OBRAS MAIS ASFALTO

OBRAS MAIS ASFALTO

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Ao lado de prefeitos do Maranhão Luciano Genésio acompanha ação do governo do estado beneficiando 107 municipios


Na tarde desta terça-feira (04), foi realizado o “Encontro Estadual da Famem” no auditório da FIEMA, com a parceria do Governo do Estado, da CNM e da FIEMA. Este evento foi titulado como “Município e Estado: parceria na superação dos problemas locais”, onde o governador Flávio Dino participou deste encontro que reuniu mais de 180 prefeitos, segundo os organizadores.
O encontro teve como objetivo promover a integração das gestões municipais e estaduais, a troca de experiências e discutir questões comuns aos municípios.

O governador apresentou o tema “Maranhão: avanços e perspectivas futuras” e enfatizou sobre projetos e ações de Governo em benefício das gestões municipais e coordenou mesa de debates sobre as demandas dos prefeitos.

Na ocasião, o presidente da Famem, Cleomar Tema, colocou em pauta proposta dos municípios pela habilitação de 107 cidades na Gestão Plena dos Recursos da Saúde. A medida prevê melhor qualidade na prestação dos serviços na área, principalmente na média e alta complexidade. O governador Flavio Dino atendendo ao pedido do presidente da Famem, fechou a parceria onde os 107 municípios passarão a gerir os seus próprios recursos da saúde, isso significa um grande avanço na saúde pública no Maranhão, pois os municípios estarão aptos a melhorar a qualidade do atendimento que já vem sendo realizado nas cidades.

Em entrevista, o prefeito Luciano Genésio relatou que para os Pinheirenses, essa parceria alivia mais as demandas do município e acredita que este irá melhorar cada vez mais.

A programação do encontro contou ainda com debates sobre reinvidicações dos gestores, programas e ações governamentais que devem ser implantadas e projetos da Federação em apoio aos municípios.
O ex secretário de saúde do Estado Marcos Pacheco afirmou “Com a gestão denominada Gestão Plena Municipal, os municípios passam a receber recursos diretamente do Fundo Nacional de Saúde. Recursos esses que antes eram repassados ao Estado e agora vão direto para os municípios” concluiu o ex secretário.

Nenhum comentário: