OBRAS MAIS ASFALTO

OBRAS MAIS ASFALTO

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Governo do Estado amplia rede pública de alimentação e restaurantes populares passam a funcionar em dois horários





Uma semana de boas notícias para os usuários de toda a rede pública de alimentação administrada pelo Governo do Estado. Todas as seis unidades dos restaurantes populares começaram a oferecer mais uma refeição: o jantar. Pelo mesmo preço do almoço, R$ 1, as unidades dobraram o atendimento e passaram a fornecer cerca de 10.150 refeições diariamente. A iniciativa do governo é executada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes), pasta responsável pela gestão da Segurança Alimentar e Nutricional em todo o estado.
Além de ofertar o jantar, o Governo do Estado também ampliou a quantidade de refeições servidas no almoço e deu início à instalação de mais cinco restaurantes populares, sendo dois na capital e três em municípios do interior do Estado, e mais 30 cozinhas comunitárias, instaladas nos municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Maranhão, passando de sete para 42 equipamentos sociais de alimentação até o final de 2016.
“O nosso plano de expansão, tanto de serviços quanto de quantidade de unidades, foi pensado para oferecer melhores condições de alimentação para as pessoas que realmente precisam que são o nosso foco principal de governo”, destacou o governador Flávio Dino.
O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, afirma que a decisão do governador Flávio Dino de investir na ampliação do serviço das unidades de alimentação foi fundamental considerando o atual momento de dificuldades financeira do país e que se reflete diretamente nos custos de vida da população, principalmente na alimentação.
“Os investimentos do Governo do Estado têm como foco sanar as dificuldades da nossa gente. Por isso, após avaliações técnicas, identificamos a necessidade de oferecer o jantar, de aumentar a quantidade de refeições servidas no almoço e de ampliar consideravelmente toda a rede composta por nossos equipamentos de segurança alimentar, para permitir à população melhor qualidade de vida no âmbito da alimentação”, revelou Neto Evangelista.
O secretário afirma ainda que os restaurantes populares e cozinhas comunitárias passaram a funcionar de forma plena, como preconiza a Política da Segurança Alimentar e Nutricional. “Os espaços estavam sendo utilizados apenas para alimentação. Mas eles têm uma função muito maior. Então, desde o começo do ano, em parceria com universidades e entidades técnicas, iniciamos o atendimento nutricional aos frequentadores dos equipamentos sociais e oferecemos atividades complementares, como cursos de capacitação em educação alimentar, atividades socioeducativas, culturais, entre outros”, completou o secretário.
A programação complementar ofertada pelos restaurantes populares e cozinhas comunitárias já identificou e direcionou para o atendimento médico especializado pessoas com doenças ligadas à alimentação, como diabetes, pressão alta e obesidade. Além disso, tem realizado capacitação dos frequentadores sobre educação alimentar, aproveitamento completo de alimentos e hábitos para uma alimentação balanceada e saudável. Ao todo, a programação socioeducativa executada nos restaurantes populares já atendeu a mais de 1.450 usuários.
Segundo o aposentado José Antônio Pires, de 69 anos, o Restaurante Popular da Liberdade, onde ele se alimenta todos os dias, tem influência significativa em sua vida. “Este é mais que um local de alimentação pra mim. Aqui eu conquistei saúde e muita economia em casa. Desde maio, quando comecei a frequentar o Restaurante Popular já emagreci 16 quilos, porque me alimento de forma balanceada e nutritiva, e já tive até acompanhamento de nutricionista. Aqui a comida é gostosa e de qualidade!”, destacou o usuário José Antônio, durante o lançamento do jantar no bairro da Liberdade.
Os eventos de lançamento de jantar nos restaurantes populares foram realizados durante toda a semana passada, cada dia em uma unidade, como forma de prestigiar as comunidades. A programação contou com apresentações culturais dos bairros e com forte participação popular, por meio de depoimentos sobre a importância das unidades de alimentação na rotina dos usuários. O Restaurante Popular da Cidade Olímpica fechou a série de lançamentos.
Serviço
Os restaurantes populares administrados pelo Governo do Estado, localizados nos bairros da Liberdade, Coroado, Cidade Olímpica, Sol e Mar, Anjo da Guarda e Maiobão passam a funcionar em dois horários, de segunda a sexta-feira: no almoço, das 11h30 às 14h, e no jantar, das 17h30 às 19h30.




Nenhum comentário: