ANTES NÃO TINHA

ANTES NÃO TINHA

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Maranhense que estudava medicina na Bolívia é encontrada morta

yasminUm estudante de São Luís (MA), que cursava medicina na Bolívia, foi encontrada morta, neste domingo (29), no apartamento em que morava.
Yasmin Lima estava no 1º período do curso, na Universidade Privada Abierta Latinoamericana (Upal), e residia em Cochabamba.
cochabambaSegundo o relato de um colega de curso, em contato com o Blog do Gilberto Léda, Yasmin foi encontrada pela Divisão de Homicídios de Cochabamba com sinais de envenenamento. Não está descartada a hipótese de suicídio.
Este é o segundo registro de morte de maranhense em Cochabamba. Em 2013, José Antonio Francisco da Costa, natural de São Mateus, morreu após a explosão de um botijão de gás no apartamento que ele alugava no distrito de Huanuni (reveja).

Nenhum comentário: