OBRAS MAIS ASFALTO

OBRAS MAIS ASFALTO

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Sessão desperdiçada

do Jornal Pequeno

A longa e extenuante sessão realizada ontem na Assembleia para ouvir o secretário Clayton Noleto serviu de palco para oposicionistas tentarem demarcação meramente política, desperdiçando uma experiência que poderia se transformar numa rotina.

O objeto do convite a Clayton Noleto foi o programa Mais Asfalto. De fato, o secretário fez longa e consistente exposição sobre a ação do governo Flávio Dino que já chegou a mais de 150 municípios.

A oposição optou pela linha do confronto aberto tentando vincular o programa a ações para favorecer aliados nas eleições do ano passado. “Choro de perdedores”, cravaram logo os líderes do governo.

Coube ao próprio governador Flávio Dino anunciar na Assembleia que os seus auxiliares estavam à disposição para comparecer ao parlamento. Clayton foi o primeiro a ir este ano e talvez seja o único, se confirmada a avaliação de líderes do governo na Casa.

Ocorre que o objetivo da ida de um secretário não é fazer disputa político-partidária, tampouco balaço pós-eleitoral, como os oposicionistas quiseram fazer ontem. O objetivo era debater com dados concretos uma ação importante iniciada ainda no governo passado, reformulada, aprimorada e expandida no governo Flávio Dino.


Os oposicionistas desobrigaram o governo de enviar representantes para a Assembleia a partir de ontem. Afinal, se não se respeita o objeto da convocação não há mesmo razão para comparecer.

Nenhum comentário: