OBRAS MAIS ASFALTO

OBRAS MAIS ASFALTO

segunda-feira, 14 de março de 2016

ATO CONTRA GOVERNO DILMA REÚNE MAIS DE 2 MIL PESSOAS EM SÃO LUÍS, DIZ PM

Maranhenses participam em São Luís (MA) na manhã deste domingo (13) das manifestações que pedem a saída da presidente Dilma Rousseff, convocadas por quatro movimentos: Vem Pra Rua Maranhão, Movimento Brasil Livre Maranhão, Acorda Maranhão e Eu Te Amo Meu Brasil. Na capital maranhense, a concentração teve início às 8h, na avenida Litorânea, na orla da cidade. Segundo os organizadores, a manifestação deste domingo reuniu duas mil pessoas. Já segundo a Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), são 2,5 mil manifestantes. O ato é pacífico.
Os manifestantes montaram pelo menos três tendas no trecho próximo ao bairro São Marcos e utilizam um trio elétrico. Os manifestantes cantaram o Hino Nacional. O trânsito foi bloqueado nos dois sentidos da via, por agentes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT).
Em São Luís, o movimento ganhou apoio dos sindicatos dos policiais federais e civis do Maranhão, além de uma associação de motoqueiros. Pelo menos quatro equipes da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) e uma do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (PM-MA) acompanham o ato nesta manhã.
“Embora sejam vários movimentos com pautas distintas, o que nos une é justamente pedir a saída da presidente Dilma. Nós chegamos a um momento que o país não suporta mais tanta roubalheira, tanto desvio. São só dela. Como que seja apurado todos os fatos decorrentes desses desvios de verbas”, sustenta o coordenador do movimento Eu Te Amo Meu Brasil no Maranhão, Sóstenes Salgado.
Os organizadores ressaltam a união da sociedade na discussão dos temas de importância do país, o apoio às operações Lava-Jato que investiga um esquema de corrupção da Petrobras  e Zelotes que apura esquema de corrupção no Conselho de Administração de Recursos Fiscais (Carf) e ao juiz Sergio Moro, além de pedir o pleno funcionamento e independência do Ministério Público e a Polícia Federal.
“Nossa missão aqui hoje é apoiar as instituições que estão fazendo o trabalho de investigar, punir, condenar os corruptos. A Polícia Federal, o Ministério Público. Aqui deixando uma homenagem, um respeito, admiração especialmente ao juiz Sérgio Moro, que ele de fato é o catalisador disso tudo”, diz Darci Pontes, um dos manifestantes.
“Eu estou apoiando o Dr. Moro. Uma das coisas que queremos é que o Brasil, uma potência mundial honesta, é um país que tem que sair à frente. Eu estou por meus filhos, que são brasileiros, minhas netas, minha esposa, estamos por todos, são só por minha opinião. É por todos. Ser um país honesto, não uma Venezuela, não uma Bolívia, uma Cuba. Por que não se vão, essas pessoas? Por que não se vão? Me decepcionaram”, disse o uruguaio Alberto White, de 59 anos, que mora há 30 anos no Brasil.



Nenhum comentário: