IPVA + MOTO LEGAL

IPVA + MOTO LEGAL

terça-feira, 4 de julho de 2017

Saiba como ingressar na carreira de bombeiro militar

Considerada a instituição mais confiável pelos brasileiros desde 2009, o Corpo de Bombeiros celebrou, no ultimo domingo (2), o seu dia. Em 2016, o Índice de Confiança Social, medido pelo Ibope, indicou que os bombeiros lideravam o topo da lista de instituições, seguido por igrejas, Forças Armadas e meios de comunicações. Não à toa, a carreira atrai milhares de brasileiros que querem trabalhar para salvar vidas.
Para entrar no Corpo de Bombeiros é preciso passar por concurso público realizado pelos estados e pelo Distrito Federal. Geralmente o processo tem quatro fases.
Na primeira delas são realizados provas de conhecimentos gerais e específicos, com questões objetivas e redação. Os candidatos aprovados nessa etapa são submetidos a teste físico, em que devem demonstrar que têm condições de realizar atividades como corrida, elevação do próprio corpo e natação. “Não adianta se preparar na iminência do edital. O candidato tem que vir se preparando há pelo menos um ano”, aconselha o Tenente Luciano Mendes, do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás.
Depois do teste de aptidão física, ocorre fase da sindicância da vida pregressa e investigação social do candidato. A intenção é verificar se os candidatos já tiveram ou têm envolvimento com qualquer crime ou contravenção penal, o que não é admitido na carreira militar. O tenente explica, no entanto, que para desclassificar uma pessoa é levada em consideração a condenação por algum ato e não apenas o processo em andamento.
Na quarta fase do concurso é feita uma avaliação médica do candidato para examinar as condições de saúde física e mental por meio de uma bateria de exames. Durante essa avaliação, é feito o cálculo do Índice de Massa Corporal. Segundo o subtenente, quem estiver acima do peso não é admitido. Por fim, é verificado se os candidatos têm alguma tatuagem que faça apologia ao crime, ao racismo ou atente contra as instituições democráticas. Caso isso seja confirmado, eles são desclassificados.
Os aprovados em todas as etapas iniciam o curso de formação com duração de dois anos. Os candidatos devem se dedicar exclusivamente às aulas. Durante esse período, eles recebem uma remuneração de acordo com a Lei de Remuneração do Corpo de Bombeiros Militar do estado.
Igualdade
Segundo o tenente Luciano Mendes, o Corpo de Bombeiros trabalha para promover a igualdade de gênero na corporação. Nos concursos, pelo menos 10% das vagas são reservadas para mulheres. Há limite de idade e altura mínima para participar das seleções, o que deve ser conferido em cada edital.
Civil x Militar
Os bombeiros militares servem à organização militar do estado em ações de proteção social de interesse da comunidade, como prevenção em áreas de risco, combate a incêndios florestal e urbano, e no resgate e salvamento de vidas.
Os bombeiros civis, por sua vez, são contratados pela iniciativa privada e têm a missão de fazer a prevenção de acidentes nos estabelecimentos particulares para um público específico, como shoppings e eventos.
Gratificação
Um soldado do Corpo de Bombeiros ganha, em média, R$ 2,5 mil. O salário aumenta conforme o nível hierárquico e pode chega a R$ 11 mil, no cargo de major. Para o tenente, a principal gratificação é outra: “A profissão hoje é gratificante porque na nossa rotina nós podemos praticar o bem, atuar onde as pessoas estão carecendo do nosso amparo, e dar esse retorno a sociedade. Isso engrandece a profissão”, afirma.
A progressão na carreira ocorre conforme o tempo de serviço e a idade do militar.
Portal Brasil

Nenhum comentário: