OBRAS MAIS ASFALTO

OBRAS MAIS ASFALTO

quarta-feira, 19 de abril de 2017

O charuto que querem atribuir a Flávio Dino é de Brasília

Um novo elemento promete causar confusão à já atrapalhada narrativa que a oposição tenta construir. Alguns blogs surgiram hoje com a “notícia” de que uma planilha confirmaria o envolvimento do governador Flávio Dino com a Odebrecth. O motivo? Um item de uma planilha que apontava os nomes “Cuba” e “charuto”. No dizer de algum blogueiro, como o segundo elemento é produto típico do primeiro, estaria confirmado o vínculo. E como Cuba é comunista, naturalmente, aquele item da planilha referia-se ao governador do Maranhão.
O problema para a narrativa oposicionista é que na mesma linha em que estão “Cuba” e “charuto” aparecem o estado de origem: “DF”. Ora se como todos sabem o estado de origem do governador é justamente o Maranhão, porque estaria anotado Distrito Federal ao que seria seu pagamento.
Esta é apenas uma nova fragilidade das tantas que aparecem na suposta denúncia. O delator já havia se confundido com valores (primeiro falou em R$ 400 mil e depois em R$ 200 mil). Afirmou que a doação havia sido feita por forma de caixa 2, para depois dizer que foram por doação oficial. O delator segue sem dizer como e para quem o dinheiro teria sido entregue. E ele próprio confessa que, além do projeto de lei que pediram para ser alterado, sem sucesso, também nunca conseguiram nenhum favor do governador Flávio Dino. Mas a oposição seguirá tentando…

Nenhum comentário: