quarta-feira, 4 de maio de 2016

Governo lança movimento ‘Maio Amarelo’, CNH Rural e premia prefeito defensor da vida no trânsito



Para estimular a educação para o trânsito e, consequentemente, reduzir o número de acidentes no Maranhão, o governador Flávio Dino e a diretora-geral do Detran, Larissa Abdalla, lançaram o movimento ‘Maio Amarelo’, o CNH Rural e entregaram o prêmio de ‘Prefeito Defensor da Vida no Trânsito’. A solenidade, realizada na manhã desta quarta-feira (4), marcou o início da intensificação de políticas públicas voltadas especificamente ao trânsito.

Com o tema ‘Eu sou mais por um trânsito mais humano’, o movimento ‘Maio Amarelo’ é uma campanha criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de chamar atenção da sociedade para o alto índice de acidentes. O Governo, por meio do Detran em parceria com a Secretaria de Segurança Pública e a Polícia,  estará, no período de 01 a 31 de maio, desenvolvendo uma vasta programação de atividades voltadas a colocar o trânsito na pauta do dia dos maranhenses.

Flávio Dino destacou que as iniciativas apresentadas pelo Governo têm como caráter principal descentralizar as políticas voltadas para a melhoria do trânsito. De acordo com ele, o ‘Maio Amarelo’ terá ações em 70 municípios maranhenses, percorrerá todas as regiões do Estado e será fundamental para a continuação da redução do número de acidentes, que, em 2015, diminuiu 25%.

Para o governador, o ‘Maio Amarelo’ é uma ação de caráter educativo de dimensão internacional, que alerta para a importância de boas práticas para a diminuição de acidentes e mais paz no trânsito para todos. “Temos que ter policiais e fiscais sim, mas precisamos ter ações preventivas e educativas capazes de fazer com que a dimensão repressiva seja subsidiária, que é o ideal que nós buscamos”, enfatizou Flávio Dino.

Em sua explanação, Larissa Abdalla explicou que o Brasil é o quarto país em número de mortes no trânsito, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Além disso, o país perde cerca de R$ 40 bilhões em razão de acidentes. No Maranhão, atualmente, 63% dos leitos de UTIs hospitalares são ocupados por vítimas de acidentes de trânsito. 

Por essa razão, a diretora reiterou que o ‘Maio Amarelo’ tem caráter imprescindível para a sensibilização de motoristas, desenvolvimento de ações educativas nas redes de ensino e mensagens que levem a reflexão e adoção de novas posturas no trânsito. “Mais do que uma mera campanha de educação para o trânsito, a ação pode ser entendida como uma verdadeira política pública voltada especificamente ao trânsito e à paz que queremos diante de tantos mortos e feridos em sua decorrência”, frisou.

CNH Rural
A solenidade marcou também a abertura das inscrições para o ‘Programa CNH Rural’, que vai oferecer 2100 carteiras de habilitação, categoria A (condução de motocicleta), para candidatos acima de 21 anos que possuem, pelo menos, o ensino fundamental completo e residem na zona rural do estado. “Essa iniciativa é muito importante porque é uma oportunidade aos trabalhadores e trabalhadoras rurais que não dispõe de R$ 1500, R$ 2000 reais para adquirir uma carteira de habilitação”, explicou o governador.

Para Raimundo Coelho, presidente da Faema (Federação da Agricultura do Estado do Maranhão), o CNH Rural vai ajudar as pessoas que residem na zona rural a entrar no mercado de trabalho. “Na zona rural o pessoal tem pouco recurso, mas tem seu meio de transporte e precisa legalizar. E o Governo está dando essa facilidade”, realçou.

Prefeito defensor do trânsito
O governador Flávio Dino entregou ao prefeito de Codó, Zito Rolim, cheque no valor de R$ 100 mil, referente ao prêmio de ‘Prefeito Defensor da Vida no Trânsito’, que tem por objetivo premiar as administrações municipais que se destacaram na aplicação de políticas públicas voltadas para a melhoria do trânsito nas cidades, durante o ano de 2015.

O prefeito de Codó se disse feliz com a premiação, e esclareceu que o município adotou várias medidas que culminaram na redução da mortalidade por acidente de trânsito e dos custos com gastos na saúde. “Esse prêmio sem dúvida estimula, uma vez que não se trata de uma promoção do prefeito, mas sim da proteção à vida que todos nós temos que ter foco nisso”, reiterou Zito Rolim.


Em seu discurso, Flávio Dino homenageou todos os prefeitos, prefeitas, secretários, dirigentes municipais de órgãos de trânsito que estão progressivamente compreendendo a importância da municipalização da política na área. “São ações que visam preencher vários âmbitos em relação a essa temática, também tem essa característica da aderência à sociedade maranhense e visa garantir que as políticas públicas cheguem a todas as regiões, e para isso o consórcio de vontades com os prefeitos municipais é decisivo”, completou o governador.

Nenhum comentário: