OBRAS MAIS ASFALTO

OBRAS MAIS ASFALTO

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Governo entrega kits de energia solar para beneficiar famílias de Belágua


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), entregou na manhã de sábado (14), kits de energia solar para beneficiar as famílias do povoado Lagoas, em Belágua, um dos municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado.
A entrega aconteceu durante a Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec) do território dos Cocais, que foi realizado de 11 a 14 de novembro, no Parque da Cidade, em Caxias.
O povoado Lagoas, distante 13 km da sede de Belágua, não tem água de qualidade, energia elétrica, transporte, estrada, produção, e para enfrentar esse quadro o governo Flávio Dino está entregando kits de energia solar para desenvolver o projeto de bombeamento de água para consumo e produção.
“É o começo da transformação de Belágua. Sabemos que em Lagoas não há água, energia elétrica e estrada, mas vamos começar pela produção, perfurando um poço e vamos colocar uma placa de energia para puxar água para consumo e produção daquelas famílias que sofrem com a fome e sede”, disse o secretário da Agricultura Familiar, Adelmo Soares.
Participaram da entrega o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares; o secretário-adjunto, Francisco Sales; o superintendente, Valdinar Barros; o secretário Municipal de Agricultura de Caxias, Manoel Silveira e técnicos do “Plano Mais IDH” que atuam no município de Belágua.
Dentro das ações do “Plano Mais IDH”, está o Programa “Mais Produção”, desenvolvido pelo Sistema de Agricultura Familiar (SAF, Agerp e Iterma), que tem como objetivo garantir mais alimentos e renda às famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade socioprodutiva com a implantação de sistemas de produção de alimentos nos 30 municípios do Plano.
De acordo com o engenheiro agrônomo e técnico Extensionista do “Mais IDH”, Jorge Fábio, o projeto funcionará da seguinte maneira: um poço será perfurado podendo atingir de 15 a 20 metros de profundidade para alcançar o lençol freático; quando a luz do sol atinge o painel solar gera energia elétrica em corrente contínua para alimentar a bomba, que consequentemente catalisará a água para a caixa d’água.
“Uma bomba tem capacidade de abastecer 8.600 litros por dia, essa água vai servir tanto para o consumo, pois vamos colocar um clorador na água, e, ao mesmo tempo, vai alimentar os animais e o sistema produtivo da comunidade”, ressaltou o técnico.

Belágua será inicialmente beneficiada, e, ao longo do ano, o projeto será levado a todos os 30 municípios do “Plano Mais IDH” para promover a segurança alimentar e geração de renda das famílias em situação de pobreza.

Nenhum comentário: