ANTES NÃO TINHA

ANTES NÃO TINHA

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Governo do Estado promove evento para observação do eclipse lunar dia 27 de setembro



Pessoas de grande parte do mundo e de todo o Brasil estarão com os olhos voltados para o céu no próximo dia 27 quando acontecerá o eclipse lunar total, grande evento astronômico que se configura como um verdadeiro espetáculo. Para quem deseja observar o fenômeno, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), leva para a Praça Maria Aragão, juntamente com o Laboratório Ilha da Ciência, da Universidade Federal do Maranhão, o projeto “Maranhão Lunar”, que possibilitará aos ludovicenses uma das melhores observações do eclipse de todos os tempos.
 A programação, que conta com apresentações culturais, começa a partir das 20h30 com a apresentação do Boi da Lua e os shows dos cantores maranhenses Rosa Reis e César Nascimento. Também haverá palestras sobre astronomia. A proposta é mostrar que a Ciência e a Tecnologia, assim como a arte, devem ter uma relação social e política. O projeto é uma mostra do que está sendo programado pela Secti para Semana Nacional de Ciência e Tecnologia que acontecerá de 19 a 25 de outubro na Praça Maria Aragão. 
Este eclipse vai marcar o fim de uma tétrade, conjunto de quatro eclipses totais da Lua que ocorrem em sequência. Nesta noite haverá dois grandes eventos astronômicos. A Lua Cheia de 27 de setembro estará a menos de uma hora da máxima aproximação da Lua com a terra, aparecendo ainda maior no céu; e também ocorrerá o eclipse lunar total que será visível em grande parte do mundo, incluindo o Brasil, que é um dos melhores locais do mundo para observação do fenômeno. Os dois eventos em uma mesma noite só devem se repetir daqui a 20 anos. 
A observação começa com a Lua adentrando a parte mais escura da sombra da Terra, chamada de umbra, de modo que será possível vê-la "sumir" no céu. Em seguida ela será totalmente encoberta, adquirindo o tom avermelhado característico dos eclipses totais. Por causa da coloração, a ocorrência é conhecida como "Lua de Sangue”. Na sequência o satélite vai passar pouco mais de uma hora com esse aspecto, e, à 00h23, começa a sair da sombra, em um processo que vai até a 1h27 da madrugada do dia 28. 
Esta última fase quando a Lua está saindo da parte mais clara da sombra, dificilmente é vista a olho nu e poderá ser visto pelos ludovicenses por meio dos telescópios que serão disponibilizados para as pessoas que forem para a praça fazer a observação.

Nenhum comentário: