositada diretamente na conta dos educadores e eles livremente escolhiam onde se hospedar e se alimentar.
O descaso não para por ai, apareceu um tal de Ligeirinho que se intitula “Ligeirinho da Mirante” que se apresentou como um dos representantes da empresa, que questionado pelos professores, disse que a culpa não era dele da empresa, já que não eram donos de restaurantes para servirem comida de qualidade e que não seria depositado dinheiro nenhum nas contas dos educadores com havia prometido outro funcionário da dita empresa.
HERASMO LEITE

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

AOS EDUCADORES, MINHA SOLIDARIEDADE

Ser professor hoje, seja na escola pública ou privada, é um ato de heroísmo. vejam...
Professores da rede estadual que estão em Pinheiro para capacitação estão sendo literalmente capacitados a humilhação. Eles que vieram a nossa cidade para aprender e ajudar a revolucionar a educação segundo afirmou a própria governadora biônica, estão passando fome, sede e frio porque nem alojamentos definidos tiveram.

Tudo por irresponsabilidade do governo, da secretaria de Educação do gestor de educação e principalmente de uma empresa contratada para dar suporte (alimentação, estadia) aos professores da região que estão participando do treinamento. Em governos anteriores era depositada diretamente na conta dos educadores uma bolsa onde eles livremente escolhiam onde se hospedar ou aonde iriam se alimentar.

O descaso não para por ai, apareceu um tal de Ligeirinho que se intitula “Ligeirinho da Mirante” que se apresentou como um dos representantes da empresa, questionado pelos professores ele disse que a culpa não era deles afinal não eram donos de restaurantes para servirem comida de qualidade e que não seria depositado dinheiro nenhum nas contas dos educadores com havia prometido outro funcionário da dita empresa

Na escola pública, a ordem é aprovar o maior número possível de alunos, porque senão a verba da escola é cortada ou diminuída. O governo precisa de números de aprovação para mostrar. E receber sempre mais pisando os educadores

“A função de um educador é essencial para tirar o nosso país da pobreza e construir cidadãos plenos”, dizem alguns. São palavras muito românticas e belas. Mas como sonhar não é crime neste país, então, vamos sonhar.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

ELEIÇÕES 2010! QUANTO CUSTA?

Quanto custa um voto? Na cidade de Pinheiro, Baixada do estado, o ‘confirma’ estaria em promoção nessas eleições. É o que está sendo investigado pelo Ministério Publico Eleitoral, além da “compra de votos” propriamente dita esta sendo investigado a distribuição de combustível, distribuição de canos por um vereador em troca de votos para um determinado candidato e também o uso da maquina publica em construção de estradas, campos de futebol entre outras.
Um dos indícios que mais chamou a atenção do MPE foi à prisão feita pela Policia Federal de um dos coordenadores de campanha com grande quantidade de dinheiro e santinhos, e não se pode esquecer também, que o pai de um candidato local repetia um tal cadastro para doação de kit construção para moradores de casas de taipa ou que tenham o terreno para construção das supostas casas, fato esse repetido de 2006 só que nesse período a promessa era doar a casa pronta.
Entre esses fatos que supostamente podem ter influenciado no resultado das eleições vale ressaltar que o descrédito com a justiça eleitoral fez com que muitos eleitores não comparecem aos locais de votação “De que adianta votar, agente elege um e a justiça bota outro... Eu não vou votar” frase dita pela senhora Lindalva.prova disso foi que o segundo colocado nas eleições teve menos votos do o numero dos que deixaram de votar.
Ou alguém moraliza essa justiça ou todos nós seremos desmoralizados pela justiça do (QI) Quem Indica.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

"D" de Duas Caras...


Ser ateu ou duvidar da existência de Deus é um direito do cidadão num Estado laico, assim como a livre expressão do pensamento num Estado democrático. Mas agora que Deus entrou na campanha eleitoral, não é direito ser "fiel servo de Deus" por interesse político. Foi o que aconteceu com a candidata do governo, Dilma Rousseff, que pressionada pelo polêmico programa de Direitos Humanos do PT que discriminaliza o aborto, aparece com uma nova face: a de católica praticante. Faz parte do jogo, mas não é jogo bonito. Se, como disse, "reforçou sua fé em Deus" após ser acometida por um câncer, jogaria limpo se viesse a público esclarecer que antes, ministra da Casa Civil, duvidava da existência de Deus, como revelou em sabatina da Folha de São Paulo, em 2007. E que também era a favor da discriminalização do aborto, com afirmou em seguida, na mesma entrevista. Coerência quase nunca é questão relevante para os políticos, mas deveria ser, principalmente para a candidata que poderá ser a primeira presidente do Brasil.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

PREFEITURA DE PINHEIRO INTENSIFICA RECUPERAÇÃO DE RUAS E AVENIDAS

O trabalho de recuperação de vias, iniciado pela Prefeitura de Pinheiro no ultimo mês, está priorizando as áreas mais esburacadas da cidade como a avenida principal da cidade, o Bairro da Matriz e o de Santa Luzia, este ultimo que fica praticamente intrafegável no inverno foi contemplado com pavimentação asfáltica atendendo uma indicação do vereador Enézio. Além da Matriz, Santa Luzia que já estão sendo contemplados os Bairros da Bubalina e Vila Filuca recebem a massa asfaltica pela primeira vez. Por determinação do prefeito Zé Arlindo “que neste ano sejam realizadas obras estruturais em benefício da população de Pinheiro assim com está sendo feito na saúde com a construção de onze postos de saúde, na educação com a construção da maior escola da zona rural que esta sendo construída em Pacas e outra no bairro da Associação”
A determinação do prefeito Zé Arlindo é de que não sejam medidos esforços para melhorar a condição das ruas da cidade, antes do período de chuvas, segundo informou Ednildo, titular da secretaria de infra-estrutura. De acordo com ele, o trabalho preventivo feito pela Prefeitura contra alagações nas ruas, está permitindo que a Secretaria concentre sua força de trabalho em outras ações essenciais para manter a trafegabilidade de importantes vias.
Segundo afirmou o secretário, os serviços são feitos de forma diferenciada, pois, antes de tapar o buraco, os servidores da secretaria raspam o asfalto velho e recuperam a base, dando mais qualidade ao trabalho realizado. “Em alguns pontos, o problema não está no asfalto e sim na drenagem ou mesmo na ausência de escoamento para a água”, disse Edinildo, ao destacar que o acúmulo de água sobre a rua é conseqüência de obras mal projetadas e executadas em outras administrações, e que agora a população tem que pagar a conta. “Hoje a maioria das ruas asfaltadas pela Prefeitura não têm sistema de drenagem estamos trabalhando duro para pelo menos amenizar esse problemas". Enfatizou o secretario.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Quem ganhou? Quem perdeu? O Povo!

Passaram-se as eleições entre mortos e feridos salvaram-se todos, numa disputa eleitoral existem vitoriosos e derrotados, e na minha ótica quem perdeu foi o povo do Maranhão que se rendeu ao abuso do poder, ao peso do vil metal. Políticas escravagistas que mantêm seu povo como serviçais subservientes e eternos dependentes.
Mas, ao contrario dos que pensam que eleição é uma partida de futebol onde a ordem é vencer não importa como, eu estou muito feliz em saber que a maioria absoluta do povo de Pinheiro que ama nossa terra disse não a essa terrível oligarquia que abandona sua gente, seu povo, aqui 21.000. Ou melhor, mais de vinte e um mil aqui disseram não a filha do Sarney em sua própria terra. Disse não ao seqüestro do dinheiro do hospital, disse não ao lixão a falta de esgoto, de universidades de dignidade.
Dos candidatos escolhido por mim e pela maioria dos pinheirenses, podem até não terem sidos eleitos, mas em momento algum eu me arrependo da minha escolha. Continuo amigo do Penaldon, da sua esposa Valeria do Zé Arlindo e seu grupo político, assim como sei que sua administração será perseguida pelo grupo que saqueou Pinheiro e que recebeu nas urnas a resposta pelo que fizeram com Pinheiro.
A diferença entre mim e os eleitores do outro lado é que meu voto é consciente, não vendo e não compro voto. A eleição de prefeito é diferente e estaremos mais uma vez mostrando o que fizeram com Pinheiro e que estará sendo feito, claro que o prefeito precisa fazer com urgência algumas mudanças administrativas, afinal quem não veste minha camisa não joga em meu time.
Posso não ter elegido meu deputado estadual, mais em Pinheiro Ganhei as eleições e com folga da governadora biônica que passa a parti de agora ter um mandato popular $$$$$$$$$.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

O POVO VOLTA A SER JUIZ

Apesar da instabilidade jurídica deixada pelo empate no STF sobre o mérito (Lei Complementar 135/10), a famosa Lei da Ficha Limpa. Ontem por quatro votos a três os ministros do TSE entenderam, na análise de duas consultas e de casos específicos, que as novas regras não modificam o processo e não são pena, mas sim critério de inelegibilidade. Dos sete ministros da corte, quatro entenderam que Jackson Lago deve ter o registro liberado por conta do tipo de instrumento jurídico usado na época para cassar o mandato do pedetista. Como foi usado um recurso contra expedição de diploma (RCed), não houve, durante o julgamento original, a decretação da inelegibilidade de três anos, como previa a antiga redação da Lei das Inelegibilidades (Lei Complementar 64/90). “Na época, não houve decretação da inelegibilidade. Então, não é possível conceder o recurso”, afirmou o relator do caso, Hamilton Carvalhido.


Falta pouco para que o Maranhão volte a ser redemocratizado e as eleições voltem a ser o legitimo instrumento da escolha dos governantes, onde o povo volte a ser o Juiz que vai decidir o destino do nosso estado pelos próximos quatro anos. O Povo é Maior.

Thaiza Hortegal se mobiliza para viabilizar a instalação de uma unidade do Iema em Pinheiro A deputada Thaiza Hortegal busca viabilizar uma unidade do Iema para o município de Pinheiro, com ensino médio em tempo integral e cursos profissionalizantes. “A cidade está sendo referência para estudantes na região por causa da diversidade de instituições de ensino superior que têm surgido, tanto públicas quanto privadas, além do crescimento econômico que vem apresentando, com a chegada de grandes empreendimentos, como foi o Mix Mateus e outros que estão por vir, e que demandarão pessoal qualificado”, explicou a parlamentar. A deputada progressista ressaltou o papel importante do Iema em outras regiões, agregando cursos profissionalizantes que viabilizam a inserção de jovens no mercado de trabalho após a conclusão do ensino médio, e a necessidade da abertura de novas vagas para alunos. “Vamos precisar de mão-de-obra qualificada diante do crescimento que temos percebido em Pinheiro. Além disso, precisamos abrir mais vagas para o ensino médio, porque temos identificado um crescimento de ingressantes neste nível escolar ao longo dos anos. Portanto, precisamos nos preparar, e com uma unidade plena do Iema, nossos estudantes terão, além de uma excelente estrutura, uma instituição de referência”, destacou Dra. Thaiza.

Thaiza Hortegal se mobiliza para viabilizar a instalação de uma unidade do Iema em Pinheiro A deputada Thaiza Hortegal busca viabilizar...