IPVA + MOTO LEGAL

IPVA + MOTO LEGAL

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

José Reinaldo e Marlon Reis: caminhos distintos ao Senado…

Por Ribamar Corrêa, com edição do blog
Provavelmente pelo fato de não haver diversas opções de candidaturas ao Governo do Estado, já que os registros até aqui só apontam o projeto do governador Flávio Dino (PCdoB) de pleitear a reeleição, e uma ainda improvável candidatura da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), o meio político e a imprensa têm dedicado seu tempo a rascunhar o cenário em que se dará o que certamente será a mais dura das disputas nas eleições de 2018: a que visa às duas cadeiras no Senado.
Waldir Maranhão (PP), Weverton Rocha (PDT), José Reinaldo Tavares (PSB), Humberto Coutinho (PDT), Sebastião Madeira (PSDB), Sarney Filho (PV), Eliziane Gama (PPS), João Alberto (PMDB), Lobão Filho (PMDB), Márlon Reis (Rede) são os nomes mais cacifados para entrar nessa briga.
Na semana passada, duas manifestações agitaram esse cenário em construção, uma do ex-governador e atual deputado federal José Reinaldo, que anunciou a irreversibilidade da sua candidatura, e outra do ex-juiz Márlon Reis, que confirmou a pretensão de concorrer ao Senado, mas admitiu também a possibilidade ser candidato a governador.
Ninguém discute que o deputado José Reinaldo Tavares é um dos políticos maranhenses em atividade mais credenciados para ser senador. (…)
Em outra seara, bem distante do cenário político em evolução no Maranhão, o ex-juiz Márlon Reis tenta criar no estado um espaço político para ele e para o partido de Marina Silva, e com a pretensão nada modesta de disputar um mandato majoritário, de governador ou de senador, querendo assim alcançar o topo sem superar as etapas naturais do processo politico. (…)
São, como se vê, duas trajetórias bem diferentes, uma construída quase inteiramente no Maranhão, tendo passado por todos os níveis da atividade política e partidária no sentido mais amplo; outra nascida de um viés quase antipolítico no sentido formal, mas que dá bem a estatura que a disputa para o Senado vai ganhar durante a campanha. Leia a íntegra aqui…

Nenhum comentário: