segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Gestores municipais de Educação destacam apoio e diálogo do Estado para melhoria dos índices educacionais



vento foi realizado em São Luís e reuniu centenas de gestores municipais da Educação que dialogaram com o Governo do Estado. Fotos: Lauro Vasconcelos/Seduc
Centenas de gestores municipais de educação participaram do ‘Encontro de Políticas Educacionais com Secretários Municipais de Educação’, promovido pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em São Luís. Durante o encontro, realizado na sexta-feira (27), gestores da Seduc, prefeitos e secretários de Educação dos municípios alinharam metas educacionais e fortaleceram o regime de colaboração entre a rede estadual e as municipais, focando na qualidade do ensino e da aprendizagem.
Temas como transporte escolar, calendário escolar, termo de cooperação com os municípios, regularização de fluxo escolar, Bolsa Família, alfabetização, estrutura das redes municipais de educação, convênios, assessoria técnico-pedagógica com formação dos professores, além dos Planos Nacional de Educação (PNE) e Estadual de Educação (PEE) foram abordados durante o encontro que contou com o atendimento individual aos gestores municipais presentes.
O prefeito de Arari, Djalma Melo, ressaltou a importância de estabelecer um diálogo mais próximo com os órgãos estaduais sobre a educação. “Essa é a hora de ouvir o que o Estado está disposto a oferecer e de discutir onde o Governo pode auxiliar em nossas demandas. A intenção do município de Arari é dar continuidade à parceria com o Governo do Maranhão e alcançar a melhoria de indicadores como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) em nosso munícipio e no estado como um todo”, contou o prefeito do município que foi contemplado com um dos 18 ônibus escolares entregues pelo Governo em janeiro.
O prefeito de Chapadinha, Magno Bacelar, ressaltou a importância da parceria proposta entre o Governo do Maranhão e as prefeituras. “Esse seminário é fundamental para que a educação no Maranhão avance cada vez mais. Precisamos investir no transporte escolar, na melhoria dos índices educacionais, na estrutura de nossas escolas, isso tudo fica mais fácil com a parceria efetiva da gestão estadual”, afirmou Magno Bacelar, ao lembrar que o município oferece educação básica a 18 mil alunos.
Se para os prefeitos a participação no evento se soma ao conjunto de medidas importantes para cada cidade, para os secretários municipais de Educação o evento foi importante para detalhar as ações. A exposição para os gestores municipais foi feita pelo secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.
Com papel e caneta na mão, a secretária de Educação de Luís Domingues, Maria Ildenê, anotava todas as informações abordadas no evento. “É a primeira vez que fico à frente da educação do município, então é primeira vez que participo de um evento como este. É uma coisa nova que nos deixa mais cientes dos programas e ações desenvolvidas pelo Governo do Estado na Educação”, explicou a secretária.
Outra gestora que destacou a importância do evento detalhar as ações em prol da educação foi a secretária de Educação de Vila Nova dos Martírios, Linda Maria Cruz. “Vim com minha equipe para este evento com a certeza de que iremos sair daqui com todas as dúvidas sanadas. É um momento muito importante para conhecer os envolvidos com a educação estadual e principalmente, para conhecer como funcionam os programas tão importantes desenvolvidos por essa gestão”, frisou Linda Maria.

Com expansão e aumento do benefício, ‘Bolsa Escola’ tem beneficiado milhares de maranhenses


Doméstica Francilene Santos Barbosa, 35 anos, tem quatro filhos em idade escolar, e, segundo ela, sem o programa, passaria maus bocados para obter o material escolar das crianças. Foto: Orcenil Júnior/Secap
Os municípios maranhenses já se preparam para executar o Programa Bolsa Escola, que chega em seu segundo ano em ritmo de expansão. Nesta semana, o Governo do Estado realizou, durante o ‘Encontro de Prefeitos e Gestores Municipais de Assistência Social do Maranhão’, a assinatura do Termo de Pactuação Técnica entre o Governo do Estado e Prefeituras, a fim de estabelecer parcerias para melhorar o atendimento aos beneficiários e a funcionalidade do programa. No evento, o Governo ainda apresentou outra novidade: o lançamento do aplicativo do Bolsa Escola, facilitando o acesso dos beneficiários às informações sobre o Programa, como saldo e comércios credenciados.
Os prefeitos, secretários e secretárias municipais de Assistência Social se reuniram com o governador Flávio Dino e além de assinar a pactuação, receberam os cartões do Programa, que serão distribuídos para os beneficiários, e obtiveram informações referentes à operacionalização e gestão desta segunda fase.
“Este é um programa exitoso, único no Brasil hoje, que movimenta o comércio nas cidades, esse ano mais R$ 50 milhões circulando, e beneficia um milhão de crianças e adolescentes, com acesso à material escolar, que é o primeiro passo para a aprendizagem adequada. Apontamos muito claramente o caminho, que é de uma ampla união a favor do Maranhão”, relatou o governador Flávio Dino.
Os prefeitos avaliaram positivamente o programa e sua expansão. É o caso do prefeito de Grajaú, Merciel Lima, que acredita que os programas sociais que beneficiam a população mais vulnerável têm papel fundamental nas cidades. “É muito importante tudo o que se possa conseguir e levar para a população, principalmente para a carente, e é sempre bem vida e sempre importante. Daí o meu interesse pelo programa, assim como outros que existem em favor da população. Agradeço o Governo do Estado pela implantação e execução desse programa”, relatou o Mercial.
Em Cururupu, já há uma expetativa pela segunda fase do programa, tanto da população, quanto do comércio, de acordo com a prefeita da cidade, professora Rosinha. “O programa, desde o ano passado, deu uma força muito grande na economia do município. La em Cururupu foi muito bem, as famílias, as que mais precisam, puderam ter esse apoio do Governo do Estado comprando material de qualidade. Deu um aporte grande na economia do município e o nível de satisfação das famílias e das crianças foi muito bom. E já há uma ansiedade muito grande da população, daqueles que mais precisam, aguardando já ser entregues os cartões para iniciar a aquisição do material escolar”, declarou Rosinha.
O gestor de Santa Quitéria, Noberto Moreira Rocha, acha essencial a parceria com o Governo do Estado para melhorar a qualidade de vida da população. “É muito importante para o município porque nós estamos a 370 km da capital e não tivemos o apoio de nenhum dos governos anteriores, o povo estava abandonado. E hoje junto ao Governo do Estado, não tenho dúvida que vamos conseguir erguer o nosso município”, defendeu Noberto.
Programa
Criado pela atual gestão do Governo do Maranhão, o Bolsa Escola complementa os recursos recebidos pelas famílias incluídas no Programa Bolsa Família, do Governo Federal, e é a primeira experiência local na implantação de um programa estadual de transferência de renda. O programa tem por objetivo assegurar a transferência direta de recursos às famílias em situação de extrema pobreza para a aquisição de todos os tipos de materiais de uso escolar.
“O programa Bolsa Escola tem uma dimensão para todo o estado, todos os municípios são participantes do programa. Nós temos mais de um milhão de crianças e adolescentes beneficiados. Então, essa parceria com os municípios vai facilitar o acesso dessas pessoas que mais precisam de transferência de renda a terem efetivado essa política. A participação dos municípios com o Governo do Estado, sem dúvida nenhuma, vai elevar ainda mais o índice de participantes e de efetividade do programa”, pontuou Neto Evangelista.
Na apresentação aos prefeitos e secretários, Neto Evangelista lembrou que em 2016, o programa beneficiou 982.681 alunos nos 217 municípios maranhenses com a concessão de R$ 48 milhões em créditos investidos em 841 estabelecimentos comerciais cadastrados. Já em 2017, houve aumento do valor repassado a cada estudante, de R$ 46 para R$ 51, acompanhando o reajuste de 11% do programa federal Bolsa Família. Serão este ano cerca de 1,2 milhão de crianças e adolescentes beneficiados, 1.413 estabelecimentos credenciados, com a expetativa de fazer circular R$ 59 milhões.
Para dona Leonice, o reajuste totalizou R$ 204 de crédito na compra de cadernos, lápis, canetas e outros produtos indispensáveis para o aprendizado. Ela conta que foram os próprios filhos que a alertaram para o acréscimo no benefício. “Eles olharam na televisão e disseram: Olha, mãe, aumentou! Eu sentei para assistir e quando vi que aumentou mesmo, disse, graças a Deus”, falou a beneficiária.

Assinatura do Termo de Pactuação Técnica entre o Governo do Estado e Prefeituras aconteceu nesta semana. Foto: Karlos Geromy/Secap
Assim como dona Leonice, a doméstica Francilene Santos Barbosa, 35 anos, tem quatro filhos em idade escolar, e comemora a adesão ao programa, pois, segundo ela, passaria maus bocados para obter o material escolar das crianças estando desempregada. Com ajuda do Bolsa Escola, ela pode ir à loja com a filha Cleice Santos Barbosa, 9 anos, para escolher caderno, lápis de cor, régua, lancheira e outros materiais.
“O benefício ajuda bastante porque, com quatro filhos, a dificuldade é demais e eu não estou trabalhando no momento. Então, ajuda bastante e dá para suprir a necessidade deles em relação ao material escolar”, falou Francilene, que também é mãe de Vitor Santos Barbosa, 16 anos, Vanessa Santos Barbosa, 15 anos, e Guilherme Santos Barbosa, 5 anos.
Neto Evangelista lembrou que o cartão permite a compra de material escolar por débito, nos estabelecimentos credenciados nos 217 municípios, destacando o impacto econômico que o programa gera. Foi o que atestou o empresário Thiago Pontes: “Aumentou em 30% as nossas projeções de vendas e outro fato bastante interessante é que o período de início das aulas que é no final de janeiro, na verdade, este ano, se estendeu até o mês de fevereiro e isso foi muito bom”.
Aplicativo
Durante a pactuação, o secretário Neto Evangelista apresentou a ferramenta do Programa e informou que o aplicativo será mais um meio de informação para as famílias beneficiárias do programa. “Além do site e da ouvidoria, teremos, agora, o aplicativo, que poderá ser instalado no aparelho móvel, auxiliando o beneficiário a conhecer bem o programa e tirar todas as suas dúvidas, sem precisar sair de casa”, afirmou.
O aplicativo poderá ser baixado no Play Store e disponibilizará serviços de desbloqueio de cartão, consulta de saldo, lista dos estabelecimentos comerciais credenciados e notícias referentes ao programa. Para desbloqueio dos cartões através do aplicativo, será necessário o cadastro com os dados pessoais do beneficiário. Após o desbloqueio, o crédito será disponibilizado para a compra do material escolar em até 72 horas.

DIFERENTE: As farras de lagostas de Roseana e a responsabilidade de Dino


O governador Flávio Dino foi flagrado por um leitor do blog, neste sábado (28), fazendo compras em um supermercado de São Luís. Ao contrário da sua antecessora, Roseana Sarney, que gastava o dinheiro do povo maranhense com farras de lagosta, camarões, salmão, filé mignon, bacalhau do Porto, sorvete, tudo do mais caro e luxuoso, Dino adota a simplicidade e a economia em tempos de crise. Nada de desperdício de dinheiro com extravagâncias, como ocorria nos governos dos Sarneys.

Acusados da morte do advogado Brunno Matos serão julgados nesta quinta (02)

Será realizado nesta quinta-feira (02.02), no Fórum Des. Sarney Costa (Calhau), o julgamento dos três envolvidos na morte do advogado Brunno Eduardo Matos Soares e tentativa de homicídio do irmão dele, Alexandre Matos, e do amigo Kelvin Kim Chiang, crimes ocorridos na madrugada do dia 06 de outubro de 2014, no bairro do Olho d’Água, em São Luís. Serão julgados pelo 2º Tribunal do Júri os acusados Carlos Humberto Marão Filho, Diego Henrique Marão Polary e João José Nascimento Gomes.
Brunno Eduardo Matos Soares
Consta na denúncia do Ministério Público que o homicídio e as duas tentativas de homicídio foram resultados de uma discussão, decorrente de quebra de retrovisores de alguns veículos que estariam obstruindo o acesso à garagem da residência do acusado Marão Filho, localizada na Rua dos Magistrados, no bairro do Olho d’Água. Brunno Matos foi morto a golpe de faca. Alexandre Matos e Klevin Chiang também foram feridos com arma branca.
Carlos Marão Filho foi pronunciado pela suposta participação na morte do advogado Brunno Matos; o vigilante João José Nascimento Gomes, pela suposta prática de homicídio do advogado e tentativa de homicídio contra Kelvin Chiang; e Diego Polary, pela suposta prática de crime de homicídio de Brunno Matos e tentativa de homicídio contra Alexandre Matos.
A sessão de julgamento, no próximo dia 02 de fevereiro, será presidida pelo juiz titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri de São Luís, Gilberto de Moura Lima, e ocorrerá no auditório do Fórum Des. Sarney Costa (Calhau). Atuarão na acusação o promotor de justiça Rodolfo Soares dos Reis, com os assistentes da acusação advogados Meihem Ibrahim Saad Neto e Rafael Moreira Sauaia. A defesa dos acusados ficará com o defensor público Marcus Patrício Soares Monteiro e os advogados Ítalo Leite e Benevenuto Serejo.
O julgamento está marcado para começar às 8h30, sem previsão de horário para terminar. Serão ouvidas as duas vítimas e 13 testemunhas de defesa e de acusação e interrogados os três réus. Serão ouvidos também o delegado Márcio Fábio Dominici, responsável pelo inquérito policial do caso; os médicos legistas do Instituto Médico Legal (IML), Fábio Antônio Costa Alves Magalhães e Giuliano Peixoto Campelo; a perita criminal Michelle Rose Santos Almeida (ICRIM); o perito em criminalística forense, Sérgio Andrés Hernandéz Saldias; além dos policiais militares Júlio César Sousa Pereira e Maikon Fontes da Silva.
O crime – conforme a denúncia feita pelo promotor de justiça Agamenon Batista de Almeida Júnior, a discussão iniciou após o advogado Brunno Matos tomar satisfação com Marão Filho acerca do dano que esse teria causado no seu veículo. Ambos teriam ido às vias de fato, situação que atraiu para o local as vítimas Alexandre Matos, Kelvin Kim Chiang e a testemunha Wesley Carvalho, no intuito de defenderem o advogado, resultando no envolvimento deles na briga.
Segundo se depreende da denúncia, no momento das agressões mútuas, chegou ao local o vigilante João José Nascimento, que partiu para cima das vítimas com a intenção de defender Marão Filho que continuou com as agressões mesmo após os rapazes terem sido esfaqueadas. Dessa briga generalizada, Brunno Matos faleceu e Alexandre Matos e Kelvin Chiang sobreviveram após serem submetidos a intervenções cirúrgicas.
Pronúncia dos acusados – em sua decisão proferida em agosto de 2015,a juíza Samira Barros Heluy, que na época respondia pela 2ª Vara do Tribunal do Júri, afirmou que havendo prova da existência de crimes dolosos contra a vida, com indícios da autoria, e inexistindo prova inquestionável de qualquer excludente de criminalidade, os acusados seriam submetidos a julgamento pelo Tribunal do Júri Popular. Os réus recorreram da decisão, mas em março de 2016 a 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) manteve decisão de pronúncia dajuíza para que eles fossem submetidos a júri popular. O colegiado seguiu entendimento do desembargador Joaquim Figueiredo, relator do processo.
A juíza Samira Barros Heluy afirmou, em sua decisão de pronúncia, que deixou de determinar a prisão dos três acusados antes do julgamento, em razão de terem eles comparecido a todos os atos processuais, sem embaraçar a instrução, não havendo elementos, naquele momento, apontando que a liberdade deles seja fator de risco para a sociedade.
A magistrada ressaltou que a peça inicial mencionou a conduta de cada réu e as circunstâncias em que ocorreram os crimes, embasando a imputação contra Diego Polary nas declarações prestadas pelas vítimas sobreviventes e pela testemunha ocular Wesley Carvalho, na fase inquisitorial, declarações que foram ventiladas durante a instrução do processo, permitindo o pleno exercício da ampla defesa do referido acusado.

(CGJ)

O estrago deixado por Eike Batista e Roseana no Maranhão

Preso pela Polícia Federal nesta segunda-feira (30), o empresário Eike Batista deixou um rastro de miséria e engano no Maranhão.
Para quem não lembra, a vinda de Eike Batista ao Maranhão foi patrocinada pela então governadora Roseana Sarney em março de 2009, após o golpe judicial que tirou Jackson Lago do poder. Eike e Roseana venderam a promessa de um falso “eldorado”, que surgiria da exploração de gás e petróleo em municípios paupérrimos do estado, como Capinzal do Norte, Trizidela do Vale e Santo Antônio dos Lopes, entre outros.
Só que tudo não passou de mais um engodo da família Sarney. A exemplo da Refinaria da Petrobras em Bacabeira, que não saiu do papel, do golpe do pólo têxtil de Rosário, que levantou 24 milhões de dólares de empréstimos da SUDENE junto ao BNB e enganou cerca de 4 mil homens e mulheres humildes da região do Munin; e da Usimar, que contou com o decisivo apoio da governadora Roseana Sarney. O Conselho Deliberativo da SUDAM aprovou um projeto no valor global de U$ 1,38 bilhão e liberou uma parcela inicial de 44 milhões de dólares para a instalação de uma fábrica de autopeças no Distrito Industrial de São Luís. A empreiteira Planor construiu um barracão no local, o empreendimento nunca saiu do papel e o dinheiro liberado desapareceu.
O embuste do clã voltou a ocorrer no Maranhão com a tal reserva de gás em Capinzal do Norte e Santo Antônio dos Lopes, o que seria a salvação/redenção do Maranhão. Festejado pelos Sarneys que as empresas de Eike (OGX E EBEX) haviam descoberto a ‘meia Bolívia’ de gás natural no interior do Maranhão, o empresário foi incensado e promovido a semideus por José Sarney, Roseana e integrantes do seu grupo, mas logo viu seu império cair. Nada de exploração de gás no Maranhão e os milhares de empregos que seriam gerados não passaram de fantasia. Ficou a miséria dos maranhenses enganados por Eike e o grupo Sarney.
DOAÇÕES SUSPEITAS
Vale destacar que o empresário Eike Batista figura como um grande doador de campanhas eleitorais. Entre os beneficiados a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), que recebeu R$ 1,5 milhão para suas campanhas eleitorais. A Polícia Federal deve investigar os repasses suspeitos.
De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Eike destinou, em 2010, R$ 500 mil à campanha de Roseana ao governo do Maranhão.
Antes, no ano de 2006, o PFL (atual DEM) do Maranhão, que tinha à frente Roseana Sarney, obteve R$ 1 milhão.

‘Propineiros’, ex-funcionários fantasmas e ‘viúvas’ criam adesivo em defesa de Roseana



Adesivo em defesa de Roseana confeccionado pelos que têm saudade dos privilégios…
Donos de empresas de fachada, ex-funcionários fantasmas – que só recebiam mensalmente dos cofres do Estado sem efetivamente exercer a função constante nos gordos contra-cheques, além de figuras que foram desligados dos altos cargos comissionados do Governo do Estado após a saída da ex-governadora Roseana (PMDB), no final de 2014, decidiram começar uma campanha intitulada “O Maranhão está feliz, a guerreira vai voltar”, alusivo a filha do ex-presidente da República, José Sarney.
Os adesivos foram custeados por ‘propineiros’ que sentem faltam da época “das vacas gordas”, quando propinas eram ‘distribuídas’ entro do Palácio dos Leões, exatamente durante o governo Roseana, como revelou reportagem da Revista Veja, de dezembro de 2014 (LEMBRE).
Os que compartilham a mensagem nas redes sociais pedindo a volta de Roseana, na verdade, são viúvas – órfãos após a derrota histórica nas urnas maranhenses, em outubro de 2014.
Do Domingos Costa

LAMENTÁVEL: Policial filma o próprio suicídio ao vivo

Ainda circulam nas redes sociais as imagens de um policial militar que gravou o próprio suicídio na noite de ontem, sábado, dia 28, sem explicar as razões que o levaram a cometer o ato extremo contra a vida. O soldado transmitiu ao vivo pelo Facebook.
O militar Douglas de Jesus Vieira, de 28 anos, era lotado no 24º BPM, Queimados, no Rio de Janeiro. Em Brás de Pina, onde residia, foram feitas as imagens na própria casa dele.
O soldado vinha reclamando dos constantes atrasos no pagamento de seus salários e que estava pagando suas contas com atraso. Abaixo a gravação do próprio suicídio:

Selma Maria Rodrigues Durans, a Selma da Colônia, foi reeleita para presidência da Colônia de Pescadores Z 13, triênio 2017/2020.



Uma eleição onde muitos apostavam em tumultuada, mas transcorreram dentro da                     normalidade com apenas algumas reclamações de boca de urnas por ambas as chapas, A senhora Marizilde Diniz Cordeiro (Zilda, concorreu democraticamente dando aos                   sócios a oportunidade de escolher livremente quem seria melhor para conduzir                                a entidade.

A eleição teve inicio pontualmente às 9hs da manha deste domingo seguindo até as 16hs, onde os portões foram fechados, dando em seguida o  processo de apuração. Dos 1,531 eleitores aptos a votar, compareceram 933 eleitores, com abstenção de 598,08 nulos, 21 brancos, 239 votos a chapa 2 e 667 da chapa I, que venceu com   71,39%   Mantendo Selma  a frente da   casa do Pescador até 2020.              
                                                                                                               



                                                                                                                                                                                                            

domingo, 29 de janeiro de 2017

DE NOVO: "Russo marca data do fim do mundo: 16 de fevereiro"

Rússia – Se você sobreviveu às previsões de que o mundo acabaria em 2012, prepare-se para o 16 de fevereiro. Daqui a 20 dias, segundo o cientista russo Dyomin Damir Zakharovich, a vida na Terra será dizimada. E a culpa é do ‘2016 WF9’, corpo celeste (monitorado pela Nasa) de um quilômetro de diâmetro em rota de colisão com o planeta.
A agência espacial americana confirma que o monstrengo, um bólido errante e escuro que pode ser um cometa ou um asteroide, está se aproximando da Terra e passará perto da órbita no dia 25. Zakharovich, porém, afirma que os cálculos da Nasa estão errados. “A Nasa sabe e não fala”, dispara. “Só agora estão começando a avisar, mas aos poucos”, acusa.
russo-mundo
Concepção artística do WF9, corpo celeste de um quilômetro de diâmetro que pouco reflete a luz do sol divulgação / Nasa.
Segundo o russo, o WF9 tem viajado em direção à Terra há cinco anos. Passou por baixo do Cinturão de Asteroides e pela órbita de Marte. E vai bater no planeta dia 16 — só não tem como precisar onde. Caso atinja um continente, o choque, o deslocamento de ar e as explosões acabarão com tudo em volta. Se bater no mar, surgirá um tsunami devastador.
A Nasa garante que não há motivos para pânico. “Estudamos a fundo a trajetória do WF9. O corpo celeste não representa ameaça no futuro próximo”, afirma a agência, em nota. “Vai passar a 51 milhões de quilômetros da Terra”, detalha.
Não faria nem cócegas, segundo a Nasa. Para efeito de comparação, o 2016 RB1, asteroide do tamanho de um ônibus descoberto por acaso, ‘tirou um fino’ da Terra em setembro, passando a 40 mil quilômetros — ou um décimo da distância até a Lua.
Como se o asteroide não fosse suficiente, teóricos da conspiração ainda acreditam que o planeta imaginário Nibiru também está em rota de colisão.
O suposto astro (que também é chamado de Planeta X) teria sido direcionado para a órbita terrestre por uma força gravitacional e deverá nos acertar em outubro deste ano. Não existe qualquer comprovação científica da existência de Nibiru.

LEGISLATIVO AUTORIZA CONTRATAÇÕES E MAQUINA ADMINISTRATIVA COMEÇA A FUNCIONAR

O presidente da Câmara Municipal, Elizeu de Tantam (PP) convocou os vereadores de Pinheiro para se reunirem no plenário José de Arimateia Nunes na manhã desta ultima sexta (27) para analisar e votar projeto do executivo que visa contratação de servidores para o ano 2017. 
Presidente Elizeu de Tantam conduzindo a votação
/FX  sessão na câmara 1
O projeto é importante para garantir a governabilidade, uma vez que, sem a contratação de mão de obra qualificada, fica o município impossibilitado de executar tarefas na esfera administrativa. A lei tem tempo de vigência determinado e é extremamente importante enquanto o executivo busca meios para realização de concurso publico. 
Na sessão estiveram presentes os vereadores: Elizeu de Tantam (PP), Lucas do Beiradão (PSDB), João Morais (PSB), Albininho (PCdoB), Paulinho Enfermeiro (PMN), Sandro Lima (PCdoB), Capadinho (PMDB), Riba do Bom Viver (PDT), Alexsandro Montenegro (PP), Rubemar Ribeiro (PMDB), Ednildo Rodrigues (PCdoB) e Guto (PV). 
Após leitura e aprovação da ata da sessão anterior, o presidente nomeou três vereadores para compor uma comissão que iriam analisar o projeto, a câmara encontra-se em recesso e as comissões ainda não estão montadas, após analise o projeto voltou para o plenário e foi para discussão e em seguida votação e aprovação por unanimidade, os 12 vereadores presentes aprovaram o projeto. 
Faltaram a sessão os vereadores: Beto de Ribão (PSD), Oziel Menezes (PSD) e Valter Soares que apesar de sua presença na casa legislativa no momento da sessão, não participou do processo de votação. 

Trio de mulheres é preso tentando entrar com drogas em Pedrinhas

Três mulheres foram presas neste sábado (28) quando tentavam entrar com drogas pela porta principal do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Uma delas, mesmo algemada, sorrir para as fotos.

Os funcionários do Grupo Mirante, afiliada da Rede Globo em Imperatriz, segunda maior cidade do estado do Maranhão, mantêm o movimento de greve para cobrar o pagamento do vale alimentação. De acordo com o presidente do Sindicato dos Jornalistas e Radialistas de Imperatriz (SindiJori), Josué Silva Aquino, 60% dos funcionários aderiu ao movimento de greve. Ainda segundo o SindiJori, em 2015 não houve reajuste salarial, em 2016 o reajuste foi abaixo da inflação e o retroativo referente a três meses ainda não foi pago, o que motivou uma paralisação dos funcionários em novembro do ano passado. Este ano a greve dos funcionários começou na última terça-feira (24), e desde então os trabalhadores se manifestam contra o corte do benefício, que é um direito adquirido, que está previsto no artigo 468 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e protege o empregado de quaisquer alterações contratuais que possam prejudicá-lo de forma direta ou indireta. Em outras palavras, isto significa que nenhuma empresa pode alterar a concessão de benefícios como os vales-refeição e alimentação, cestas-básicas e até mesmo os planos de saúde que sejam custeados parcial ou integralmente pelo empregador. “Essa greve é em função do corte de benefícios como o vale alimentação, por salários que estão congelados desde 2015 e também por melhorias nas condições de trabalho”, explica o presidente do SindiJori. A sede do Grupo Mirante em Imperatriz (MA) tem 93 funcionários que atuam nas rádios AM e FM e televisão. A programação é transmitida para 46 municípios do sudoeste, sul, região Pindaré e central do estado. A coordenação do Grupo Mirante ainda não tentou negociar com os funcionários que perderam benefícios.

Os funcionários do Grupo Mirante, afiliada da Rede Globo em Imperatriz, segunda maior cidade do estado do Maranhão, mantêm o movimento de greve para cobrar o pagamento do vale alimentação. De acordo com o presidente do Sindicato dos Jornalistas e Radialistas de Imperatriz (SindiJori), Josué Silva Aquino, 60% dos funcionários aderiu ao movimento de greve.

Ainda segundo o SindiJori, em 2015 não houve reajuste salarial, em 2016 o reajuste foi abaixo da inflação e o retroativo referente a três meses ainda não foi pago, o que motivou uma paralisação dos funcionários em novembro do ano passado.

Este ano a greve dos funcionários começou na última terça-feira (24), e desde então os trabalhadores se manifestam contra o corte do benefício, que é um direito adquirido, que está previsto no artigo 468 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e protege o empregado de quaisquer alterações contratuais que possam prejudicá-lo de forma direta ou indireta.

Em outras palavras, isto significa que nenhuma empresa pode alterar a concessão de benefícios como os vales-refeição e alimentação, cestas-básicas e até mesmo os planos de saúde que sejam custeados parcial ou integralmente pelo empregador.

“Essa greve é em função do corte de benefícios como o vale alimentação, por salários que estão congelados desde 2015 e também por melhorias nas condições de trabalho”, explica o presidente do SindiJori.

A sede do Grupo Mirante em Imperatriz (MA) tem 93 funcionários que atuam nas rádios AM e FM e televisão. A programação é transmitida para 46 municípios do sudoeste, sul, região Pindaré e central do estado.


A coordenação do Grupo Mirante ainda não tentou negociar com os funcionários que perderam benefícios.

Ex-prefeito é executado com tiro na cabeça em chácara em Mato Grosso; ele era acusado de pistolagem


Denise Soares
Do G1 MT

O ex-prefeito Luiz Carlos Machado, o Luiz Bang, de 61 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça, nesta sexta-feira (27), na chácara dele, em Confresa, a 1.160 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Civil, Luiz Carlos estava com a família quando foi baleado. A principal tese é o crime de execução, já que não há sinais de assalto na propriedade.

Luiz Carlos foi prefeito de Porto Alegre do Norte, município a 1.143 km da capital mato-grossense. Atualmente ele administrava a chácara e era proprietário de um garimpo no Pará. O assassinato ocorreu por volta de 20h [horário de Mato Grosso], na chácara que fica na BR-158.

“Ele estava em casa, na chácara, com familiares, a esposa e algumas pessoas. Ele estava na área e houve um disparo de arma. O tiro acertou a cabeça dele. A princípio ninguém viu quem teria atirado”, explicou o delegado André Rigonato.Os próprios familiares socorreram o ex-prefeito até um hospital da região, porém, Luiz Carlos não resistiu e morreu. A Polícia Civil investiga o caso e deve ouvir formalmente as pessoas que estavam na chácara no momento do disparo.

O ex-prefeito, conforme informações do Ministério Público Estadual (MPE), era temido na região e chegou a ocupar uma lista dos pistoleiros mais perigosos do país. Ele prestou depoimento na CPI da pistolagem, em 1993, em Brasília.

Luiz Carlos também era acusado de tentar matar um ex-prefeito, em 1988, além de ser acusado de aliciamento e tráfico de trabalhadores para fazendas de Mato Grosso e Pará.
O corpo do ex-prefeito deve ser velado na chácara dele. Não há informações do enterro de Luiz Carlos.

Preso pela Polícia Federal em 2009, Luiz Bang era apontado como um dos maiores pistoleiros do país

O ex-prefeito de Porto Alegre do Norte, Luiz Carlos Machado, preso em 2009, durante a Operação Pluma que combatia a prática de grilagem de terras no Vale do Araguaia, já foi considerado o 5º pistoleiro mais perigoso do país. Em função disso ele prestou depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito da Pistolagem ocorrida entre 1991 e 1993 na Câmara Federal.

Na época em que foi chamado para depor na CPI, o nome de Luiz Bang, como era conhecido, também foi envolvido com o assassinato do ex-senador Olavo Pires, morto num hotel de São Paulo, que era pré-candidato a governador de Rondônia.

Bang foi apontado no inquérito da Polícia Federal como pistoleiro e responsável por desmate, venda de áreas griladas, falsificação de escrituras e ameaças. O promotor da região, Leandro Volochko, relatou no processo que Luiz Bang atuava desde 1994 na localidade cometendo ilícitos da espécie.

De acordo com o inquérito da PF, Luiz Bang era ligado ao grupo do sub-tenente Moreira, citado no processo, e atuava junto com Camilo de Lélis Brasileiro Pereira, envolvido no esquema. O ex-prefeito também era responsável por providenciar a escrituração falsa dos lotes.

Ainda de acordo com o processo Camilo e Luiz Bang atuavam em conjunto, inclusive ameaçando juízes da região e promovendo a invasão de terras da União, havendo notícia de que pagavam propina a servidor do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária e para agilizar a entrada na posse.

O Bang também respondia por crimes de homicídios. Em 2006, ele foi julgado e absolvido no caso em que era acusado de mandar matar o ex-prefeito Rodolfo Alexandre Inácio, o Cascão, a esposa Fernanda Macruz, e o amigo Avelino Pereira Coelho, em novembro de 1988.

A absolvição, no entanto, pode ter ocorrido por Bang ter pressionado um dos jurados e ameaçado o promotor Leandro Volochko e o juiz Gerardo Umberto Júnior. A Promotoria recorreu da decisão junto ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

O ex-prefeito também já foi preso por exploração de trabalho escravo. Em 2003, foi processado pela prática de trabalho escravo na Fazenda Cinco Estrelas, em Mundo Novo (MT). Ele chegou a ser preso, mas solto logo em seguida.


Bang também já foi preso em flagrante por promover quebra-quebra na Câmara Municipal de Confresa em maio de 2006. Em 2008, Bang tentou voltar para Prefeitura de Porto Alegre do Norte, porém teve o registro de candidatura cassado por improbidade administrativa. 

sábado, 28 de janeiro de 2017

COM MELHORIA NO SERVIÇO, AMBULÂNCIAS RECUPERADAS E CERCA DE 8 MIL ATENDIMENTOS, LUCIANO COMEÇA A MUDAR A SAÚDE DE PINHEIRO.

gene
Assim que tomou posse como prefeito de Pinheiro, uma das primeiras preocupações do prefeito Luciano Genésio e de sua equipe de governo, foi em tomar ciência da real situação da saúde pública de Pinheiro. Em visita aos Hospitais Antenor Abreu e Materno Infantil, foi possível presenciar o tamanho do caos que foi deixada a saúde do município. Diante dos fatos, a prefeitura decretou estado de emergência na saúde do município.
Durante as visitas, foram constatadas inúmeras irregularidades como o atraso de salários de médicos e enfermeiros, ausência de chefia no setor, e sem qualquer condição de trabalho para os profissionais de saúde. Faltava medicamentos e material para um simples curativo.
Em seguida, o prefeito e sua equipe visitaram a SAMU, onde também foi constatado a precariedade no serviço. Foram encontrados equipamentos sucateados, parte da estrutura física comprometida e para piorar a situação, apenas uma ambulância estava em condição de atender a população.
A partir do que foi encontrado nas visitas, o prefeito deu início a uma força tarefa para resolver de imediato parte desses problemas com o objetivo de oferecer uma saúde de qualidade para os pinheirenses.
Melhorias nos Serviços
Em apenas um mês de trabalho, o prefeito Luciano já conseguiu a reativação de 19 equipes de ESF(Saúde Familiar), recuperação de 4 ambulâncias do Samu e  manutenção da 5ª, uma USA( Unidade de Suporte Avançado) e um médico 24h do Samu.
Hoje, o paciente que chega no Hospital Antenor Abreu em busca de atendimento conta com cinco médicos, sendo um cirurgião, um anestesista, um ortopedista e dois clínicos. No Materno Infantil são dois pediatras, um obstetra, um anestesista e um ultrassonografista, e ainda quatro nutricionistas atendendo nos dois hospitais.
Salto no atendimento
O resultado de todo esse empenho foi um salto na qualidade dos serviços prestados na saúde de Pinheiro, que também beneficia toda região da baixada maranhense, uma vez que 55% dos pacientes que utilizam a saúde de pinheiro são de outras cidades. O trabalho realizado pelo prefeito Luciano Genésio permitiu também um salto no atendimento, foram cerca de 8000 em 30 dias,
“ Encontramos uma saúde sucateada, onde um pouco que funcionava era precário. Em trinta dias estamos colhendo os frutos de todo empenho de nossa equipe. As melhorias implantadas, nos permitiu um salto na qualidade dos serviços e ampliamos o atendimento. Foram uma média de 8 mil atendimentos entre consultas, exames e cirurgias. Vamos trabalhar diuturnamente para melhorar a cada dia a vida dos pinheirenses”, afirmou Luciano Genésio.

Thaiza Hortegal se mobiliza para viabilizar a instalação de uma unidade do Iema em Pinheiro A deputada Thaiza Hortegal busca viabilizar uma unidade do Iema para o município de Pinheiro, com ensino médio em tempo integral e cursos profissionalizantes. “A cidade está sendo referência para estudantes na região por causa da diversidade de instituições de ensino superior que têm surgido, tanto públicas quanto privadas, além do crescimento econômico que vem apresentando, com a chegada de grandes empreendimentos, como foi o Mix Mateus e outros que estão por vir, e que demandarão pessoal qualificado”, explicou a parlamentar. A deputada progressista ressaltou o papel importante do Iema em outras regiões, agregando cursos profissionalizantes que viabilizam a inserção de jovens no mercado de trabalho após a conclusão do ensino médio, e a necessidade da abertura de novas vagas para alunos. “Vamos precisar de mão-de-obra qualificada diante do crescimento que temos percebido em Pinheiro. Além disso, precisamos abrir mais vagas para o ensino médio, porque temos identificado um crescimento de ingressantes neste nível escolar ao longo dos anos. Portanto, precisamos nos preparar, e com uma unidade plena do Iema, nossos estudantes terão, além de uma excelente estrutura, uma instituição de referência”, destacou Dra. Thaiza.

Thaiza Hortegal se mobiliza para viabilizar a instalação de uma unidade do Iema em Pinheiro A deputada Thaiza Hortegal busca viabilizar...