MARANHÃO EM OBRAS

MARANHÃO EM OBRAS

domingo, 26 de março de 2017

Operação Turing: MPF pediu ao juiz juiz Magno Linhares que reconsiderasse sua decisão pela não prisão do jornalista e blogueiro Marcelo Minard,

O Ministério Público Federal (MPF) pediu ao juiz juiz Magno Linhares que reconsiderasse sua decisão pela não prisão do jornalista e blogueiro Marcelo Minard, acusado pelo MPF e pela Polícia Federal como um dos cabeça da organização investigada na Operação Turing.
No processo enviado ao juiz, Minard aparece em várias ligações organizando e contando vantagens sobre, segundo a PF e o MPF, casos de extorsão. Apesar disso, o juiz recusou o pedido de prisão. Minard foi instado apenas a uma condução coercitiva.
No pedido de reconsideração obtido por O INFORMANTE, o MPF “considera imprescindível a decretação de sua prisão preventiva, notadamente porque, ao contrário do que sugerido pelo Juízo, esse investigado possui um papel de destaque na organização criminosa investigada”.
Pelo menos seis casos de extorsão apontados pelo MPF tiveram Minard como personagem nuclear. O pedido de reconsideração enviado ao juiz começa expondo do caso dono da Dimensão Engenharia, Antônio Barbosa Alencar investigado na operação Lilliput.
Após isso, o Ministério Público é categórico: “Há de se ressaltar que a prática de crimes dessa natureza por parte de ANTONIO MARCELO RODRIGUES DA SILVA não é episódica”. Ou seja, Marcelo Minard é visto pelo MPF e pela PF como agente aplicado.
E são enumerados mais os casos das empresas Edeconsil, Comal e Mateus Supermercados. Além do empresário Jorge Arturo e do ex-prefeito de Cururupu, Junior Franco.
A amigos mais próximos, Minard chegou a confidenciar nas últimas semanas que temia por sua prisão.
Abaixo você pode conferir os trechos do pedido de reconsideração que solicitam ao juiz que decrete a prisão de Minard. O juiz também recusou essa tentativa do MPF.

O INFORMANTE

Nenhum comentário: