Governo MA

terça-feira, 16 de maio de 2017

Operações da Senarc resultam em prejuízo de R$ 4 milhões a criminosos

Por Nelson Melo
Nesses quatro primeiros meses de 2017, após diversas operações feitas pela Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc) em todo o Maranhão, os criminosos tiveram um prejuízo calculado em torno de R$ 4.481.236 milhões. Estes números, de acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública maranhense (SSP/MA), equivalem à apreensão de 2.300 kg de drogas.
Senarc apreendeu 170 kg de maconha em Itapecuru – Mirim. (Foto: Divulgação)
Como declarado pelo delegado Carlos Alessandro, titular da Senarc, desses 2.300kg de entorpecentes, 90% são referentes à apreensão de maconha. Ele comemorou as estatísticas divulgadas, pois representam a atuação constante das forças de segurança pública do Maranhão no combate à criminalidade, comentando que os dados mostram um aumento de 137% de recolhimento dessas substâncias neste ano, pois, no mesmo período de 2016, a polícia havia feito a coleta de 970kg de drogas.
Alessandro frisou que, em se tratando de comparação da apreensão dos quatro meses deste ano com o mesmo período de 2015, o crescimento alcança 475%. O delegado relembrou a “Operação Turim 2”, realizada entre os dias 1º e 8 deste mês, na região maranhense de Alto Turi, em cidades como Centro Novo, Centro do Guilherme, Maraçumé e Lago do Junco. Lá, os investigadores da Senarc, com o apoio do Centro Tático Aéreo (CTA) e a Polícia Militar, apreenderam 170 mil pés de maconha em 13 roças.
170 mil pés de maconha foram destruídos pela Senarc no Alto Turi. (Foto : Divulgação)
Outros números da Senarc em 2017
Prisões: 64 prisões em flagrante e cumprimento de mandados de prisões preventivas.
Obs: no mesmo período de 2016, foram realizadas 31 prisões. Já em 2015, ocorreram cinco prisões relacionadas ao tráfico de drogas.
Apreensão de armas: 24 armas de fogo recolhidas pelos investigadores da Senarc nos primeiros quatro meses deste ano.

Nenhum comentário: