ANTES NÃO TINHA

ANTES NÃO TINHA

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Interação entre universitários e comunidade marca primeiros dias do projeto Rondon no Maranhão





  
A interação e integração entre universitários e moradores dos municípios onde estão ocorrendo a ‘Operação Bacuri’, têm marcado os primeiros dias da edição Regional/Especial do projeto Rondon no Maranhão. As oficinas e palestras da ação foram iniciadas na última segunda-feira (18) e seguem até o próximo dia 29, nos municípios de Bacuri, Serrando do Maranhão, Pedro do Rosário, Conceição do Lago Açu e Governador Newton Bello. Mais de 100 jovens e professores universitários, de sete Instituições de Ensino Superior (IES) do Maranhão participam do projeto.

A edição Regional/Especial do projeto Rondon é coordenada pelo Ministério da Defesa em parceria com o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (Seejuv). A ação integra o grande plano do governador Flávio Dino para a juventude e reforça o compromisso da gestão estadual em promover a participação dos jovens para o desenvolvimento sustentável dos 30 municípios com menor IDH do estado contribuindo, assim, para elevar os índices sociais do Maranhão.


Nos municípios de Bacuri e Serrano do Maranhão, estudantes das faculdades Pitágoras, UFMA, FAI e Uniceuma trabalham oficinas e palestras, com temáticas, como gerenciamento de alimentos e bebidas, higiene bucal, fotografia com celulares, hospitalidade e qualidade no atendimento ao cliente, tecnologia e produção com plantas medicinais, reutilização e reciclagem do lixo, prevenção à dengue, DSTs/Aids e combate ao desperdício de água.

Para a jovem Kerolaynne Costa, acadêmica do 6º período de Serviço Social da faculdade Pitágoras, o que mais marca o projeto Rondon é a troca de saberes e conhecimento entre os rondonistas e as comunidades onde estão atuando.


“Nós estamos levando, e, ao mesmo tempo, estamos adquirindo conhecimento. É uma interação que diante das expressões de cada um, podemos vislumbrar a emancipação humana e a criação de laços que enriquecem todos que estão envolvidos”, comentou.

Participando da oficina de cooperativismo e associativismo, Ana Paula, que mora no município de Pedro do Rosário, disse que o conhecimento adquirido será importante para colocar em prática o sonho de pensar e montar um empreendimento.

“É uma grande oportunidade de aprendizagem sobre como devemos proceder diante da possibilidade de ter nosso próprio negócio. Quando você tem já a vontade de iniciar um empreendimento tem que se capacitar. A partir do que aprendi aqui tenho agora um norte sobre como começar e como manter um futuro empreendimento que pretendo montar”, revelou.


Para a secretária de Juventude, Tatiana Pereira, que participou das oficinas e palestras nos municípios de Bacuri e Serrano do Maranhão, na segunda-feira (18) e terça-feira (19), as atividades do projeto Rondon, ao mesmo tempo em que contribuem para a melhoria de qualidade de vida da população dos municípios, propicia que a juventude universitária seja protagonista no processo de transformação do estado e deixa marcas na vida de todos.

“Com o projeto Rondon, dois instrumentos importantes tem sido colocado em ação: um é a mobilização das comunidades onde a operação está acontecendo e outro é a sensibilização dos universitários para a realidade maranhense. A partir desses dois instrumentos, está se propiciando uma interação entre comunidade e universitários muito positiva e propositiva, a partir do momento em que há uma partilha de conhecimento que deixa uma semente de transformação em todos os envolvidos”, relatou.



As atividades da ‘Operação Bacuri’ seguem até o dia 29 nos cinco municípios participantes. Os rondonistas realizam diversas palestras e oficinas sobre os temas como Comunicação, Saúde, Cultura, Educação, Meio Ambiente, Trabalho, Tecnologia, Produção, Direitos Humanos e Justiça, além da prestação de diversos serviços à população.

Nenhum comentário: