OBRAS MAIS ASFALTO

OBRAS MAIS ASFALTO

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Hoje é "só Festa", amanhã para os que vierem é tristeza e desespero, com a morte de um rio pela omissão


Crime é toda a ação ou omissão (dolosa ou culposa), típica, antijurídica e culpável.
As fotos a seguir comprovam claramente um crime ambiental. 
O que vejo acontecer com o nosso Rio Pericumã me deixa indignado! As fotos mostram de forma clara o que e TUDO DE BOM EVENTOS esta fazendo com o Rio Pericumã. Latas sendo jogas as centenas, Dejetos e lixo lançados no campo e ninguém faz nada. Isso é crime ambiental.
A lei define crime ambiental como: todo e qualquer dano ou prejuízo causado aos elementos que compõem o meio ambiente, protegidos pela legislação ambiental.
a Lei nº. 6.938, de 31/08/1981, que dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, o define em seu Art. 3º, I, que: “Meio ambiente, é o conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem física, química e biológica que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas". Como o Nosso Rio Pericumã!
Não posso concordar com a maldade que estão fazendo com o nosso Rio, com o nosso campo que esta sendo entulhado mais e mais. Já perceberam que em frente a Tudo de Bom Eventos estão ampliando de forma sutil? Será que é para fazer de estacionamento, pois só pode ser isso ou qual a finalidade de aterrar aquela área.
Outro Crime é a Obstrução da (MA) e na cabeceira de uma ponte, a ponte que da acesso a cidade. Já mais um via pode ser interditada, salvo determinação Judicial ou de estrema necessidade, caso contrario fere diretamente o direito constitucional de ir e vir de forma livre. É Lei!
Será que teremos que perder o nosso Rio Pericumã para depois correr atrás?
Será que deveremos esperar alguém perder a vida atropelada para tomarmos uma providencia?
Aquele local já mais poderia ser uma casa de festa!
Polui o Meio Ambiente e coloca em risco de forma direta a vida Humana.
Lembo-me que aquele Local era um Porto, construido na administração do prefeito Pedro lobato eu era garoto, pescava lá, as lanchas ancoravam lá trazendo as pessoas do interior e sua cargas.
Foram se apropriando, deixando se acabar ate por fim se apropriarem de forma definitiva de uma área que era do município e que hoje serve de perturbador da ordem e de poluidor do meio ambiente.
Fica a dica.” quem não cuida do que tem a dor da saudade, ira lembra-lo do perdido”

Hoje é só Festa, amanhã para os que vierem é só desespero, com a morte de um rio e a falta de água.




Um comentário:

Nena disse...

Verdade! Indignação total. Se alguma coisa relacionada a justiça e ordem, funcionasse em nisso Maranhão, absurdos assim, jamais estariam acontecendo. A verdade é q o Estado do Maranhão é largado pela União e explorada pelos q se dizem administradores. do mesmo.