REFORMA POLITICA

CARTA AO PETA!

Ultimamente tem se falado muito em reforma política, porém será que a tal reforma política esta sendo debatida a contento? Será que estão chegando a algum consenso de interesse popular? O que realmente precisa ser mudado? São tantas perguntas que fazem com que a cabeça do povo fique ainda mais confusa.

Vejo com preocupação todos os manifesto nesse sentido, pois para “eles” o que está em discussão há bastante tempo no Congresso são propostas dispersas de partidos políticos e de parlamentares, ou seja, propostas particulares e pessoais. E o povo o que pensa, já foi consultado? Claro que não!Hoje nem o voto do povo é respeitado, tai a enxurrada de processos de derrotados querendo ganhar no tapetão. Contrariando a vontade popular.

Mas voltemos a Reforma Política, que precisa urgentemente acontecer com mudanças profundas e de fácil entendimento para que não pairem duvidas a serem esclarecidas no “tapetão”. 

Financiamento Público de campanha, para que se evite o uso da máquina em favor ou desfavor de alguém, fim da reeleição ainda mais com o titular no cargo, fim da escolha do suplente de senador pelo candidato, fim do ”Analfabetismo político”, em que qualquer cidadão que saiba apenas desenhar seu nome possa chegar à Presidência, ou mesmo se tornar um legislador. Se estamos em uma democracia, o fim da obrigatoriedade do voto, unificação das eleições e por fim uma Justiça Eleitoral seria, independente, eficaz e presente. Veja se algum candidato já foi multado por não ter retirado a propaganda dos muros, carros e casas? Não é nem serão, pois os promotores e juizes são apenas emprestados para a Justiça Eleitoral.

Senhores políticos me respeitem, respeitem meu voto e o da maioria popular, não façam com que a credibilidade da maioria de vocês caia mais, aprendam a perder assim como nós aprendemos a votar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

URGENTE: PASTOR PINHEIRENSE MORRE EM ACIDENTE AUTOMOBILÍSTICO

ACHADO DE CADÁVER NA ZONA RURAL DE PRESIDENTE SARNEY É DO PROFESSOR ALGENIR

Tragedia em Pacas