MARANHÃO EM OBRAS

MARANHÃO EM OBRAS

sexta-feira, 17 de março de 2017

Inédito: alunos do Ensino Médio da rede estadual receberão fardamento gratuito

O Governo do Estado, através da Secretaria de Educação (Seduc), está lançando mais um programa inédito no Maranhão. O governador Flávio Dino (PCdoB) autorizou nesta terça-feira (14) a compra de 700 mil uniformes para alunos do ensino médio da rede pública estadual. O fardamento será distribuído gratuitamente nas escolas. A medida foi anunciada pelo gestor na página do Twitter (Veja abaixo).



É importante frisar que os 700 mil uniformes escolares serão fabricados no Maranhão, por várias malharias o que faz com que novos postos de emprego sejam gerados aos maranhenses, principalmente nesse momento de crise em todo o país.


“Governar para todos os maranhenses e promover uma política voltada para o desenvolvimento, a Justiça e a igualdade social. Estes são os princípios norteadores que há 26 meses guiam o trabalho executado pelo Governador Flávio Dino, na busca por um Estado que tenha consonância com as riquezas desta terra. Os esforços vêm de todas as áreas, e a educação, como prioridade, tem sido uma das linhas mestras adotadas para fazer o Maranhão avançar nos indicadores sociais”, disse o Secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão em artigo publicado recentemente.


“Há 12 meses fui oportunizado a estar à frente desta que é uma das áreas com o maior poder de transformar a vida das pessoas: a Educação. No dia 6 de março de 2016, fui nomeado secretário de Estado da Educação com a missão de trabalhar para a construção de uma política educacional baseada nos princípios da inclusão social, do respeito à diversidade, da formação integral, e da gestão participativa e democrática, que garanta o desenvolvimento integral dos estudantes maranhenses, com um ensino público de qualidade”, afirmou Felipe.

A pasta vem sendo comandada pelo jovem advogado há um ano. Felipe Camarão já esteve à frente de outras secretarias desenvolvendo uma boa gestão e na Educação não poderia ser diferente.

Nenhum comentário: