quarta-feira, 14 de junho de 2017

Mais de 50 mil estudantes, de 18 Unidades Regionais de Educação, participam de 2º dia de Simuladão Mais Ideb’

“Eu achei muito interessante essa ideia do ‘Simuladão Mais Ideb’. E o conteúdo é muito interessante porque português e matemática são disciplinas que exigem muito da gente no Enem e essa é uma oportunidade de focar nessas disciplinas”. A avaliação é do estudante Robert Cruz Paz, estudante do C.E. Nascimento de Moraes, na cidade de Imperatriz. Ele é um dos mais de mais de 50 mil estudantes, de 186 municípios maranhenses, que nesta terça-feira (13) fizeram as provas no segundo dia do ‘1º Simuladão Mais Ideb’ para alunos do 3º ano do Ensino Médio de escolas da rede estadual de ensino.

O simulado é parte do Plano Mais Ideb – um conjunto de ações estratégicas que visa melhorar a qualidade educacional maranhense expressa na elevação dos indicadores. Contemplado no eixo ‘Acompanhamento Pedagógico do Rendimento’, visa avaliar as habilidades de leitura, interpretação textual e resolução de problemas com base na Matriz de Referência de Língua Portuguesa e Matemática para todas as séries. Além de preparar alunos para o Enem.

Nesta segunda-feira (12) as provas do simulado foram aplicadas na capital e nos municípios de São José de Ribamar, Raposa, Paço do Lumiar, Palmeirândia, Matões, Parnarama, São Francisco do Maranhão, Bequimão, Santa Helena, Pedro do Rosário, Barão de Grajaú, Buriti e Timon, envolvendo aproximadamente 20 mil estudantes.

Nesta terça e quarta-feira, o simulado contempla os demais municípios maranhenses, envolvendo um total 81.300 estudantes matriculados no 3º ano do Ensino Médio de todo o Estado.

Na Unidade Regional de Educação (URE) de Imperatriz, o secretário Felipe Camarão acompanhou de perto a aplicação do Simuladão Mais Ideb.
Ao todo, 5.873 estudantes do 3°ano do Ensino Médio, de 37 escolas, de 15 municípios da regional, participaram do primeiro simulado.

Felipe Camarão esteve na escola Nascimento de Moraes e conversou com estudantes e professores. "Todas as nossas escolas estão envolvidas e imbuídas na melhoria dos índices educacionais. Até esta quarta as escolas dos 217 municípios estarão envolvidas nessa forte ação pedagógica", disse.

Para professores e a gestão da URE de Imperatriz, o simulado é uma experiência nova, motivadora e desafiadora.  
“Aqui na Ure de Imperatriz, o simulado transcorreu com muita tranquilidade e foi muito bem aceito pelos estudantes e professores. E eu tenho certeza que o resultado vai servir para fazermos as avaliações que precisamos. Primeiro, para melhorar a qualidade da educação em nosso estado. E segundo, para melhorar os índices educacionais do nosso estado”, pontuou Orleane Santana, Gestora Geral da URE de Imperatriz.

“Achei muito bom! E certamente vai avaliar os alunos e vai poder mostrar o que eles estão aprendendo em sala de aula.
O conteúdo das provas está compatível com o que está sendo trabalhado no dia a dia da sala de aula”, ponderou Soraima Moreira Alves Ferreira, professora de Língua Portuguesa, do C.E. Graça Aranha.

“É a primeira vez que estamos vivendo essa experiência. E há uma grande expectativa dos professores e dos alunos. E o que é mais importante: o foco na aprendizagem para que possamos elevar os indicadores, para que os nossos alunos façam uma reflexão do que precisa reforçar e os professores possam fazer o seu trabalho voltado para aquilo que o aluno tenha mais dificuldade e para o que precisa ser construído ainda”, disse Jeassimone Paulino de Carvalho, gestora do C.E. Dorgival Pinheiro, em Imperatriz.

Concentração e entusiasmo marcaram o dia de provas do simulado na Unidade Regional de Santa Inês, onde cinco mil estudantes de 32 escolas localizadas em 12 municípios da regional fizeram as provas. “O simulado Mais Ideb é uma proposta inovadora e que só tem a agregar conhecimento e estimula todos em torno da melhoria da qualidade do ensino”, falou Maria Zuila, gestora da URE de Santa Inês.

Na Unidade Regional de Chapadinha, 5.145 estudantes saíram de casa, nesta terça-feira, cheios de entusiasmo para fazer o simulado. As provas foram realizadas em 22 escolas e 25 anexos na sede e na zona rural, de 13 municípios. "O Simulado traz uma ferramenta positiva para obtermos bons resultados no processo ensino-aprendizagem e com o apoio técnico de todos,  alcançaremos a meta proposta que é melhorar a educação", enfatizou Henajéria Cristina Barros, diretora de educação da regional de Chapadinha.

Estudantes mobilizados, também, na Unidade Regional de Pinheiro. No total 4.940 alunos de 58 escolas, de 17 municípios participaram do simulado.




Nenhum comentário: