quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Operação da PM prende militares suspeitos de integrar milícia que dava segurança a grupo criminoso em São Luís


Quatro policiais militares e outras sete pessoas são suspeitas de integraram um grupo criminoso com atuação na Região Metropolitana de São Luís.

Os militares foram presos na manhã desta quinta-feira (22), na localidade Arraial, no bairro Quebra Pote, zona rural de São Luís. Armas, bebidas alcoólicas e cigarros foram apreendidos.
A operação, realizada pela própria Polícia Militar, começou a ser desencadeada por volta de 21h de quarta-feira (22), quando foram presos integrantes de uma quadrilha especializada em contrabando, em São Luís.

A operação foi determinada pelo comando da Polícia Militar do Maranhão no intuito de capturar  suspeitos que estariam transportando e fazendo segurança de mercadoria contrabandeada, drogas, armas e munições.
Segundo relato da PM, durante o trajeto ao local designado, mais precisamente na principal via de acesso ao local conhecido como Arraial, as guarnições do Batalhão de Choque se depararam com uma S10, cor prata, sem placas, com quatro homens em seu interior.

Os policiais fizeram o cerco e deram ordem para desembarque dos mesmos. Com eles, foram encontradas três pistolas pertencentes à PMMA. 

Ao realizarem a revista no veículos, os policiais encontraram uma caixa com 50 munições ogival .40, 98 munições ponta oca .40, 67 munições ogival .40, 40 munições cal 380, 22 munições cal 44, seis carregadores pistola 840, quatro carregadores de PT100, dois carregadores de pistola  Glock, dois Carregadores Ruger .40, um Carregador 24/7, três Carregadores pistola 638 cal 380, seis pistolas (três da PM), um revólver calibre 44, dois rifles 44,  granadas, placas de veículo OXZ3434, coletes balísticos, celulares, R$ R$ 1.156,00 e outros materiais.
Os presos foram encaminhados à Superintendia de Combate à Corrupção (Seccor), no bairro do São Francisco, em São Luís. Os nomes das pessoas conduzidas não foram divulgados ainda.

Sabe-se que um dos militares  presos é o Major Luciano Farias Rangel, subcomandantes do 21º BPM.
Em nota à imprensa, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), diz que será concedida entrevista coletiva à imprensa, às 16h desta quinta-feira (22), para esclarecimento de dúvidas sobre essa operação policial, iniciada na noite da última quarta-feira (21), no intuito de capturar os integrantes dessa organização criminosa que contava com o apoio de policiais militares.

A entrevista coletiva será realizada no auditório da SSP-MA, localizado na Avenida dos Franceses, Outeiro da Cruz.

Nenhum comentário: