sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Operação sobre Ferrovia Norte-Sul investiga ligação com família Sarney

André Coelho
A operação O Pagador, na rua hoje e derivada da Lava-Jato, investiga se há ligação da família Sarney — especificamente Roseana Sarney (foto) — com o esquema de fraude, cartel e propina na construção de ferrovias pela Valec.
A quebra de sigilo fiscal conseguida pelo Ministério Público Federal mostrou pagamentos das construtoras do cartel para o escritório do advogado Heli Dourado, onde houve hoje uma ação de busca e apreensão.
Segundo o MPF, Dourado era pago pelas construtoras para fazer a defesa no TCU e em processos de improbidade administrativa de José Francisco das Neves, o Juquinha, ex-presidente da Valec acusado de receber propina da Camargo Corrêa nesse esquema.
O MPF suspeita da ligação entre os Sarney e o esquema porque, no mesmo período, Roseana Sarney era representada por Heli Dourado em processos eleitorais.
A quebra do sigilo fiscal mostrou que os pagamentos das empreiteiras para o escritório continuaram mesmo depois de Juquinha deixar a Valec.

Nenhum comentário: