segunda-feira, 13 de junho de 2016

Em clima de festa, revezamento da tocha olímpica chega ao Maranhão


Governador Flávio Dino e prefeito Edivaldo participaram da solenidade da passagem da tocha olímpica pelo Maranhão. Foto: Gilson Teixeira/Secap
Governador Flávio Dino e prefeito Edivaldo participaram da solenidade da passagem da tocha olímpica pelo Maranhão. Foto: Gilson Teixeira/Secap
Foi dada a largada para o revezamento da tocha olímpica no Maranhão. O símbolo das Olimpíadas foi recepcionado pelo governador Flávio Dino, prefeito Edivaldo Holanda Júnior, secretários e população em geral, durante a solenidade de abertura realizada em São Luís, na Praça Dom Pedro II, Centro, às 10h30 deste domingo (12). Em seguida, a tocha foi conduzida por cerca de 20 bairros da capital até o evento de encerramento, às 19h, na Praça Maria Aragão.
A chegada do fogo olímpico ao Maranhão foi muito festejada com uma programação desenvolvida a partir de parceira entre Governo do Estado e Prefeitura de São Luís, que deram apoio ao Comitê Rio 2016, responsável pela realização do revezamento da tocha. O governador Flávio Dino avaliou o evento como positivo para a comunidade. “Nós estamos felizes porque a tocha olímpica simboliza valores positivos, de uma tradição milenar, e nós estamos, também, nos associando a esse espírito positivo que o esporte e a Olimpíada muito particularmente trás”, ressaltou.
Governador Flávio Dino e prefeito Edivaldo participaram da solenidade da passagem da tocha olímpica pelo Maranhão. Foto: Gilson Teixeira/Secap
Governador Flávio Dino e prefeito Edivaldo participaram da solenidade da passagem da tocha olímpica pelo Maranhão. Foto: Gilson Teixeira/Secap
O governador comentou, ainda, sobre a feliz coincidência do estado abrigar a tocha em pleno ritmo de festas juninas. “Estamos em um mês muito especial, em que a cultura maranhense se manifesta de modo mais belo, de modo mais pleno, e nós estamos aqui agregando essa oportunidade única para várias gerações. Fico muito feliz de poder, como brasileiro e maranhense, participar de um momento tão especial e realmente único”, disse.
O prefeito Edivaldo também comemorou a chegada do fogo olímpico e exaltou a grandiosidade da programação. “São mais de 100 pessoas envolvidas no carregamento da tocha e durante todo o dia nós teremos uma grande festa em toda a cidade”, disse. “Este é um momento muito importante para a nossa cidade, que hoje participa muito feliz da festa para receber a chama olímpica”, comentou, ao destacar a passagem da tocha como também sendo para o turismo, ao mostrar as belezas da cidade para o mundo.
Realizada em frente à sede da Prefeitura, a recepção foi animada por atrações culturais como o Boi de Axixá e a banda Lamparina. Jaqueline Maria Gomes Caldas, 12 anos, foi a primeira maranhense a carregar o fogo olímpico. Ladeada pelo governador do Maranhão, o prefeito de São Luís e secretários estaduais e municipais de Esporte e Lazer, a estudante se emocionou ao levantar, pela primeira vez, a tocha olímpica em solo maranhense. “É muito emocionante para mim e para toda a minha família”, falou.
Além da honra de participar de um evento de importância mundial, a emoção de Jaqueline se justifica, também, pelas conquistas obtidas através do esporte. As dificuldades vivenciadas após um problema no núcleo familiar, e o reflexo desse evento traumático no rendimento na escola, foram contornados com o apoio da família e professores do Projeto Movimento e Resgate Esportivo, promovido pela Prefeitura de São Luís, que atende a mais de 5 mil crianças entre 7 a 17 anos, em 48 bairros da capital.
Emoção marcou o início do revezamento que prestigiou estudantes da capital. Foto: Gilson Teixeira/Secap
Emoção marcou o início do revezamento que prestigiou estudantes da capital. Foto: Gilson Teixeira/Secap
Hoje, Jaqueline não só vai bem na escola, como se tornou jogadora de futebol. Pela oportunidade de carregar a tocha olímpica, e pelo apoio recebido de tanta gente, ela agradeceu. “Por todos os jogadores que jogam comigo, e todos do Maranhão, pois eu represento todos eles também, eu agradeço muito”, disse a pequena atleta.
A tocha olímpica também passou por mãos de veteranos do esporte local. O mais experiente deles é Antônio Maria Zacharias Bezerra de Araújo, o professor Dimas. Com 87 anos de vida e 74 dedicados ao esporte, Dimas ajudou a fundar o curso de Educação Física da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e praticou diversas modalidades como futebol, atletismo, vôlei, basquete, natação, esgrima e outros. “Eu sou muito forte porque, em todos esses anos, já participei de muitos eventos esportivos. Oriento todo mundo a fazer atividade física para continuar forte como eu”, disse o professor.
Para o secretário de estado de Esporte e Lazer, Márcio Jardim, a chegada da tocha olímpica se converte em uma vitrine para as belezas do Maranhão. “Temos tanta riqueza cultural, tanta diversidade, tanta beleza natural, e essa é uma oportunidade de a gente mostrar isso para o mundo, e celebrar os valores que estão simbolizados na chama olímpica, que são a amizade, a solidariedade, a fraternidade e a paz”, concluiu Márcio Jardim.
A tocha percorreu cerca de 20 bairros de São Luís, como Centro e Anjo da Guarda. Os 143 participantes escolhidos para carregar o símbolo olímpico se revezaram em trechos de 200 metros, durante todo o trajeto de 39 km, que também foi marcado pela presença de grupos folclóricos e artistas maranhenses, responsáveis por animar a festa.
O encerramento foi realizado na Praça Maria Aragão, na Beira Mar, por volta das 19h, onde se apresentaram grupos de bumba boi como Pirilampo e Maracanã. Esta é a primeira vez que a tocha olímpica vem para São Luís, a 14ª capital a receber nesta edição o símbolo dos jogos mundiais. As comemorações no Maranhão com a presença do símbolo dos Jogos Olímpicos continuam nesta segunda (13) e terça-feira (14). Na segunda, a tocha olímpica percorrerá a cidade de Barreirinhas e na terça passará por Imperatriz, com uma programação desenvolvida em parceria com o Governo do Estado.

Nenhum comentário: