ANTES NÃO TINHA

ANTES NÃO TINHA

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Flávio Dino conhece novo trem da Vale que transporta mais de 320 mil pessoas



Nesta sexta-feira (18), o governador Flávio Dino conheceu o novo trem de passageiros da Vale, ao lado do diretor-presidente da Vale, Murilo Ferreira, e do secretário-chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares. Durante a visita, Flávio Dino conversou com funcionários e diretores da empresa no sentido de unir forças para avançar no novo ciclo de desenvolvimento para o Maranhão e para o Brasil.

“A Vale é um grande investidor no Maranhão, gerando muitos empregos e oportunidades. Nós valorizamos quem investe em nosso estado e precisamos da união de todos para avançar e contribuir com o crescimento do Brasil e do Maranhão”, disse o governador.


A Vale iniciou a operação do novo trem de passageiros da Estrada de Ferro Carajás no último dia 14 de setembro, fazendo o trajeto São Luís (MA)- Parauapebas(PA). Com investimentos da ordem de US$ 55,6 milhões o transporte beneficia mais de 320 mil pessoas, entre o Maranhão e o Pará.

“Para nós é um privilégio poder oferecer um padrão de serviço como podemos ver nos países mais ricos do mundo. Oferecemos oportunidades e negócios, mas o principal é oferecer respeito à população. Estamos felizes por oferecer um serviço dessa qualidade aos maranhenses”, disse o diretor-presidente, Murilo Ferreira.


Novo Trem

Neste ano, a empresa completa 30 anos de operações nos dois estados. Foram adquiridos 39 carros, sendo seis executivos, 21 econômicos e 12 de serviços; equipados com lanchonete, restaurante, área especial para cadeirantes, bagageiro e gerador. Cada carro executivo da Estação de Ferro Carajás (EFC) tem capacidade para transportar 60 passageiros e, nos econômicos, 79 pessoas. Além disso, toda a composição tem detector de fumaça, aumentando a segurança dos usuários.
Responsabilidade Social

Com a entrada em operação da nova frota do trem de passageiros da Estrada de Ferro Carajás e a climatização de todos os carros, as pessoas que vendem alimentos às margens da ferrovia - conhecidas como ‘bandequeiras’ - deixarão de comercializar seus produtos na janela do trem. Para criar uma alternativa de renda que melhore a vida dessas pessoas, a Fundação Vale promove capacitações e auxilia esse público na busca por novos mercados consumidores.

Ao todo, estão em desenvolvimento 22 negócios sociais em seis municípios do Maranhão e um no Pará. Os benefícios do projeto incluem a qualificação e formalização do trabalho, a capacitação em gestão integrada do negócio, a remodelagem de embalagens e criação de logotipos, o fomento ao trabalho coletivo e o fortalecimento da autonomia e autoestima das participantes.

Serviço

O trem parte da Estação Ferroviária de São Luís (MA) com destino a Parauapebas, no sudeste do Pará, às segundas-feiras, quintas-feiras e sábados. Às terças-feiras, sextas-feiras e aos domingos, realiza o percurso de volta. Só não há viagem na quarta-feira, pois neste dia é realizada a manutenção dos carros e locomotivas.

A Vale opera com reserva de duas passagens interestaduais gratuitas para idosos por viagem. Quando esgotadas as duas passagens, os demais idosos têm direito a 50% nos bilhetes para os assentos da classe econômica, nos trechos interestaduais. Para tanto, é preciso que se comprove ter 60 anos ou mais e renda igual ou inferior a dois salários mínimos, conforme o Estatuto do Idoso.



Pela internet ou pelo Alô Ferrovias (0800-285-7000), o passageiro obtém os horários de chegada e partida do trem, bem como os preços das passagens, dicas de viagem, mapa da ferrovia, locais de compra de bilhetes, entre outras informações.

Nenhum comentário: