ANTES NÃO TINHA

ANTES NÃO TINHA

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Wi-Fi grátis implantado pelo Governo em bairros da capital já beneficiou mais de 600 mil pessoas

O Programa ‘Cidadania Digital’, colocado em prática pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), se consolida como um grande instrumento de democratização do acesso à internet no Maranhão. De abril do ano passado até agora, mais de 600 mil pessoas utilizaram o Wi-Fi grátis implantado nos três pontos instalados em São Luís – Anjo da Guarda, Cidade Operária e Praia Grande. A meta do governo é ampliar os pontos na capital e levar também o programa para o interior do estado.
“Existe um expressivo crescimento do acesso por parte das pessoas que trabalham e circulam nesses locais. Isso demostra que estamos no caminho certo e que realmente as pessoas utilizam esse acesso gratuito, que é disponibilizado por intermédio do programa ‘Cidadania Digital’, do Governo do Estado”, disse o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada.
O governo está priorizando a implantação dos pontos em feiras e praças, locais de grande concentração de pessoas. A ação beneficia pequenos comerciantes, feirantes, clientes e todos os que circulam pela região, o que faz movimentar a área de comércio. Além das três localidades já citadas, o Wi-Fi grátis está implantado na área do Estaleiro Escola – unidade vocacional do Iema, beneficiando um grande número de moradores do Sítio Tamancão. O ponto nesta localidade foi inaugurado este mês.
Com a finalização das licitações de link de internet na capital e para as unidades do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) no interior do estado, a Secti dará continuidade ao processo de expansão de Wi-Fi grátis no Maranhão, segundo informou o secretário.
 Cidadania digital
O Wi-fi grátis é uma ação do ‘Programa Cidadania Digital’, que faz parte do plano de metas do governo Flávio Dino, e visa democratizar o acesso à internet em todo o estado. Além dos pontos de Wi-Fi grátis, o ‘Cidadania Digital’ prevê a implantação de uma infraestrutura de rede baseada em fibras ópticas, cobrindo uma parte substancial do estado.
A ideia é criar ‘Pontos do Saber’ em diversos municípios, privilegiando comunidades quilombolas, assentamentos rurais e aldeias indígenas. Cada ‘Ponto do Saber’ será um telecentro conceituado, permitindo ao público o acesso aos serviços on-line, educação e atividades multidisciplinares. O primeiro ponto já está em funcionamento no Convento das Mercês, beneficiando moradores do bairro do Desterro.
O último levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) apontou o Maranhão como um dos estados brasileiros que possui os maiores índices de exclusão à internet. O Programa ‘Cidadania Digital’ tem como objetivo mudar essa realidade.

Nenhum comentário: