OBRAS MAIS ASFALTO

OBRAS MAIS ASFALTO

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Aniversario de Sarney!!!

Querido filho,
Mas uma vez venho eu como boa mãe que sou, lembrar o seu aniversario, apesar da recíproca não ser a mesma.
Filho hoje, mas no que nunca vivo num total estado de abandono num governo para poucos do seu afilhado e bom aluno, pois aprendeu tudo com o “mestre”. Hoje vivo num estado de dormência   administrativa .
Querido, seus irmãos estão morrendo por falta de saúde, aqui me falta o básico, remédios, médicos, um tratamento digno, na infra estrutura minhas ruas onde não tem um buraco, tem um remendo, é esse o estado das minhas “roupas” ,  para justificar os gastos milionários,  a lavagem que é feita aqui nas águas poluídas do Pericumã, me é vergonhosa,  pasme filho, em obra inacabada O Viva Pinheiro,  teu afilhado constrói um tal de APA, onde milhares de metros cúbico de barro foram usados para aterrar o campo e assorear o nosso rio, e se investigarem vão descobrir que por aqui vieram cair direto da Sema, milhões de compensação ambiental, mas eu, filho amado não abrigo  um único projeto em que minhas terras pudesse ser afetadas com algum dano. O que pusesse gerar renda e empregos para nossa família.
Apesar da idade filho, nem com lupa conseguir encontrar duas escolas que teriam sido construídas pela empresa de nome sugestivo “lupa”, reforma em  escolas nunca teve mais milhões foram gastos,  a rodoviária caiu antes mesmo da inauguração esse é  meu estado de puro descaso, abandono.
Filho vejo com muita tristeza o envolvimento do nome  minha querida neta, nesse esquema  vergonhoso  de propinas, isso no que ela chamou de melhor governo,  fico envergonhada em saber que ela teve que deixar o governo pela porta do fundo, e esvaziando o cofre do nosso empobrecido estado. Ainda  mais acompanhando a revolução administrativa do “Comunista”, que enfim, vem mudando a cara do nosso estado.

Filho aqui alguns apaixonados,  ainda teimam em querer dedicar a ti um dia para o seu endeusamento  com um feriado municipal, mas uma ação que nos envergonha, e que bastaria apenas  festa de aniversario digna,  sem a presença do festejado,  mas festejar o que mesmo?  Nossa queda nos índices sociais, as pessoas se envergonhando de serem  pinheirense, as pessoas morrendo  nos hospitais e com dengue, ou um grande canteiro de obras fantasma, inacabadas? Comemorar a inoperância   dos Órgão Fiscalizadores entre eles  o Legislativo e Ministério Publico? O que faz de mim uma mãe largada a sua própria sorte.







Nenhum comentário: