ANTES NÃO TINHA

ANTES NÃO TINHA

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

O Brasil será moralizado no dia que um "negro" chegar na presidência

Foto: José Cruz/ABr
Foto: José Cruz/ABr
Com a publicação de sua aposentadoria ontem (31) no Diário Oficial da União, o agora ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa deu o troco nos ministros Ricardo Lewandowski e Cármen Lúcia. A saída um dia antes da reabertura dos trabalhos livrou Barbosa de ter de participar e, principalmente, votar na sessão que escolherá nesta sexta  os dois desafetos para dirigir a mais alta Corte de Justiça do País.
O ministro Lewandowski deverá assumir a partir de hoje, interinamente, a presidência do STF e do CNJ, com a ministra Cármen Lúcia de vice.
Joaquim Barbosa não suporta Lewandowski, revisor do processo do mensalão, com quem trocou insultos pesados durante o julgamento.
Já Cármen Lúcia foi para a lista de desafetos após ser flagrada, em 2007, comentando que Joaquim daria “salto social” como relator do mensalão.

Nenhum comentário: