terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Governo do Estado e BB firmam parceria para o combate ao mosquito Aedes Aegypti

  
Prosseguindo na execução das estratégias de combate ao mosquito Aedes Aegypti, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), firmou uma parceria com o Banco do Brasil (BB), que a partir de agora integrará o Comitê Interinstitucional de Combate ao mosquito Aedes Aegypti do Estado.

No encontro que estabeleceu a parceria, o Governo do Estado apresentou as ações do Plano Emergencial de Enfrentamento às Doenças transmitidas pelo mosquito e o trabalho que já está sendo desenvolvido pelos membros do Comitê Interinstitucional. As ações, que tem como finalidade interromper a curto prazo a transmissão de Dengue, Chikungunya e Zika vírus, foram apresentadas a cerca de 30 funcionários da Superintendência do BB, na agência central.

Para Ricardo Luiz Ribeiro, gerente de Administração da Superintendência do BB, todas as 121 agências do banco no Maranhão estão mobilizadas no combate ao mosquito Aedes Aegypti. “A nossa intenção é conscientizar os funcionários e criarmos multiplicadores que possam repassar os conhecimentos aos seus familiares e amigos. Todos nós temos o dever de vigiar nossas casas e ambientes de trabalho, estabelecendo uma rotina concreta de ações de prevenção”, destacou o gerente do BB.

“O Banco do Brasil demonstrou interesse em participar desta luta que estamos travando de combater as larvas e o mosquito Aedes Aegyti e estamos aqui para formalizar esta parceria que, com certeza, trará grandes benefícios para nossa população”, afirmou o secretário-adjunto de Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde da SES, Arnaldo Muniz Garcia.

O gerente do Banco do Brasil, Marcelino Chaves, agradeceu a presença do Governo e disse que a intenção é contribuir no combate ao mosquito. “Vamos integrar as ações e estratégias de combate ao vetor e divulgarmos aos nossos clientes para que, também, possam receber esses conhecimentos e reservem um pouco de seu tempo para eliminar os criadouros”, destacou.

O Banco do Brasil possui cerca de 1.800 funcionários no Maranhão, distribuídos em 121 agências bancárias. A nova frente de trabalho integrará o Comitê Interinstitucional de Combate ao Aedes Aegypti no Maranhão, que é um desdobramento do Plano Nacional de Enfrentamento ao mosquito, que planeja e executa ações integradas entre órgãos da saúde, educação, assistência social, Defesa Civil, Forças Armadas, sindicatos e sociedade civil organizada.







Nenhum comentário: