sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Governo apresenta ações pelo desenvolvimento da agricultura familiar no ‘Dia D – Mais IDH’

Ações do Sistema SAF estão mudando a vida dos agricultores familiares dos municípios do ‘Mais IDH’. Foto: Divulgação
Ações do Sistema SAF estão mudando a vida dos agricultores familiares dos municípios do ‘Mais IDH’. Foto: Divulgação
O Governo do Estado, por meio do Sistema SAF (SAF, Agerp, Iterma), desenvolve ações integradas para elevar os Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) no estado. As ações da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF) e suas vinculadas, que fazem parte do Plano de Ações ‘Mais IDH’, serão apresentadas no ‘Dia D – Mais IDH’, um dia de mobilização, prestação de serviços, fiscalização de obras e divulgação das ações, de forma simultânea, nos 30 municípios do plano.
Os técnicos do sistema SAF, desde o mês de outubro do ano passado, já cadastraram 3.103 mil famílias e instalaram 2.053 Sistemas Integrados de Tecnologias (Sistecs) e mais 525 Sisteminhas nos municípios do plano. Além disso, as famílias atendidas pelo Programa já estão recebendo a terceira parcela do fomento, que tem valor total e não reembolsável de R$ 2.700 para investir nos Sistecs.
Este ano, o número de famílias atendidas pelos técnicos do plano ‘Mais IDH’, será aumentado com a parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) que irá ampliar para mais seis mil famílias, totalizando nove mil famílias beneficiadas com ações que irá devolver dignidade e qualidade de vida para o agricultor familiar. Atualmente, já foram cadastradas mais de 300 famílias.
Sisteminha
Ações do Sistema SAF estão mudando a vida dos agricultores familiares dos municípios do ‘Mais IDH’. Foto: Divulgação
Ações do Sistema SAF estão mudando a vida dos agricultores familiares dos municípios do ‘Mais IDH’. Foto: Divulgação
O Sisteminha foi produzido pela Embrapa e consiste na criação de peixes, aves, húmus e na produção de hortaliças e frutas. Atualmente já são 525 sisteminhas instalados nos 30 municípios do Plano de Ações ‘Mais IDH’. As famílias que já foram beneficiadas com a tecnologia, já produzem excedentes, pois além do consumo e sustento da família tem produtos que são comercializados na feira da cidade, como é o caso de Deusimar Lima, do município de Governador Newton Belo.
“Agradeço o trabalho do governador Flavio Dino, por ter lembrado dos que precisam. Eu sempre tive vontade de aprender, e, hoje, eu produzo composto orgânico para cultivar mudas de hortaliças. Fico feliz em receber assistência dos técnicos que atendem o município de Governador Newton Belo, porque eu aprendi técnicas simples que me permite sustentar minha família”, afirmou Deusimar Lima.
Atualmente, ele, sua esposa e seus três filhos vivem da produção cultivada em sua propriedade. Só de milho existe sete mil pés que já estão sendo vendidos juntamente com feijão, mandioca, farinha e hortaliças.
A maior felicidade de seu Deusimar, além de receber todo o suporte para construção do Sisteminha, foi aprender. Ele relatou o orgulho de saber fazer composto orgânico para produzir mudas de alface, cebolinha e diversas hortaliças. “O minhocário é a tecnologia que eu tenho mais orgulho. Eu sempre lutei pra fazer composto orgânico e nunca dava certo. Agora, com o minhocário está dando tudo certo porque facilitou a produção de mudas. Eu só via a produção de composto pela televisão, não sabia se era possível fazer um adubo de resto de planta e de capina e eu já estou produzindo”, declarou.
O secretário Adelmo Soares informou que como os agricultores familiares já estão produzindo excedente de sua produção, o Sistema SAF está viabilizando a comercialização dos produtos por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). No mês de maio, o Maranhão foi beneficiado com uma portaria para execução direta com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) no valor de R$ 3.250.000,00. O Sistema SAF priorizará 990 agricultores dos 30 municípios do ‘Mais IDH’.
Sistemas Integrados de Tecnologias (Sistecs) 
Em alguns municípios, onde a construção dos sisteminhas é inviável – onde ainda falta água ou energia –, o sistema SAF trabalha com a implantação dos Sistecs, estimulando as famílias a desempenharem a criação de aves de postura e de corte, produção de hortaliças (alface, cheiro verde e vinagreira, milho, quiabo, cebolinha, coentro, pimentão, tomate..), criação de pequenos animais como ovinos, caprinos e suínos. Os técnicos do sistema SAF já implantaram 2.053 Sistecs.

Nenhum comentário: