MARANHÃO EM OBRAS

MARANHÃO EM OBRAS

sábado, 1 de julho de 2017

Adepol se ‘tranca’ no xadrez com delegado acusado de corrupção e impede sua apresentação à imprensa

Uma atitude inusitada do presidente da Adepol-MA (Associação dos Delegados de Polícia do Maranhão), Marcone Lima, impediu que a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-MA) apresentasse, ontem, à imprensa, o delegado Thiago Fillipini, titular do 1º Distrito de Açailândia, preso essa semana, naquele município, acusado de envolvimento em crime de corrupção. O secretário Jefferson Portela considerou a atitude como absurda.
A entrevista coletiva com a imprensa havia sido convocada para as 15h, sendo, com o impasse, adiada para as 17h. Seriam apresentados, além do delegado, as demais pessoas presas na operação de combate à corrupção deflagrada no 1º Distrito Policial de Açailândia.
Surpreendentemente, o presidente da Adepol e alguns associados dirigiram-se à Delegacia da Cidade Operária (Decop), onde ficam recolhidos os presos que integram os quadros da Polícia Civil, e se trancaram no xadrez com delegado Thiago, impedindo que ele fosse levado para a SSP para ser apresentado.
Sobre o episódio, a Adepol divulgou a seguinte nota:
“CRFB, Art 5. “X – são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;”
Tendo em vista entrevistas que circularam hoje (30.06.2017), de que a SSP-MA e a DGPCMA estariam tomando providências para promover uma ilegal e abusiva ‘apresentação à imprensa’, verdadeiro ato de linchamento público de um associado da Adepol-MA, a diretoria e associados, comprometidos com a preservação da dignidade da carreira, com a defesa da presunção de inocência e a preservação constitucional da imagem, estão nesse momento concentrados na Decop com firme e justo propósito de garantir que o associado preso não seja submetido a atos diversos daqueles previstos na legislação processual, sendo estes atos previamente comunicados através de intimação formal, com garantia de defesa técnica através de advogado”.

O Informante

Nenhum comentário: