sábado, 3 de junho de 2017

PF prende ex-presidente da Valec

Foto: Reprodução
A Polícia Federal prendeu, na manhã desta sexta-feira, em Goiânia, o ex-presidente da Valec José Francisco das Neves, mais conhecido como Juquinha das Neves. A prisão é desdobramento das operações De volta aos Trilhos e Lava Jato e tem como base acordos de delação premiada assinados feitos por executivos das construtoras Camargo Corrêa e da Andrade Gutierrez, que relataram o pagamento de propina a Juquinha das Neves.
O filho dele, o empresário Jader Ferreira das Neves, e o advogado Leandro de Melo foram presos no último dia 25, quando Juquinha foi levado para depor coercitivamente. O Ministério Público Federal acusao ex-presidente da Valec e seu filho de “continuarem a lavar dinheiro da propina” mesmo depois de condenados a 10 e 7 anos de prisão, respectivamente, por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro nas obras de construção da Ferrovia Norte-Sul.
O MPF alega que a dupla continuou a produzir provas falsas no processo para “ludribriar o juízo e assegurar a impunidade”, e custeou parte de seus advogados com dinheiro de propina. Na semana passada, após ser liberado da condução coercitiva, Juquinha declarou à imprensa goiana que estava “tranquilíssimo” e que não existia nada contra ele.
A Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A. é uma empresa pública, sob a forma de sociedade por ações, vinculada ao Ministério dos Transportes, responsável pela construção e exploração da infraestrutura ferroviária.
Um dos objetivos da ação é o sequestro e apreensão de bens que, de acordo com o Ministério Público estão em nome de terceiros como forma de ocultar a real propriedade e a origem dos recursos usados para a sua aquisição.

Nenhum comentário: