terça-feira, 7 de junho de 2016

Sobrinho de Murad lavou verba da Saúde com lancha, carros e academia de luxo

Levado para depor na Operação Sermão aos Peixes que cumpriu 13 mandados de prisão preventiva, o empresário Rômulo Augusto Trovão Moreira Lima foi apontado pelo Ministério Público Federal (MPF) como mais um integrante da organização criminosa liderada pelo ex-secretário de Saúde Ricardo Murad, marido de sua tia Tereza Murad, prefeita de Coroatá.
Segundo a denúncia da Procuradoria da Repúnlica, Rômulo lavava dinheiro oriundo de esquema na Escola Crescimento, onde a companheira dele, Danielle Buna, é sócia; e na Academia Personal Group.
Na denúncia diz que Trovão usou um laranja, identificado como  Joelson Pereira, tanto para desviar dinheiro público como para lavá-lo, posteriormente.
Embora não se saiba exatamente o valor desviado por ele, os dados demonstram várias condutas praticadas com o objetivo de lavar o dinheiro desviado. Ele comprou lancha de R$ 220 mil e carros de luxo que somados passam de 400 mil.
“Rômulo vale-se de aportes financeiros na Escola Crescimento e de investimentos na academia e do uso do laranja para a compra de bens móveis, pagamento de cartões de crédito e depósito em conta poupança”, aponta trecho da denúncia.
Foi constatado que houve uma contribuição de Rômulo para a formação do capital social da Escola Crescimento com pelo menos R$ 765 mil. Além, do mesmo deter poder de comando na Academia Personal Group, mesmo sem figurar como sócio da empresa.
A
BDo Blog do Neto Ferreira

Nenhum comentário: