IPVA + MOTO LEGAL

IPVA + MOTO LEGAL

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Tire umas férias das redes sociais para ser feliz, diz estudo

O novo estudo sugere que ausentar-se do Facebook pode aumentar sua satisfação com a vida e tornar as emoções mais positivas. Foto: Reprodução
O novo estudo sugere que ausentar-se do Facebook pode aumentar sua satisfação com a vida e tornar as emoções mais positivas. Foto: Reprodução
Quer sentir-se mais feliz, satisfeito com a vida e positivo? Tirar umas férias do Facebook pode ser uma boa ideia. De acordo com uma pesquisa da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, o uso do Facebook afeta negativamente o nosso bem-estar e ausenta-se da rede social aumenta a satisfação com a vida e as emoções positivas.
“A maioria das pessoas usa o Facebook diariamente, mas poucos estão conscientes das consequências. Esse estudo fornece provas causais de que o uso do Facebook afeta negativamente o nosso bem-estar”, escreveu o pesquisador Morten Tromholt.
No estudo, Tromholt dividiu aleatoriamente 1.095 participantes dinamarqueses em dois grupos: o primeiro (de controle) continuou usando o Facebook normalmente, segundo informações da BBC Brasil. Já o segundo (de tratamento) foi orientado a ficar fora da rede social durante uma semana.

Mais felicidade

Os resultados? Ao final do período de ‘intervenção’ os voluntários do grupo de tratamento apresentaram níveis mais altos de satisfação com a vida e de emoções positivas, em comparação com as pessoas que continuaram usando a rede social. Em uma escala de 1 a 10, o nível de satisfação com a vida dos “desconectados” aumentou 0,56 pontos, saltando de 7,56 para 8,12. Já no grupo que continuou usando a rede social, a pontuação subiu apenas 0,08 pontos, passando de 7,67 para 7,75 no fim do experimento.
“Comparando o grupo de tratamento com o grupo de controle, foi constatado que tirar uma folga do Facebook tem efeitos positivos em dois aspectos do bem-estar: nossa satisfação com a vida aumenta e nossas emoções se tornam mais positivas”, relatou Tromholt.

Menos solidão

No último dia do experimento, os pesquisadores questionaram todos os participantes sobre os sentimentos que vieram à tona aquele dia. Entre aqueles que ficaram fora da rede social, 88% relataram que estavam felizes e 84% disseram que curtiam a vida, contra 81% e 75%, respectivamente, dos que continuaram conectados.
Quando analisados sentimentos negativos, como tristeza e preocupação, 34% dos integrantes do grupo que permaneceu no Facebook informaram que estavam tristes e 25% que se sentiam sozinhos. Esses percentuais foram de 22% e 16%, respectivamente, no grupo que se ausentou da rede social.
O experimento também mostrou que quem tirou férias do Facebook apresentou menos dificuldade de concentração, intensificou sua vida social e sentiu que estava desperdiçando menos o seu tempo do que os que continuaram ativos na rede social.
“Foi demonstrado que os efeitos [de se ausentar] foram significativamente maiores entre os usuários frequentes do Facebook, os usuários passivos [que tendem a fazer poucas postagens] e aqueles que tendem a ter inveja dos outros”, escreveu Tromholt.

Nenhum comentário: