ANTES NÃO TINHA

ANTES NÃO TINHA

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Novas unidades do Viva levam facilidade e cidadania para Pinheiro e Bacabal

As duas novas unidades passaram por adequação e incremento dos serviços oferecidos. Foto: Divulgação
As duas novas unidades passaram por adequação e incremento dos serviços oferecidos. Foto: Divulgação
O Governo do Maranhão tem trabalhado diuturnamente para levar mais direitos para a população maranhense. As 21 unidades do Viva são um exemplo de que é possível proporcionar agilidade e bom atendimento durante ações rotineiras de atualização de documentos. Somente em 7 meses de gestão 11 unidades e postos do Viva foram inaugurados e sete reformados.
Inovações e incremento nos serviços oferecidos também serão marca das duas unidades inauguradas nesta semana: Pinheiro e Bacabal. As duas cidades ganharam novas estruturas modernas e confortáveis para atender maranhenses das regiões da Baixada e do Médio-Mearim, de modo a oferecer serviços como emissão da 1ª e 2ª via do RG, inscrição e consulta no CPF, emissão de antecedentes criminais, orientação ao consumidor e registro de denúncias, por meio do Procon/MA que se estabelecerá nas unidades, encaminhamento ao mercado de trabalho, com o suporte do SINE (Sistema Nacional de Emprego) e seguro desemprego, serviços online como emissão de boletim de ocorrência, emissão de faturas e boletos, consultas do NIT, PIS/PASEP, Bolsa Família, inscrições em concursos, informações sobre a Junta Militar e ponto de atendimento da Junta Comercial do Maranhão (Jucema).
Além dos novos serviços e de terem recebido uma nova sede, as unidade do Viva em Pinheiro e Bacabal representam economia ao erário público, pois serão instaladas em prédios do Governo, que não pagam aluguel, e foram totalmente reformados para receber a nova demanda e os cidadão que buscam pelos serviços do Viva.
As inaugurações fazem parte do projeto de ampliação, descentralização e reestruturação da oferta de serviços públicos aos maranhenses, primando pela qualidade, conforto, segurança e acessibilidade. O diretor-geral do Viva, Duarte Júnior, explica que as novas unidades têm ganhado estrutura e atendimento diferenciado. “Os investimentos continuarão sendo realizados para garantir o melhor atendimento e gerar desenvolvimento em todas as regiões do Maranhão. Nosso objetivo é garantir a efetivação dos direitos da população maranhense e só se consegue isso por meio das ações de ampliação dos serviços, novas estruturas físicas e a capacitação dos nossos servidores”, disse ele.
Após as inaugurações, a unidade de Bacabal estará pronta para realizar 800 atendimentos diários, com seis postos de serviços e os 11 guichês da unidade realizando atendimentos humanizados e eficientes. Já a unidade de Pinheiro conta com 10 guichês, atendendo as novas metas de reestruturação das unidades.
As inaugurações estão marcadas para o dia 13 e 15 de outubro, em Bacabal e Pinheiro, respectivamente. “Temos a missão institucional de humanizar o atendimento e harmonizar as relações de consumo no estado”, completa o diretor. A unidade em Pinheiro agora fica localizada na Rua Maria Pinheiro Paiva, no bairro Santa Luzia. Em Bacabal, a nova sede fica situada na Rua Avenida Getúlio Vargas, nº 115A, Centro.
Diálogo com servidores
As importantes mudanças estruturais nos dois órgãos foram realizadas logo após o Diálogo com Servidores, evento em que a direção geral do órgão apresenta as diretrizes de gestão e capacita os servidores a fim de qualificar e humanizar ainda mais o atendimento, além de ouvir as necessidades da localidade para realizar a reforma.
Diferencial
Em apenas um ano e meio, o Governo do Estado levou esses serviços a mais de 70% do território maranhense com as unidades móveis do Viva, que além do acesso à documentação básica, facilitam o acesso a outros serviços públicos.
Mas o Governo ainda quer mais. O objetivo da gestão é levar cidadania e oferecer atendimento rápido e de qualidade para a população também por meio das 11 unidades móveis do Viva, que percorreu mais de 150 municípios maranhenses.

Nenhum comentário: