OBRAS MAIS ASFALTO

OBRAS MAIS ASFALTO

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Laudo confirma estupro e morte por asfixia de Mariana Costa

A Polícia Civil do Maranhão divulgou o relatório oficial de conclusão do inquérito policial do assassinato da publicitária Mariana Costa, ocorrido no último dia 13.

Mariana Costa foi encontrada morta em sua residência, em São Luís
Mariana Costa foi encontrada morta em sua residência, em São Luís
Durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (23), a Polícia Civil do Maranhão divulgou o relatório oficial de conclusão do inquérito policial do assassinato da publicitária Mariana Costa, ocorrido no último dia 13.
De acordo com o laudo, a vítima foi estuprada e asfixiada pelo empresário Lucas Porto, que tentou modificar a cena para esconder o crime e insinuar normalidade ou suicídio.
“Foi uma violência contra a mulher para satisfazer a sua lascívia. Uma crueldade com a vítima que foi surpreendida enquanto dormia” declarou o secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela.
Ainda segundo o secretário, no corpo de Mariana foram encontradas marcas de lesões de defesa: inchaço na cabeça, manchas nas pernas e manchas de asfixia no pescoço. Isso revela que a vítima tentou impedir a consumação sexual.
De acordo com o superintendente de Polícia Técnica Científica, o perito criminal Miguel Alves, o exame de DNA que atestará se houve penetração durante o estupro ainda não foi concluído, deve ficar pronto em 30 dias.
Lucas Porto foi indiciado por homicídio triplamente qualificado e estupro contra Mariana.

Nenhum comentário: